Inauguração do Instituto de Pesquisa da Santa Casa

A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo inauguraram nesta segunda, dia 26, o Instituto de Pesquisa da Santa Casa, localizado na Vila Buarque, em São Paulo. Na ocasião, estiveram presentes o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, a vice-prefeita de São Paulo, Alda Marco Antônio, e Luciana Temer, representando o vice-presidente da República, Michel Temer, entre diversas outras autoridades.

O provedor da Irmandade, Dr. Kalil Rocha Abdalla, descreveu a importância do Instituto para a evolução das pesquisas na área de saúde, que resultará em benefícios à sociedade como um todo. Já a Dra. Luisa Lina Villa agradeceu o apoio de entidades como CNPq e Fapesp que acreditaram no projeto desde o início, financiando boa parte do Instituto, por meio de recursos cedidos pelo Ministério de Ciência e Tecnologia.

O evento contou também com a presença dos diretores da Faculdade e Irmandade, além dos grandes veículos de comunicação do país que cobriram o evento.

O Instituto visa centralizar as pesquisas existentes nos departamentos do Hospital Central da Santa Casa, viabilizar novos projetos e agilizar os processos administrativos para aquisição de apoio e patrocínio às pesquisas, além de melhorar ainda mais a assistência médica dentro da Instituição.

Infraestrutura do Instituto
O novo prédio que abrigará o Instituto possui seis andares, sendo três só de laboratórios e um andar de suporte técnico de pesquisa. Ainda há um anfiteatro e um andar administrativo.

O Instituto é composto por três setores:
•    Núcleo Metodológico: coordenado pelo Prof. Dr. Hudson Buck.
Possibilita centralização de equipamentos e pessoal especializado, permitindo oferecer suporte técnico à pesquisa Institucional. Também é função do Núcleo criar um centro de referência e viabilizar logística de coleta, recepção, transporte e armazenamento de amostras específicas das linhas de pesquisa apoiadas pelo Instituto.

•    Instituto de Pesquisa Clínica: coordenado pela Dra. Vera Lúcia Alves.
Oferecerá agilidade, centralizando e facilitando a logística para o desenvolvimento de projetos, bem como o suporte administrativo, essencial para o crescimento da pesquisa clínica institucional.

•    Instituto do HPV: coordenado pela Profª. Dra. Luisa Lina Villa.
O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do HPV (INCT-HPV) tem como missão o estabelecimento de um ambiente para a pesquisa em todos os níveis de atuação relacionados à infecção por HPV e doenças associadas. Ele conta com o apoio do CNPq e da Fapesp, cujos recursos vêm sendo utilizados tanto para a montagem de laboratórios de última geração na sede do Instituto de Pesquisas da Santa Casa, quanto para a compra de equipamentos e material de consumo utilizado em diversas linhas de pesquisa em andamento.

Anúncios

Alunos de Medicina realizaram o evento Portas Abertas

No último dia 24 de agosto, alunos do curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realizaram a segunda edição do evento Portas Abertas em 2012. Trata-se de um evento que visa apresentar a Faculdade e o curso de Medicina aos estudantes do ensino médio, apresentando as instalações, a grade curricular e a história da Instituição.

Na ocasião, participaram 47 jovens, sendo que a maioria está cursando o 2º ano do ensino médio dos colégios Dante Alighieri, Bandeirantes e também de cursinhos pré-vestibulares da cidade de São Paulo.

“Ficamos felizes não só em divulgar a nossa Faculdade e sua história, mas também por passar um pouco da nossa experiência e o nosso amor por esta instituição para os futuros primeiro-anistas”, ressalta uma das organizadoras, a aluna e presidente científica do Departamento Científico Manoel de Abreu, Daiane Moreira Filgueiras.

O evento contou com Palestras sobre a profissão médica, apresentadas por professores da Faculdade, visita aos departamentos e laboratórios de Fisiologia, Morfologia, Patologia e Medicina Social, visita ao complexo hospitalar da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, apresentação das organizações acadêmicas e coffee break.

Faculdade participará do II Simpósio Acadêmico de Diabetes Mellitus

No dia 23 de setembro acontecerá, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, o II Simpósio Acadêmico de Diabetes Mellitus. O evento é organizado por diversas ligas acadêmicas de Diabetes Mellitus do Estado de São Paulo, dentre elas a Liga da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. O evento tem como objetivo reunir todos os interessados no assunto para troca de experiências e organização de atividades em conjunto.

Durante o simpósio, serão realizadas discussões de casos clínicos abordando aspectos do Diagnóstico, Tratamento, Urgências e Complicações Crônicas da doença, além de workshops, sorteios de livros e apresentações das ligas envolvidas. O evento é voltado a estudantes de Medicina, Enfermagem, Nutrição, médicos e residentes.

Para mais informações e inscrição, acesse www.simposiodediabetes.com.br.

Serviços
Data: 23 de setembro de 2012
Horário: das 7h às 19h30
Local: Centro de Convenções Rebouças
Endereço: Av. Rebouças, 600 – Cerqueira César

Estudo desenvolvido pela Faculdade mostra que 70% dos gays de São Paulo já sofreram agressão

Sete em cada dez homossexuais na cidade de São Paulo já sofreram algum tipo de agressão (verbal, física ou sexual), revela pesquisa da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa e do Centro de Referência e Treinamento em DST, do governo paulista.

A pesquisa, denominada “Sampacentro”, foi realizada no centro da cidade de São Paulo entre novembro de 2011 e janeiro de 2012, e abordou 1.217 gays em 92 lugares, entre casas noturnas, saunas, cinemas e na rua. As professoras da Faculdade Maria Amélia Veras e Gabriela Junqueira Calazans são as coordenadoras desta pesquisa.

Dos entrevistados, 62% relataram ter sofrido agressões verbais, 15%, agressão física e 6%, sexual. Há ainda relatos de ameaças de chantagem, extorsão e constrangimento no local de trabalho.Dos entrevistados, 62% relataram ter sofrido agressões verbais, 15%, agressão física e 6%, sexual. Há ainda relatos de ameaças de chantagem, extorsão e constrangimento no local de trabalho.

Os dados também apontam uma alta taxa de prevalência do vírus HIV, de 16%, entre os entrevistados que aceitaram fazer o teste da Aids (776). Em 2010, um levantamento nacional, feito nas principais capitais, mostrou uma prevalência média de infecção de 10,5% entre os gays.

Na faixa etária de 18 a 19 anos, a taxa foi de 5%. Entre 20 e 24 anos, de 6,7%, e entre 25 a 39 anos, de 16,6%. “Nos inquietou muito a alta taxa de prevalência entre os jovens. Essas pessoas estão sujeitas a situações de extrema violência e isso as deixa mais vulneráveis [à infecção do HIV]”, disse Paulo Teixeira, coordenador do programa estadual DST/Aids. Para ele, a pesquisa reforça a necessidade de o governo e a sociedade intensificarem a luta contra o preconceito e reforçarem a prevenção em relação ao HIV.

Para ler a matéria publicada na Folha de S. Paulo na íntegra, clique aqui.

Faculdade Santa Casa apoia o 10º Encontro Municipal de Psoríase

A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo é uma das apoiadoras do 10º Encontro Municipal de Psoríase, evento que tem como objetivo conscientizar profissionais e estudantes da área da saúde quanto à doença e seu tratamento.

Na ocasião, acontecerá também o 3º Curso de Capacitação em Psoríase para médicos e estudantes de medicina, além do 1º Curso de Capacitação em Psoríase em odontologia. Ainda serão contemplados protocolos nas áreas de enfermagem, fisioterapia, nutrição e podologia.

Para fazer sua inscrição gratuita, clique aqui.

Serviços
Data: 4 de agosto de 2012 (sábado)
Horário: das 8h30 às 17h
Local: Câmara Municipal de São Paulo
Endereço: Viaduto Jacareí, 100 – Centro – São Paulo

Santa Casa de SP recebe repasse de R$ 5 milhões do governo estadual

Geraldo Alckmin Faculdade Santa Casa

Na ocasião, o governador Geraldo Alckmin assinou o documento de repasse da verba à Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Na manhã do dia 16 de julho, o governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin esteve presente no Salão Nobre da Irmandade de Misericórdia da Santa Casa de São Paulo para oficializar o repasse extra de R$ 5 milhões à Instituição.

A verba será utilizada para a reforma da enfermaria dos departamentos de cirurgia e clínica médica, aumentando de 215 para 244 o total de leitos. O Dr. Kalil Rocha Abdalla, provedor da Santa Casa, falou sobre as dificuldades que o Hospital Central, principalmente, enfrenta para atender os cerca de 8 mil pacientes diariamente.

Compareceram também ao evento o engenheiro José Cândido de Freitas Junior, presidente da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho e o Dr. Valdir Golin, diretor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, assim como demais representantes do corpo diretivo e docente da Faculdade.

Segundo o Secretário Estadual da Saúde, Giovanni Guido Cerri, as unidades filantrópicas paulistas “são responsáveis por quase metade das internações realizadas na rede pública em todo o Estado”.

Além da criação de novos leitos, o repasse servirá também para reformar um espaço de 1,3 mil m², incluindo o mezanino que será ocupado por um Centro de Estudos Científicos, anfiteatros e áreas administrativas.