Ex-aluno de Medicina, falecido em 2007, é lembrado para homenagem

AME SorocabaDr. Paulo Roberto Aguilar Carrasco, ex-aluno de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, poderá ter, em breve, seu nome associado ao Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Sorocaba (SP). A homenagem surge em decorrência da iniciativa de um projeto de lei, apresentado no dia 14 de maio pela deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB).

Dr. Paulo Carrasco, natural de Sorocaba, médico oftalmologista bastante conceituado por sua atuação, formou-se em 1975 na FCMSCSP e também foi residente na Santa Casa de São Paulo. Em sua cidade natal, exerceu a profissão por trinta anos. Faleceu em 29 de outubro de 2007 e teve a indicação desta importante homenagem por toda a sua contribuição, como cidadão e médico, à comunidade de Sorocaba e região.

Um agradecimento especial a um grande mestre da Medicina

Dr Nelson ProençaA Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo chega ao ano de seu cinquentenário. Essa data marca uma trajetória de conquistas, realizações e inúmeras histórias, resultado de muita dedicação ao longo desse meio século. Para compartilhar as experiências vividas nesse período, o Conectar* escolheu a primeira edição de 2013 para homenagear um ilustre ex-professor da FCMSCSP, o Dr. Nelson Proença, que completou 80 anos de idade e se mudou para outra cidade, onde pretende continuar sua vida profissional como médico dermatologista.

Como forma de agradecimento à Instituição, o Dr. Proença escreveu uma carta ao diretor da Faculdade Santa Casa de São Paulo, Dr. Valdir Golin. O Conectar reproduz abaixo um trecho do texto:

 “Dediquei mais de quatro décadas, de minha vida profissional, prestando serviços a esta nobre instituição: a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Agradeço a oportunidade que me foi dada, de aqui exercer a Cátedra. Sinto-me como um eterno devedor.

Devedor, sim, por permitir que eu pudesse participar de uma das mais legítimas propostas de formação médica que existem no Brasil. Nossa Faculdade é um exemplo a ser seguido. Principalmente nesta época, onde faltam, cada vez mais, propostas legítimas, desprovidas de interesses materiais, que estão baseadas tão somente em valores morais e éticos, orientando a Educação”.

Em resposta a esta carta, Dr. Golin destaca que o Dr. Proença é um exemplo de mestre e médico:

“Foi um grande realizador e responsável pela formação de centenas de dermatologistas, na verdadeira acepção da palavra, além de cuidar da formação também de médicos formados pela FCMSCSP. Sua vinda para a Santa Casa fez florescer a especialidade de dermatologia, seu ambulatório, a humanização do atendimento ao paciente carente, além de elevar cientificamente o nível da Instituição com numerosas publicações científicas e titulações de seus assistentes.

O agradecimento é nosso, caro professor, contudo esta sua atitude mostra realmente aquilo que os grandes mestres, com caráter e dignidade, possuem e que os diferenciam dos medíocres, ao referenciar a Faculdade que lhe propiciou a oportunidade de conviver com os jovens estudantes, com avidez para desenvolver seus conhecimentos, coisa não muito frequente no mundo extremamente competitivo e materialista de hoje”completa Dr. Valdir Golin.

Os ensinamentos e a postura acadêmica do Dr. Proença também marcaram a formação de um dos seus primeiros ex-alunos da Faculdade Santa Casa de São Paulo, o Dr. Marcus Maia. Confira a seguir um trecho de seu depoimento ao ex-professor:

“Além de professor de Dermatologia, recebemos do Prof. Proença ensinamentos para a vida profissional de consultório. Gostaria de comentar sobre a atuação dele como pesquisador Clínico, que sempre enxerga uma oportunidade de estudo exatamente com o nosso cotidiano. As outras contribuições do Professor para a nossa Instituição também são enormes.

Muito importante foi a sua atuação informal constante na defesa da ética em qualquer atividade acadêmica, bem como profissional, contribuindo de maneira decisiva para a consolidação da Dermatologia na nossa Escola e para a sua reputação, amplamente reconhecida. O Prof. Proença mostra e destaca aquilo que podem considerar como um modelo acadêmico, uma pessoa que ao longo de toda a sua vida profissional dignificou a profissão acadêmica, e isso é importante e impactante para a Santa Casa e para o Brasil.

O Prof. Proença, mesmo depois de se aposentar, continua se dedicando de maneira tão intensa à Santa Casa tanto quanto ou mais que antes. Então, penso que há várias lições para se tirar dessa homenagem e gostaria de cumprimentá-lo de maneira enfática e efusiva, especialmente pelo exemplo que ele é para os estudantes, uma pessoa que é um modelo de comportamento e profissional”conclui o Dr. Marcus Maia.

*Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 9, em 22/1/2013. Assine nossa newsletter:http://www.fcmsantacasasp.edu.br.