Evento da FCMSCSP debate o papel do profissional de saúde em casos de violência contra as mulheres

simbolo-mulherA violência contra a mulher acontece em todas as fases da vida e classes sociais e tem impacto direto na saúde da mulher e da família. Muitas vezes, a violência pode ocasionar o aumento do uso de álcool e drogas, além de problemas na saúde mental dessas mulheres. Mas, quando o profissional da saúde encontra-se em um atendimento de uma mulher vítima de violência, de que forma ele deve agir? Qual é a melhor maneira de auxiliar essas mulheres?

Para discutir esse assunto, o curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realiza no dia 8/10, sábado, das 9h às 12h, o evento “A invisibilidade da violência contra as mulheres na vida e na cultura e seus impactos”, a fim de estimular a reflexão sobre as desigualdades de gênero na sociedade. “O objetivo é fazer com que os profissionais de saúde, em especial os futuros enfermeiros, não reproduzam essa prática que causa sofrimento, adoecimentos e traumas de diferentes ordens para as mulheres, crianças e familiares que estão próximos. Também é relevante considerar as diferentes manifestações de violência, que vão além da física, sexual, mas que também incluem o assédio, os abusos psicológicos, caracterizados por rejeição, depreciação e desrespeito”, explicam a Dra. Cell Regina da Silva Noca e a Mestra Maria Fernanda Terra, professoras do curso de Graduação em Enfermagem da FCMSCSP e coordenadoras do evento.

De acordo com as professoras, a expectativa é que o evento possa contribuir para a reflexão dos participantes, no reconhecimento da violência como um fenômeno social e um problema também do setor de saúde: “Os profissionais devem visibilizar e dar o acolhimento e apoio necessário, tais como encaminhar para os serviços especializados, de modo a ajudar no enfrentamento da violência na sociedade.”

O encontro é gratuito e destinado a estudantes de todos os cursos, docentes, profissionais da área de Enfermagem e demais interessados no tema. Para realizar a sua inscrição, acesse o site evento “A invisibilidade da violência contra as mulheres na vida e na cultura e seus impactos“.

Serviço
Data e horário: 8/10, sábado, das 9h às 12h00
Local: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo
Auditórios Prof. Dr. Emilio Athié e Prof. Dr. Paulo Augusto Ayrosa Galvão
Rua Dr. Cesário Motta Jr., 112, Vila Buarque, São Paulo (SP).

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 98, em 4/10/2016. Assine nossa newsletter:http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

A invisibilidade da violência contra as mulheres na vida e na cultura e seus impactos

banner-homeCom o objetivo de estimular a reflexão sobre as desigualdades de gênero na sociedade para que os profissionais de saúde não reproduzam práticas que causem sofrimento, adoecimentos e traumas de diferentes ordens para as mulheres, o curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realiza, no dia 8/10, sábado, das 9h às 12h, o evento “A invisibilidade da violência contra as mulheres na vida e na cultura e seus impactos”.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 7/10. Clique aqui: www.fcmsantacasasp.edu.br.

O encontro é gratuito e destinado a estudantes de todos os cursos, docentes, profissionais da área de Enfermagem e demais interessados no tema e acontecerá nos auditórios Prof. Dr. Emilio Athié e Prof. Dr. Paulo Augusto Ayrosa Galvão, localizados na rua Dr. Cesário Mota Jr., 112 – Vila Buarque – São Paulo (SP).

Confira a programação completa do evento “A invisibilidade da violência contra as mulheres na vida e na cultura e seus impactos”.