Evento promove discussão sobre dislipidemia e aterosclerose

renato-jorge-alves-fcmscsp

Renato Jorge Alves, professor da disciplina de Cardiologia da FCMSCSP

Com o objetivo de promover atualização sobre o tema da dislipidemia e aterosclerose, sendo essa última a principal causa de doença cardiovascular e a doença que mais mata no mundo, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, em parceria com a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, realizará no dia 17 de junho de 2016, a 4ª Jornada de Dislipidemia e Prevenção da Aterosclerose da Santa Casa de São Paulo.

De acordo com Renato Jorge Alves, professor da disciplina de Cardiologia da FCMSCSP e coordenador do Ambulatório de Lípides da ISCMSP, serão abordados novos tratamentos, novas descobertas, fisiopatologia das diversas entidades que provocam a aterosclerose, focados na doença cardiovascular: “O público-alvo se beneficia porque os assuntos trazidos aqui serão discutidos e modernizados, principalmente para o que ainda não chegou ao Brasil”, afirma.

Dentre os temas que serão discutidos no evento, Dr. Renato destaca a hipercolesterolemia familiar, conhecida como HF, alteração que pode afetar igualmente os dois sexos e na qual os níveis de colesterol das pessoas apresentam-se elevados desde o nascimento. “Esse tema é novo e vem sendo muito discutido nos congressos internacionais. É preciso que a HF seja percebida como importante porque essa alteração também acomete os descendentes. Daí a razão de entendê-la como fundamental para a prevenção da doença”, explica.

Com o encontro, a expectativa é chamar a atenção para a aterosclerose, além de discutir o tema com os principais professores da área de cardiologia no Brasil. “Trazer os melhores profissionais da área nos permite atualizar cardiologistas, endocrinologistas, clínicos e demais médicos. Espero que o evento alcance o sucesso que propomos”, conclui Dr. Renato Alves.

Conheça a programação e inscreva-se: http://goo.gl/Hwqmsa.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 89, em 31/5/2016. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Faculdade Santa Casa de SP inaugura novas instalações

Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo - Novo PrédioFaculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo inaugurou na sexta-feira, dia 11 de abril, as instalações do novo prédio da Instituição. A solenidade contou com as presenças de alunos, ex-alunos, professores, colaboradores e diretores da FCMSCSP e da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

O evento foi realizado no complexo da Santa Casa de São Paulo, na Vila Buarque, que agora abriga o novo edifício. Ao todo, são cinco pavimentos, mais um subsolo. As áreas de Morfologia, Patologia e Ciências Fisiológicas ganham novos e modernos laboratórios, além de salas de aula e um auditório com capacidade estimada de 239 lugares.

A inauguração foi conduzida pelo provedor da Santa Casa de São Paulo, Dr. Kalil Rocha Abdalla, acompanhado do diretor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Dr. Valdir Golin. Dentre as muitas autoridades presentes, a solenidade contou com a presença do Dr. David Uip, secretário de Estado da Saúde, representando na ocasião o governador Geraldo Alckmin.

Para conferir alguns momentos da inauguração, veja o álbum de fotos na fan page da FCMSCSP no Facebook, clicando aqui.

Ex-Santa destaca a importância de um hospital ligado ao ensino da Medicina com atividades práticas desde o primeiro ano

Dr. Irineu Massaia, professor da Faculdade Santa Casa de SPO momento de escolher uma instituição de ensino para cursar Medicina é fundamental para o futuro médico, de acordo com o Prof. Dr. Irineu Massaia. O ex-Santa relembra, nesta entrevista concedida ao Conectar, a época de sua graduação, além de compartilhar os desafios da área e como concilia suas diversas atividades, pois acumula as funções de professor assistente da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, diretor do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, presidente da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, vice-presidente da COREME (Comissão de Residência Médica) da Santa Casa de SP, assistente do Serviço de Emergência e do Departamento de Medicina.

Conectar – Por que o senhor escolheu a Medicina?
Dr. Massaia – Eu sempre gostei de saúde, bem-estar e do ambiente hospitalar. Eu queria poder ajudar as pessoas e ser médico permite isso. Entrei na Faculdade com 16 anos e, desde essa época, já tinha muito respeito e admiração pela profissão.

Conectar – Como o senhor consegue conciliar tantos cargos?
Dr. Massaia – Acredito que tudo é questão de organização e desenvolvi muito isso a partir de exemplos de grandes professores da Santa. A máxima: “Nunca deixe para amanhã o que se pode fazer hoje” deve ser seguida. A organização faz com que minha atuação profissional não atrapalhe minha vida pessoal. Considero uma das maiores virtudes de um gestor, a capacidade de montar equipes e organizá-las de maneira com que não se necessite estar sempre presente a cada passo do processo. É delegar com qualidade e cobrar resultados. Procuro desenvolver no grupo o senso de comprometimento e corresponsabilidade. Dessa forma, todos podem crescer.

Conectar – Nos desafios enfrentados, o senhor consegue aplicar o que foi aprendido na Faculdade Santa Casa de São Paulo?
Dr. Massaia – Sim, acredito que o mérito de conciliar médico, professor e gestor deve-se à filosofia da FCMSCSP que é ser ético, resiliente e bem preparado tecnicamente. Tenho como exemplos alguns profissionais como o Prof. Dr. Valdir Golin, o Prof. Dr. Carlos Aberto da Conceição Lima, o Prof. Dr. Raimundo Raffaelli Filho e o Prof. Dr. Igor Mimica.

Conectar – O senhor tinha alguma atividade extracurricular na Faculdade?
Dr. Massaia – Sim, eu sempre fui da atlética e participava de competições. Fiz atividades esportivas do primeiro ao sexto ano da graduação. Conciliei boas notas com os treinos que aconteciam todos os dias. Até ganhei medalhas quando representei a Faculdade no futebol de salão e de campo.

Conectar – Quais dicas o senhor poderia dar para aqueles que estão escolhendo uma instituição de ensino para cursar Medicina?
Dr. Massaia – Hoje e sempre, o mais importante é ter um hospital de ensino ligado à instituição e ter atividades práticas desde o primeiro ano. São poucas escolas que oferecem isso, como a Santa Casa de São Paulo. Propiciar o contato com o paciente é um grande diferencial.

Conectar – O que o senhor gostaria de dizer àqueles que estão ingressando no curso de Medicina?
Dr. Massaia – Estudar muito e procurar ter bons exemplos na vida. Outra máxima que eu sempre ressalto é: “Diga-me com quem tu andas, que eu direi quem tu és”. Essa frase vale muito também na Medicina, pois ter excelentes professores e referências pessoais ajudam bastante. Outro conselho é ficar ligado sempre ao ambiente acadêmico, o que favorece o contínuo crescimento profissional.

Conectar – Em sua opinião, quais fatores fazem do médico um bom profissional?
Dr. Massaia – Eu acredito que a atuação do médico deve ser pautada em quatro pilares: ensino, assistência, pesquisa e gestão. Esse é o alicerce do bom médico.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 36, em 11/3/2014. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Imunologia e Bioinformática: cursos de curta duração

Cursos de Atualização - Imunologia e Marcadores Tumorais e Introdução a Aplicativos de BioinformáticaSob a coordenação da Dra. Luisa Lina Villa, professora adjunta da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e coordenadora do Instituto do HPV, serão lançados na próxima semana dois novos cursos de atualização: “Imunologia e Marcadores Tumorais” e “Introdução a Aplicativos de Bioinformática”. A realização é da Santa Casa de São Paulo, FCMSCSP e Instituto do HPV.

O curso de Imunologia e Marcadores Tumorais, voltado a biomédicos, biólogos, médicos, farmacêuticos e enfermeiros, entre outros profissionais, será ministrado pela Dra. Lara Termini, professora assistente da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e pesquisadora do INCT-HPV – Instituto de Pesquisa da Santa Casa de São Paulo, e também pela Dra. Patrícia Sávio de Araújo Souza, professora do Departamento de Imunobiologia da Universidade Federal Fluminense (UFF) e pesquisadora da Divisão de Biologia Celular do Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Já o curso Introdução a Aplicativos de Bioinformática, dirigido a médicos, biólogos e biomédicos, será ministrado pelo Dr. Fabio Passetti, pesquisador responsável pelo Laboratório de Bioinformática e Biologia Computacional – coordenação de Pesquisa Clínica e Incorporação Tecnológica do Instituto Nacional de Câncer (INCA).

As inscrições estarão abertas a partir de segunda-feira, dia 26, mediante efetivação de depósito bancário, cujos dados estão descritos abaixo. Confira as datas e o local onde serão realizados os cursos:

Imunologia e Marcadores Tumorais
Data: 21 e 22 de setembro de 2013, sábado e domingo
Horário: das 9h às 18h00
Investimento: R$ 260,00
Local do curso: Auditório do Instituto de Pesquisa da Santa Casa de SP – Rua Marquês de Itu, 381

Introdução a Aplicativos de Bioinformática
Data: 5 e 6 de outubro de 2013, sábado e domingo
Horário: 9h30 às 17h00
Investimento: R$ 610,00
Local do curso: Auditório do Instituto de Pesquisa da Santa Casa de SP – Rua Marquês de Itu, 381

COMO SE INSCREVER
Realize o pagamento de acordo com o valor correspondente do curso que deseja realizar. Estes são os dados bancários:

Banco Bradesco
Favorecido: Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho – CNPJ: 62.327.663/0001-72
Agência: 0093-0
Conta corrente: 113.694-1

Observação: envie cópia do seu comprovante de pagamento, juntamente com seu nome completo, e-mail e telefones de contato, para: rhessel@incthpv.org.br. Somente dessa forma é que será possível considerá-lo inscrito no curso. A Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho é a mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

VAGAS LIMITADAS

Importante: as instituições realizadoras reservam-se ao direito de cancelamento das turmas caso o número mínimo de participantes não seja atingido, com a devolução do valor pago aos inscritos.

Faculdade Santa Casa de São Paulo abre inscrições para a especialização em Enfermagem na Assistência ao Adulto em UTI

Pós em Enfermagem na Assistência ao Adulto em UTIA partir do dia 17 de junho, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo inicia o processo seletivo para a especialização lato sensu em Enfermagem na Assistência ao Adulto em Unidade de Terapia Intensiva para o período noturno. Os interessados devem se inscrever até o dia 7 de agosto. O edital, manual do aluno e a ficha para cadastro estão disponíveis no site http://www.fcmsantacasasp.edu.br. A taxa de inscrição é de 50 reais.

Direcionado a enfermeiros graduados, o curso visa à formação do profissional nos âmbitos da assistência, gestão, ensino e pesquisa, estabelecendo como objetivos gerais conhecer condições teórico-práticas para o planejamento, implementação e avaliação da assistência de enfermagem ao paciente crítico.

A especialização também permite ao enfermeiro gerenciar o processo de trabalho em Unidade de Terapia Intensiva Adulto, estimular o pensamento crítico-humanista no cuidado de enfermagem ao paciente crítico, compreender os problemas de ordem emocional, ética e filosófica que acompanham o paciente, família e equipe de trabalho da UTI, além de desenvolver pesquisa em Serviços de Atenção ao Paciente Crítico.

A prova para ingresso será realizada no dia 14 de agosto, quarta-feira, às 14h30, nas dependências da instituição, localizada à Rua Dr. Cesário Motta Júnior, 61, Vila Buarque, São Paulo. No dia do exame, o candidato deverá apresentar o documento de identidade original ou outro documento emitido por órgão público, que contenha identificação e fotografia, além do comprovante de inscrição. Recomenda-se que o estudante chegue ao local com, pelo menos, 30 minutos de antecedência. As entrevistas serão agendadas no dia da prova.

Serviço:
• Curso: Especialização lato sensu em Enfermagem na Assistência ao Adulto em Unidade de Terapia Intensiva – período noturno
• Período de inscrição: de 17/6/2013 a 7/8/2013
• Realização da Prova: 14/8/2013 às 14h30
• Divulgação dos aprovados: 20/8/ 2013 às 11h
• Período de matrícula: 21/8/2013 a 22/8/2013
• Inicio das aulas: 3/09/2013 às 19h
• Investimento: 15 parcelas mensais de R$ 640,00
• Informações: (11) 3367-7888 ou (11) 3367-7887

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 19, em 11/6/2013. Assine nossa newsletter:http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Pancreatite aguda: debate reúne especialistas do Brasil e do mundo

Dr. Tércio de CamposNo dia 20 de junho, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo promovem o “Dia da Pancreatite“. Dirigido a alunos e professores da Instituição de ensino, além de profissionais da área da saúde, o evento conta com palestras, mesas-redondas e discussão de casos, e será realizado no anfiteatro Prof. Dr. Emilio Athié, das 8h às 17h45.

O encontro faz parte da III Jornada do Departamento de Cirurgia da Santa Casa de São Paulo e terá a presença de profissionais do Brasil e de países como Itália, Nova Zelândia e dos Estados Unidos. Nesse mesmo dia, será lançado o livro “Pancreatite Aguda”, e os alunos da Instituição de ensino irão distribuir panfletos informativos sobre a pancreatite ao público que estiver presente na Santa Casa de São Paulo.

De acordo com o Dr. Tércio de Campos, professor adjunto do departamento de Cirurgia da Faculdade Santa Casa de São Paulo e coordenador da ação, o evento é uma ótima oportunidade para se atualizar e trocar informações sobre a doença.

A pancreatite aguda é uma inflamação no pâncreas, órgão que fica na região do abdome, atrás do estômago. O problema pode ser decorrente de pedra na vesícula, ingestão excessiva de álcool e de alimentos gordurosos.

“Os principais sintomas são dor no abdome, que irradia para as costas, e vômito. O tratamento é realizado com soro e analgésicos. Nos casos mais graves, a cirurgia é necessária para remover o tecido pancreático morto ou infeccionado. Nossa intenção é alertar a população sobre a importância do diagnóstico precoce, pois a doença pode levar à morte”, afirma o professor.

Segundo o doutor, no Brasil, há 20 casos de pancreatite aguda para cada 100 mil habitantes. Na Santa Casa de São Paulo são diagnosticados dois casos por semana.

As inscrições para o “Dia da Pancreatite”, encontro que faz parte das comemorações do cinquentenário da FCMSCSP, devem ser feitas pelo site www.perfectaeventos.com.br. Alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo poderão participar gratuitamente.

Programação
08h – Abertura
08h15 – Classificação da Pancreatite Aguda
09h45 – Intervalo
10h15 – Como estudar e publicar sobre pancreatite aguda?
10h45 – Evolução da pancreatite aguda através do tempo
11h15 – Lançamento do livro “Pancreatite Aguda”
12h – Intervalo para almoço
13h30 – Tratamento clínico da pancreatite aguda
15h – Pesquisa experimental em pancreatite aguda
16h15 – Tratamento operatório na pancreatite aguda
17h15 – Falência Orgânica Múltipla: Mecanismos e uma possível solução

Serviço
O Dia da Pancreatite
Data: 20 de junho de 2013, quinta-feira
Hora: Das 8h às 17h45
Local: Anfiteatro Prof. Dr. Emilio Athié
Endereço: Rua Dr. Cesário Motta Júnior, 112 – Vila Buarque.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 19, em 11/6/2013. Assine nossa newsletter:http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Santa Prevenção

Santa Prevenção

A 27ª Jornada do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Santa Casa de São Paulo – Santa Prevenção, evento da programação comemorativa do cinquentenário da FCMSCSP, teve início nesta quinta-feira, dia 13/6, com a presença de diretores e professores da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e da ISCMSP. Como parte dessa iniciativa, a organização idealizou o projeto “Santa Prevenção”, um espaço exclusivo dedicado à resolução de dúvidas e à distribuição de folhetos explicativos sobre doenças que acometem a saúde da mulher.

O encontro tem como objetivo levar à população importantes informações sobre a prevenção de doenças. As palestras trazem informações sobre amamentação, HPV, endometriose, miomas, menopausa, vida sexual, diabetes gestacional, câncer de mama, câncer do colo do útero e preservação da fertilidade.