Janeiro Dourado: A importância de buscar orientação médica antes de iniciar a prática esportiva

A campanha Janeiro Dourado foi criada em 2016 pela Sociedade Paulista de Medicina Desportiva (Spamde), com o objetivo de alertar a população com relação à necessidade da avaliação realizada por um médico do esporte antes de inserir o exercício físico em sua rotina diária.

De acordo com a Dra. Vera Lúcia dos Santos Alves, coordenadora do curso de pós-graduação em Fisiologia do Exercício Aplicada à Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, o exercício é muito importante e deve ser inserido na rotina de todos, porém o corpo humano possui diferentes sistemas que atuam de forma conjunta para a realização das atividades do dia a dia. A prática de atividade física representa sobrecarga aos estímulos habituais. “A consulta a um especialista determina como cada corpo está e prevê a resposta fisiológica ao exercício, sendo capaz de nortear as atividades que devem ser realizadas, tanto em relação à modalidade a ser adotada quanto à intensidade e volume”, ressalta a professora.

Como cada corpo possui sua própria fisiologia, alguns exercícios podem apresentar benefícios para alguns e riscos para outros. Por isso, todos devem buscar um especialista antes do início da prática de qualquer atividade física para individualizar o treino. Entretanto, segundo pesquisa do Ministério do Esporte, menos de 35% da população que pratica atividade física e esporte busca consultar um especialista.

Com relação aos esportistas de alto rendimento a superação dos limites do próprio corpo, pode resultar em diferentes malefícios. “Neste caso é preciso saber exatamente como o corpo reage aos constantes estímulos, para que os riscos à saúde sejam minimizados”, lembra a Dra. Vera. Para estes atletas profissionais, os especialistas realizam diferentes testes para compreender a fisiologia e nortear os objetivos dos treinos ao aumento de rendimento de forma mais segura.

Como proceder em caso de lesão?

Caso ocorra alguma lesão, haverá necessidade de afastamento temporário da atividade física, podendo variar de horas a meses. Também é necessário procurar imediatamente o profissional que já acompanha o indivíduo para uma avaliação. “Se necessário, realizar reabilitação. O objetivo será reestabelecer a biomecânica o mais rápido possível sendo consideradas etapas como o treino específico de gestos esportivos e simulação do ambiente de treino”, destaca a professora.

Já para prevenir lesões é importante adotar um ambiente de treino seguro, com a utilização de acessórios adequados, tais como: um tênis específico para corrida, ou equipamentos de segurança em jogos competitivos.

Segundo a Dra. Vera dos Santos Alves, a criação de uma data específica para conscientização é um marco que reflete a preocupação com a prática segura e realizada a partir de orientações e acompanhamento de especialistas, chamando a atenção da população, o que pode garantir que a prática resultará em uma vida saudável. “Como as modalidades se multiplicam e há inúmeras “promessas de milagres” ligados à prática de exercício, o Janeiro Dourado assume ser uma grande ação de conscientização social”.

Sobre a importância do curso de pós-graduação em Fisiologia do Exercício Aplicada à Clínica Médica, a Dra. Vera diz que a fisiologia humana é uma área em constante atualização. “Por isso, é importante que os profissionais que avaliam, prescrevem e acompanham atividades desportivas busquem a especialização e se mantenham engajados para o desenvolvimento seguro e saudável do exercício”, finaliza.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 122, em 12/1/2018. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Anúncios

Prof. Dr. Roberto Stirbulov assume Coordenadoria de Pós-graduação lato sensu da FCMSCSP

Roberto-Stirbulov-Faculdade-Santa-Casa

Prof. Dr. Roberto Stirbulov, pneumologista e professor da FCMSCSP

Em abril deste ano foram nomeados novos professores para integrar as coordenadorias de Cultura, Extensão, Graduação, Pós-graduação, Pesquisa, Comissão Própria de Avaliação (CPA), Comissão Científica e Núcleo de Relações Internacionais (NRI) da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Dentre eles, está o Prof. Dr. Roberto Stirbulov, que assume a coordenadoria de Pós-graduação lato sensu da FCMSCSP.

Atualmente a Coordenadoria administra mais de 45 cursos de especialização, supervisiona o acompanhamento dos cursos de extensão para enquadramento nas resoluções do Ministério da Educação (MEC) e zela pela qualidade pedagógica dos programas.

“Nosso objetivo é trabalhar junto aos coordenadores de cursos para obtenção da excelência e organização mais estruturada da administração dos programas disponíveis na FCMSCSP”, relata o Dr. Stirbulov. À frente da Coordenadoria, o professor afirma ainda que deseja incrementar cursos de especialização de ensino a distância (EAD).

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 113, em 20/6/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.  

Faça pós-graduação na FCMSCSP

Ainda dá tempo para você se inscrever nos programas de pós-graduação lato sensu da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e iniciar, ainda este semestre, a sua especialização na área de saúde.

Confira quais os cursos com inscrições abertas, clicando nos links relacionados: