Conheça a origem do Outubro Rosa

Laço cor-de-rosa é um símbolo internacional usado por indivíduos, empresas e organizações na luta e prevenção do câncer de mama

O movimento popular conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo e o nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama.

Este movimento nasceu nos Estados Unidos (EUA), onde, no mês de outubro, vários estados tinham ações isoladas referentes ao câncer de mama e mamografia. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.

A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de- rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade.

A popularidade do Outubro Rosa conquistou o mundo de forma elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos e culturas.

Os principais focos da campanha são:

  • Divulgar informações gerais sobre câncer de mama;
  • Promover o conhecimento e estimular a postura de atenção das mulheres em relação às suas mamas e à necessidade de investigação oportuna das alterações suspeitas;
  • Informar sobre as recomendações nacionais para o rastreamento e os benefícios e os riscos da mamografia de rotina, possibilitando que a mulher tenha mais segurança para decidir sobre a realização do exame.

Em comemoração ao Outubro Rosa, o serviço de Quimioterapia Ambulatorial da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo realiza no dia 30/10, das 9h às 11h40, uma palestra com o tema “Saúde da Mulher”, ministrada pela Dra. Marineide Prudêncio do Departamento de Oncologia Clínica da ISCMSP e coordenadora do evento. Após a palestra, acontece uma apresentação do Ballet Cisne Negro, no local XXXXX

Por dia, o serviço de Quimioterapia Ambulatorial da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo atende de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, em média, 45 pacientes.

Texto elaborado por Caroline Souza Gomes Bernardo, na disciplina Estágio Curricular em Enfermagem II, do 8º semestre, do curso de Graduação em Enfermagem da FCMSCSP, durante o estágio no Unidade de Quimioterapia/Hemocentro, supervisionado pela Prof.ª Mestra Luzia Nahoyo Oka Horiuchi.

Referências: Gazeta do Povo. Você conhece a história do outubro rosa? [online]. Disponível em: http://www.gazetadopovo.com.br/viver-bem/comportamento/voce-conhece-historia-outubro-rosa/; Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva [online]. Disponível em: http://www.inca.gov.br/wcm/outubro-rosa/2015/movimento-outubro-rosa.asp

Outubro Rosa

Nesta sexta-feira, 31/10, colaboradores da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo vestiram rosa, encerrando o mês dedicado à conscientização para prevenção do câncer de mama.
Outubro Rosa_31102014

Outubro Rosa: centro acadêmico debate a temática da mulher na área da saúde e na sociedade

Palestras na FCMSCSP - Outubro rosa

Nos dias 21, 22 e 24/10, segunda, terça e quinta-feira, das 17h às 20h, o Centro Acadêmico Manoel de Abreu (CAMA) realizará debates sobre importantes aspectos com a temática da mulher, na área da saúde e na sociedade. Essa é a proposta do encontro “Outubro Rosa”, em alusão ao conhecido movimento celebrado em todo o mundo.

Entre os temas apresentados, estão “Relações entre homens e mulheres: construídas ou naturais?” e “Trajetória das mulheres na Santa Casa e reflexões sobre a atuação dos homens e mulheres na Medicina”. Também estão programadas duas mesas para discussão sobre direito reprodutivo e estatuto do nascituro e violência contra a mulher, com especialistas nas áreas de Direito e Psicologia. Para conferir a programação completa, clique aqui.

O apoio é da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Irmandade da Santa Casa de Misericórdia da Santa Casa de São Paulo, Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho e do Centro de Estudos Augusto Leopoldo Ayrosa Galvão (Cealag).

Local: Anfiteatro Paulo A. Ayrosa Galvão: Rua Dr. Cesário Motta Jr., 112, Vila Buarque, São Paulo (SP).