Santa Casa de SP recebe repasse de R$ 5 milhões do governo estadual

Geraldo Alckmin Faculdade Santa Casa

Na ocasião, o governador Geraldo Alckmin assinou o documento de repasse da verba à Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Na manhã do dia 16 de julho, o governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin esteve presente no Salão Nobre da Irmandade de Misericórdia da Santa Casa de São Paulo para oficializar o repasse extra de R$ 5 milhões à Instituição.

A verba será utilizada para a reforma da enfermaria dos departamentos de cirurgia e clínica médica, aumentando de 215 para 244 o total de leitos. O Dr. Kalil Rocha Abdalla, provedor da Santa Casa, falou sobre as dificuldades que o Hospital Central, principalmente, enfrenta para atender os cerca de 8 mil pacientes diariamente.

Compareceram também ao evento o engenheiro José Cândido de Freitas Junior, presidente da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho e o Dr. Valdir Golin, diretor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, assim como demais representantes do corpo diretivo e docente da Faculdade.

Segundo o Secretário Estadual da Saúde, Giovanni Guido Cerri, as unidades filantrópicas paulistas “são responsáveis por quase metade das internações realizadas na rede pública em todo o Estado”.

Além da criação de novos leitos, o repasse servirá também para reformar um espaço de 1,3 mil m², incluindo o mezanino que será ocupado por um Centro de Estudos Científicos, anfiteatros e áreas administrativas.

Diagnóstico e tratamento de câncer no Hospital Geral de Guarulhos

HGG Faculdade Santa Casa

Foto ilustrativa do novo centro de oncologia do HGG.

Está prevista para 2013 a inauguração do Centro de Oncologia do Hospital Geral de Guarulhos (HGG), que é administrado desde abril de 2000 pela Organização Social de Saúde (OSS) da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Com essa iniciativa, o hospital oferecerá um centro de diagnóstico e tratamento do câncer para atendimento à população de Guarulhos e aos que residam nos municípios próximos, na região do Alto Tietê.

A proposta orçamentária do projeto está sendo definida atualmente entre o HGG e a Secretaria Estadual da Saúde, a fim de contemplar recursos complementares, como equipamentos e mobiliário, e também a contratação de especialistas, uma vez que as obras do Centro de Oncologia já se encontram em fase de finalização. “Além de já oferecer diversas especialidades desde a sua criação, o HGG dá mais um importante passo em sua história, reforçando a presença e o relacionamento com a população de Guarulhos, em especial com aqueles pacientes que hoje ainda precisam se deslocar para centros de tratamento em municípios vizinhos”, complementa Dr. Valdir Golin, diretor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

A expectativa é de que o novo centro, coberto 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), possa atender a 150 casos oncológicos por mês.