Curso de Ética em Pesquisa

Professores da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo estarão entre os participantes do 5º Curso de Ética em Pesquisa, promovido pela Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. O encontro será realizado no Anfiteatro do Departamento de Ortopedia – Pavilhão Fernandinho Simonsen, no dia 24 de setembro, quarta-feira, das 8h30 às 12h00.  As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 9/9/2014, pelo tel. (11) 2176-7689, com Beatriz, ou por e-mail: cepsc@santacasasp.org.br, com nome completo, departamento ou hospital, e-mail e telefone.

Confira a programação científica:

8h30 às 9h – Abertura

  • Prof. Dr. Raimundo Raffaelli Filho (diretor clínico da ISCMSP)
  • Prof. Dr. Valdir Golin (diretor da FCMSCSP)
  • Prof. Dr. Nelson Keiske Ono (coordenador do CEP-ISCMSP)

9h às 9h40 – Biobanco

Moderador: Prof. Dr. José Cássio de Moraes

  • 9h às 9h20 –Uso de material do biobanco em pesquisaDr. Antonio Hugo Campos (Hospital A. C. Camargo)
  • 9h20 às 9h40 – Discussão

9h40 às 10h10 – Coffee break


10h10 às 11h10 – Plataforma Brasil

Moderador: Prof. Dr. Wilmar Artur Klug

  • 10h10 às 10h30 – Eventos Adversos e Desvios de Protocolo
    Profa Dra. Maria Helena Vianello Richtzenhain
  • 10h30 às 10h50 – Uso de Placebo
    Prof. Dr. Thomaz Augusto Rocha e Silva
  • 10h50 às 11h10 – Discussão

11h10 às 12h – Mesa Redonda Moderna – Plataforma Brasil

Opinião dos Usuários

  • 11h10 às 11h20 – Facilitou – Sra. Gislaine Mancin – Hemocentro (SC)
  • 11h20 às 11h30 – Dificultou – Sra. Luciana Akemi Tagata  (CPClin)

Moderador: Prof. Dr. Nelson Keiske Ono
Debatedores: Prof.ª Dra. Maria Helena Vianello Richtzenhain
Dr. Antonio Hugo Campos (Hospital A. C. Camargo)

12h – Encerramento

Anúncios

“Vivemos as alegrias de todas as inaugurações”

Dr. Osmar CamargoEssa é a declaração do Dr. Osmar Camargo, aluno da primeira turma do curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, que fala ao Conectar, em mais uma entrevista especial comemorativa aos 50 anos de existência da Instituição. O médico, que atua como ortopedista do Pavilhão Fernandinho Simonsen, no Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, conta sobre o início das atividades da Faculdade, em 1963.

Conectar – O que o senhor pode destacar sobre a primeira turma da FCMSCSP?
Dr. Osmar Camargo – Durante os seis anos da graduação, acompanhamos a evolução da Instituição. Quando eu ingressei no curso, a Faculdade Santa Casa de São Paulo estava instalando suas salas e auditórios. Vimos a confecção do projeto arquitetônico para o recebimento dos alunos. Vivemos as alegrias de todas as inaugurações, do surgimento e contratação dos nossos professores, e, principalmente, acompanhamos a evolução da Instituição até os dias de hoje, o que foi ótimo também para enriquecer a nossa bagagem acadêmica e o orgulho de nos transformarmos em docentes.

Conectar – Quais foram as experiências adquiridas nessa fase inicial da Instituição?
Dr. Osmar Camargo – Tinha uma pressão positiva, por sermos uma nova Faculdade, na qual um sistema educacional de Medicina diferenciado foi implantado, à época, caracterizado principalmente pelo aprendizado prático associado à teoria. Aprendemos dentro de um hospital-escola desde o primeiro ano. Isso nos diferenciou das outras Instituições daquele período, inclusive serviu de modelo para as demais.

Conectar – O que influenciou o senhor na escolha pela Medicina?
Dr. Osmar Camargo – Eu optei pela Medicina quando estava terminando o colegial e foi por influência de alguns parentes, que também são médicos. Eles me mostraram o valor da área médica dos pontos de vista social e assistencial. Assim, eu senti que era uma ótima opção de carreira.

Conectar – Quais são os principais desafios enfrentados na área da ortopedia?
Dr. Osmar Camargo – Um dos desafios de qualquer segmento médico é manter-se atualizado, em função da forte carga de trabalho e da falta tempo para fazer uma leitura contínua de novas informações científicas. Cursos de reciclagem também são extremamente necessários.

Conectar – O que deve ser avaliado antes de ingressar na Medicina?
Dr. Osmar Camargo – Perceber se há vocação para se dedicar a um curso que tem duração mínima de seis anos. A pessoa precisa ter aptidão a abraçar uma grande quantidade de conhecimento e também desenvolver uma visão humanística de servir ao próximo.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 14, em 2/4/2013. Assine nossa newsletter:http://www.fcmsantacasasp.edu.br.