Ambulatório Social: alunos da FCMSCSP prestam atendimento gratuito à população

Ambulatório Social - FCMSCSPNo dia 30/5, sábado, das 10h às 15h, os alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realizarão o Ambulatório Social na E. E. Professora Marina Cintra, na rua da Consolação, 1.289, Higienópolis, em São Paulo (SP). A iniciativa para atendimento à população é idealizada pelo Projeto de Integração dos Primeiro-Anistas (PIPA), que integra as atividades de recepção aos calouros à Faculdade e conta com a organização do Centro Acadêmico Manuel de Abreu (CAMA).

De acordo com Kelvin Kamiya, integrante do CAMA e aluno do 3º ano de Graduação em Medicina da FCMSCSP,  a supervisão da ação será feita  pelo ex-aluno Diego Fontana Siqueira Cunha. “Além de ser egresso da Faculdade Santa Casa de São Paulo e já ter feito parte do Centro Acadêmico, o Diego tem uma proximidade com os alunos e é residente do Hospital das Clínicas”, explica Kamiya quanto à escolha da coordenação. Durante a iniciativa o grupo de participantes, sob acompanhamento de médico responsável, atuará em rodízio, tendo como responsabilidades a realização de inscrição de todos os pacientes e a execução de exames de:

  • dextro – teste de Glicemia;
  • medição de altura e de peso dos pacientes (cálculo do IMC);
  • aferição de pressão arterial;
  • orientações ginecológicas para as mulheres;
  • análise de sinais vitais e dos dados adquiridos;
  • análise feita pelo médico responsável.

“Essa é a oportunidade de viabilizar o primeiro contato dos primeiro-anistas com os pacientes, como se fossem profissionais atendendo de forma autônoma, porém com total supervisão. Nosso objetivo é promover o que aprendemos aqui na Faculdade que é a humanização da Medicina, ou seja, deixar o mais próximo possível esse contato entre médico e paciente”, completa Kamiya. Quanto ao benefício para os cidadãos, o aluno acrescenta: “Dependendo do caso, se a pessoa estiver com a pressão muito alterada ou com hiperglicemia, por exemplo, nós encaminhamos para o médico especialista, pois não podemos dar diagnóstico nenhum, mas orientá-la sobre os procedimentos a serem adotados para tratamento”.

Anúncios