Programa de Gestão e Liderança para Profissionais da Saúde

A University of California, Irvine School of Medicine em parceria com a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e apoio da Top Experience realizam o Programa de Gestão e Liderança para Profissionais da Saúde com o objetivo de apresentar uma visão aprofundada da profissão nos Estados Unidos, contextualizada a partir de um ambiente médico privilegiado que destaca aspectos únicos da gestão para o profissional da saúde.

O Programa será ministrado por professores da University of California, Irvine School of Medicine com foco em habilidades e informações dedicadas ao profissional de saúde, visando complementar o conhecimento acadêmico e profissional e, ao mesmo tempo, promover uma discussão frutífera sobre aspectos atuais da profissão e sua aplicação em áreas de interesse.

Os Professores Doutores Alpesh Amin e Charles Vega representam a University of California, Irvine School of Medicine.

O Dr. Alpesh Amin é Chefe do Departamento de Medicina da University of California, Irvine. Foi certificado como diplomata pelo American Board of Internal Medicine em 1997 e recertificado em 2007. De 2008 a 2010, Dr. Amin ganhou o prêmio de Excelência Médica do Orange County, dado anualmente pela Orange County Medical Association.

 

 

Dr. Charles Vega é graduado na Harvard University. Atua como colaborador do Departamento de Medicina da Família na UCI e hoje tem o Título de Professor Clínico em Ciências da Saúde. É também Diretor de Residência em Medicina da Família e Diretor Executivo do Programa da UCI de Educação Médica para a Comunidade Latina.

 

 

Prof. Dr. Charles Schmidt, coordenador do curso de Pós-graduação em Pesquisa Clínica e Medical Affairs e do curso de atualização em Formação e Aperfeiçoamento em Medical Affairs, representa a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e o curso de Graduação em Medicina que obteve o 1º lugar no Ranking Universitário Folha (RUF 2016), dentre as instituições de ensino superior (IES) particulares do Brasil. O curso ocupa, ainda, a 9ª posição dentre todas as IES privadas e públicas do país, de acordo com o mesmo ranking.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais da área da saúde.

O PROGRAMA

O Programa de Gestão e Liderança para Profissionais da Saúde é um curso de extensão que tem como objetivo proporcionar ampliação qualificada de conhecimento acadêmico e profissional, além de uma visão aprofundada da profissão nos EUA, contextualizada a partir de um ambiente médico privilegiado, que destaca aspectos únicos da gestão para o profissional da saúde. Acontece entre os dias 21 e 23 de setembro de 2017, quinta, sexta-feira e sábado, das 8h30 às 17h00. São 15 horas de palestras, participação no Debate – Santas Casas como provedores privados de saúde pública: desafios atuais e futuros e, ao final do curso, será emitido o certificado com o selo da UCI Extension. Investimento: R$ 4.260,00.

O DEBATE

“Santas Casas como provedores privados de saúde pública: desafios atuais e futuros”

O debate acontecerá no dia 22 de setembro de 2017, sexta-feira, das 8h30 às 10h, e contará com a presença de referências na área de saúde no Brasil. É possível participar apenas desse encontro, tendo direito ao certificado de participação nesse evento exclusivamente. Investimento: R$ 250,00.

Botão_inscrições

 

Dr. Charles Schmidt, professor da FCMSCSP, lança programa em parceria com a University of California

Dr_Charles_Schmidt

Dr. Charles Schmidt, professor da FCMSCSP

O Dr. Charles Schmidt, professor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, desenvolveu o Programa de Liderança e Gestão para Médicos, em parceria com a University of California, Irvine.

O programa, que acontece nos Estados Unidos, tem como objetivo proporcionar extensão qualificada de conhecimento acadêmico e profissional e uma visão aprofundada da profissão nos EUA contextualizada a partir de um ambiente médico privilegiado, que destaca aspectos únicos da gestão para o profissional da saúde.

Para mais informações, acesse o site oficial do Programa.

Pesquisadores do Futuro: a palavra de quem vivenciou o programa

Daniel-Teixeira-Bussius

Daniel Teixeira Bussius

Em busca de experimentar um ambiente de pesquisa diferente, o aluno do 4º ano de Medicina, Daniel Teixeira Bussius, se inscreveu para o Programa Pesquisadores do Futuro – 2014/2015 administrado pelo Núcleo de Relações Internacionais (NRI) da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Após ser selecionado, Daniel seguiu para uma das melhores instituições públicas do mundo, a University of California, em Berkeley, nos EUA.

“A experiência foi muito proveitosa, proporcionou a vivência de um laboratório de biologia molecular em pleno funcionamento. Acrescentou muito à proficiência do inglês médico e pude fazer contatos locais que podem vir a ser úteis”, comenta o futuro médico quanto à vivência internacional.

Para Daniel, durante os meses que ficou fora do país, não houve grandes desafios nos quesitos adaptação, comunicação, orientadores e acomodações financiadas pelo Programa: “a região é muito acolhedora e os profissionais do laboratório estavam dispostos a ajudar quando possível”, explica.

Quanto ao programa Pesquisadores do Futuro, ele acrescenta que é um projeto com potencial impressionante para a formação dos alunos e para a projeção internacional da Faculdade. “Além disso, o processo de preparação proporcionado pelo professor Wagner Ricardo Montor foi muito interessante para o fluxo do intercâmbio”.

E, por fim, para os alunos que venham a passar por essa experiência, ele recomenda: “Não fiquem restritos ao trabalho durante o intercâmbio. Socializar com aqueles que trabalham no local é fundamental para realmente conhecer a fundo o ambiente em que se encontra”.

No próximo boletim

Confira uma entrevista com a aluna do 4º ano de Medicina, Stéfany  Franhan Barbosa de Souza, que fala sobre a experiência no Institut de Prestacions D’Assistència al Personal (Pamem); Parc Sanitari pere Virgili de Barcelona e Consorci Sanitari del Maresme, ambos em Barcelona na Espanha.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 69, em 14/7/2015. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Alunos da Faculdade Santa Casa de SP contam suas experiências nos intercâmbios realizados em universidades do exterior

Com o objetivo de promover junto aos alunos a troca de experiências e expandir ainda mais o conhecimento acadêmico, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, por meio do Núcleo de Relações Internacionais, estrutura continuamente parcerias com conceituadas universidades do mundo, em países como Estados Unidos, Espanha, Alemanha e Itália.

Entre os meses de janeiro e fevereiro de 2013, a norte-americana Brown University, localizada na cidade de Providence, recebeu Arthur Lyra, do 3º ano do curso de Medicina da Faculdade Santa Casa de São Paulo. Ele afirma ter aprendido novos métodos de trabalho, além de conhecer profissionais com ideias inovadoras.

“Foi uma experiência muito construtiva. Participei de um projeto sobre biologia molecular, com equipamentos modernos e professores atenciosos. Acabei sendo coordenado por um professor de Bangladesh, o que favoreceu muito meu aprendizado”, diz.

Ricardo Faé de Moura, terceiro anista do curso de Medicina, também foi para Brown University. O estudante conta que teve contato com especialidades ligadas a métodos moleculares, engenharia genética e biotecnologia, além de acompanhar a dinâmica de um laboratório de uma universidade reconhecida mundialmente.

“Participei de um experimento científico que está em andamento. Foi uma vivência muito enriquecedora, pois abriu os meus horizontes sobre a área da Medicina e sobre o que está acontecendo no mundo. Dessa forma, posso pensar de uma forma mais ampla minha carreira. Por outro lado, também tive a experiência pessoal de viver em outro país e sentir o clima de uma instituição de ensino americana”, conta.

No início de 2013, Raquel Ataíde, aluna do 3º ano do curso de Medicina, ficou durante dois meses no Dana-Farber Cancer Institute, um hospital e instituto de pesquisa filiado à Harvard Medical School, em Boston, nos EUA. De acordo com ela, a instituição é um grande centro de pesquisa tecnológico, em que diversos hospitais integram esse núcleo.

“Considero esta experiência multidimensional e que me fez crescer como pessoa, pois pude morar sozinha. O conhecimento profissional é inquestionável, afinal eu estava em um centro de pesquisa de destaque internacional. Foi muito válido acompanhar como os estudos são realizados e de que forma posso aplicar o que aprendi nos projetos com os quais estou envolvida na Faculdade Santa Casa de São Paulo”, declara.

Marina Gagliardi de Assumpção, também do 3º ano de Medicina, foi para a University of California – Berkeley, nos Estados Unidos. Na instituição, ela esteve um laboratório de epidemiologia molecular, além de assistir seminários e usufruir dos recursos que a universidade oferecia.

“Foi muito positivo e interessante, pois pude me aprofundar na área molecular. Os alunos que realizam esse tipo de intercâmbio ganham muito. Afinal, é um desafio que te faz crescer pessoal e profissionalmente”, finaliza.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 28, em 18/10/2013. Assine nossa newsletter http://www.fcmsantacasasp.edu.br.