Estudo conduzido pela FCMSCSP testa cirurgias cardíacas em órgão impresso em 3D

luiz-antonio-rivetti-fcmscsp

Dr. Luiz Antonio Rivetti, professor da FCMSCSP

Um estudo desenvolvido pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo testa a eficácia de biomodelos – réplicas – de corações de pacientes impressos em 3D no aprimoramento de procedimentos cirúrgicos. Realizado em parceria com o Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, o estudo conduzido há três anos, vem sendo testado em pacientes e tem financiamento da Secretaria de Apoio à Pesquisa (SAP) da FCMSCSP.

A tecnologia que permite a impressão em 3D de corações tem sido importante para o avanço da medicina cardiovascular: “Literalmente, com o coração na mão conseguimos interpretar melhor o que as imagens estáticas ou tridimensionais computadorizadas não conseguem mostrar. A tecnologia permite um diagnóstico mais preciso e, como consequência, uma preparação mais minuciosa de toda a cirurgia. Com o biomodelo, é incrível a riqueza de detalhes do coração reproduzido”, afirma o Dr. Luiz Antonio Rivetti, professor da FCMSCSP, orientador da pesquisa e médico cirurgião.

Segundo o Dr. Rivetti, a impressão em detalhes dos órgãos em 3D não é simples e passa por três etapas. “Até chegar em nossas mãos, o biomodelo passa por um processo de impressão de cerca de 22 horas. É demorado e é por isso que não conseguimos ainda utilizar a tecnologia no trato de casos mais urgentes. Após o diagnóstico, o Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, orientado pela FCMSCSP, produz as imagens tridimensionais do coração. Em seguida, o material é encaminhado para uma empresa de tecnologia especializada em impressões em 3D, que realiza o procedimento”, explica o cardiologista.

Até o momento, os testes foram feitos em três pacientes, com êxito: “A réplica do coração ajuda a identificar qual parte exata do músculo não está mais contraindo, como ocorre com o aneurisma do ventrículo esquerdo, causa de cerca de 15% dos infartos em pacientes com o diagnóstico. Com o biomodelo, ganhamos em agilidade e precisão”, finaliza o professor. ”

Pesquisa da FCMSCSP é destaque na imprensa
O estudo desenvolvido pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo vem sendo destaque na grande imprensa. Acompanhe aqui no Blog FCMSCSP mais detalhes sobre a repercussão deste tema: http://blog.fcmsantacasasp.edu.br.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 98, em 4/10/2016. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.