Inauguração do Instituto de Pesquisa da Santa Casa

A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo inauguraram nesta segunda, dia 26, o Instituto de Pesquisa da Santa Casa, localizado na Vila Buarque, em São Paulo. Na ocasião, estiveram presentes o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, a vice-prefeita de São Paulo, Alda Marco Antônio, e Luciana Temer, representando o vice-presidente da República, Michel Temer, entre diversas outras autoridades.

O provedor da Irmandade, Dr. Kalil Rocha Abdalla, descreveu a importância do Instituto para a evolução das pesquisas na área de saúde, que resultará em benefícios à sociedade como um todo. Já a Dra. Luisa Lina Villa agradeceu o apoio de entidades como CNPq e Fapesp que acreditaram no projeto desde o início, financiando boa parte do Instituto, por meio de recursos cedidos pelo Ministério de Ciência e Tecnologia.

O evento contou também com a presença dos diretores da Faculdade e Irmandade, além dos grandes veículos de comunicação do país que cobriram o evento.

O Instituto visa centralizar as pesquisas existentes nos departamentos do Hospital Central da Santa Casa, viabilizar novos projetos e agilizar os processos administrativos para aquisição de apoio e patrocínio às pesquisas, além de melhorar ainda mais a assistência médica dentro da Instituição.

Infraestrutura do Instituto
O novo prédio que abrigará o Instituto possui seis andares, sendo três só de laboratórios e um andar de suporte técnico de pesquisa. Ainda há um anfiteatro e um andar administrativo.

O Instituto é composto por três setores:
•    Núcleo Metodológico: coordenado pelo Prof. Dr. Hudson Buck.
Possibilita centralização de equipamentos e pessoal especializado, permitindo oferecer suporte técnico à pesquisa Institucional. Também é função do Núcleo criar um centro de referência e viabilizar logística de coleta, recepção, transporte e armazenamento de amostras específicas das linhas de pesquisa apoiadas pelo Instituto.

•    Instituto de Pesquisa Clínica: coordenado pela Dra. Vera Lúcia Alves.
Oferecerá agilidade, centralizando e facilitando a logística para o desenvolvimento de projetos, bem como o suporte administrativo, essencial para o crescimento da pesquisa clínica institucional.

•    Instituto do HPV: coordenado pela Profª. Dra. Luisa Lina Villa.
O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do HPV (INCT-HPV) tem como missão o estabelecimento de um ambiente para a pesquisa em todos os níveis de atuação relacionados à infecção por HPV e doenças associadas. Ele conta com o apoio do CNPq e da Fapesp, cujos recursos vêm sendo utilizados tanto para a montagem de laboratórios de última geração na sede do Instituto de Pesquisas da Santa Casa, quanto para a compra de equipamentos e material de consumo utilizado em diversas linhas de pesquisa em andamento.

Anúncios

Santa Casa de SP recebe repasse de R$ 5 milhões do governo estadual

Geraldo Alckmin Faculdade Santa Casa

Na ocasião, o governador Geraldo Alckmin assinou o documento de repasse da verba à Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Na manhã do dia 16 de julho, o governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin esteve presente no Salão Nobre da Irmandade de Misericórdia da Santa Casa de São Paulo para oficializar o repasse extra de R$ 5 milhões à Instituição.

A verba será utilizada para a reforma da enfermaria dos departamentos de cirurgia e clínica médica, aumentando de 215 para 244 o total de leitos. O Dr. Kalil Rocha Abdalla, provedor da Santa Casa, falou sobre as dificuldades que o Hospital Central, principalmente, enfrenta para atender os cerca de 8 mil pacientes diariamente.

Compareceram também ao evento o engenheiro José Cândido de Freitas Junior, presidente da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho e o Dr. Valdir Golin, diretor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, assim como demais representantes do corpo diretivo e docente da Faculdade.

Segundo o Secretário Estadual da Saúde, Giovanni Guido Cerri, as unidades filantrópicas paulistas “são responsáveis por quase metade das internações realizadas na rede pública em todo o Estado”.

Além da criação de novos leitos, o repasse servirá também para reformar um espaço de 1,3 mil m², incluindo o mezanino que será ocupado por um Centro de Estudos Científicos, anfiteatros e áreas administrativas.