Feira de Saúde na capital paulista promove ações de aconselhamento e prevenção para público masculino

Participantes preparados para o futsal

Participantes preparados para o futsal

Alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, por meio do Departamento de Medicina Social, realizaram a Feira da Saúde, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Bom Retiro, em São Paulo, no dia 15 de junho.

O objetivo foi promover a saúde do homem, naquela região. Durante o evento, os alunos de Medicina e Enfermagem da Instituição prestaram aconselhamento familiar e social, medição da pressão arterial e glicemia, com a finalidade de prevenir a Hipertensão Arterial Sistêmica e Diabetes. Além dos estudantes, o evento contou com médicos especialistas em ortopedia, medicina do esporte, clínico geral, entre outros.

A Feira também promoveu jogos de futsal, cujo campeonato acontece durante o ano, organizado pela comunidade latino-americana que reside na região do Bom Retiro. Houve ainda um amistoso entre o time dos alunos da Faculdade Santa Casa de São Paulo e a equipe campeã do ano passado.

“O foco era a saúde do homem, pois durante o ano estamos presentes na UBS e verificamos que o público masculino quase não procura os atendimentos. Assim, surgiu a ideia de trazê-lo com a família para também tentar aproximá-los, pois observamos que, muitos deles, não podem acompanhar os estudos do filho na escola ou não sabem como está a atualização da carteirinha de vacinação das crianças, por exemplo. Dessa forma, procuramos estimular a integração familiar”, afirma João Cheloni, aluno do 2º ano de Medicina da Faculdade Santa Casa de São Paulo.

A Feira da Saúde foi organizada pela FCMSCSP, com a coordenação do Dr. Oziris Simões, professor assistente do Departamento de Medicina Social, pela Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Centro de Estudos Augusto Leopoldo Ayrosa Galvão (CEALAG), UBS Bom Retiro, Prefeitura de São Paulo e VIMART, entidade ligada à comunidade boliviana em São Paulo.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 43, em 18/6/2014. Assine nossa newsletter:
http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Fórum sobre diabetes apresenta medicamentos e tecnologias para melhor controle da glicemia

Dr. João Eduardo Nunes Salles, professor da disciplina de Endocrinologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São PauloNo Fórum Internacional de Diabetes, realizado recentemente pela SBD (Sociedade Brasileira de Diabetes) em parceria com a IDF (Federação Internacional de Diabetes) e a Associação Latino-Americana de Diabetes, em Foz do Iguaçu, foram apresentados medicamentos e tecnologias que prometem controlar a glicemia de forma mais eficaz e com menos efeitos colaterais. Conheça mais detalhes nesta reportagem do Portal R7, publicada em 24/5, com a participação do Dr.  João Eduardo Salles, professor titular de endocrinologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e diretor da SBD. Clique aqui para conferir.

Ambulatório Social: iniciativa de alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

Neste sábado, dia 23 de março, alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realizarão o Ambulatório Social. O objetivo é atender a população de baixa renda. A iniciativa ocorre a partir das 9h, na Paróquia Santa Cecília (Largo Santa Cecília, 202), em São Paulo (SP). A ação é idealizada pelo Projeto dos Primeiro-Anistas (PIPA) e integra as atividades de recepção dos calouros à Instituição.

Ambulatório Social - FCMSCSPCom a supervisão de médicos e residentes do Hospital de Ensino da Santa Casa de São Paulo, os estudantes da Faculdade irão proporcionar à comunidade um panorama sobre a sua condição de saúde, além de fornecer informações e orientações. “É um evento muito importante, pois as pessoas terão acesso a exames básicos. Somado a isso, os primeiro-anistas terão a oportunidade de exercer na prática ações que são fundamentais ao aprendizado do profissional da área médica”, diz João Pedro de Souza Cabral Simões, aluno do 3º ano do curso de Medicina e integrante da coordenadoria cultural do Centro Acadêmico Manuel de Abreu (CAMA).

Durante a iniciativa, os pacientes preencherão uma ficha de inscrição e serão direcionados a seis estações, que prestarão atendimentos diferentes:
– Identificação do paciente;
– Teste de glicemia;
– Medida de altura e de peso dos pacientes (cálculo do IMC);
– Aferição de pressão arterial;
– Orientações ginecológicas para as mulheres;
– Orientações gerais, em que o paciente terá uma visão sobre seu estado de saúde.