FCMSCSP tem inscrições abertas para especializações na área de Fisioterapia

especializacao-fisioterapia-faculdade-santa-casaPara você, fisioterapeuta, que está à procura de uma especialização como forma de aprimoramento profissional, esta é a sua oportunidade. Na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo você pode dar continuidade aos seus estudos com os cursos de Pós-graduação na área de Fisioterapia. Todas as especializações contam com docentes que possuem ampla experiência e com o trabalho de coordenadores preparados que asseguram a atualização constante dos cursos.  Conheça, na relação a seguir, todos os cursos que já estão recebendo inscrições no Portal FCMSCSP.

  • Fisiologia do Exercício Aplicada à Clínica Médica

O curso de Pós-graduação em Fisiologia do Exercício Aplicada à Clínica Médica tem como objetivo promover conhecimento teórico-prático do treinamento físico, evidenciando a importância do mesmo na clínica médica e cirúrgica como terapêutica de prevenção e reabilitação. Para mais informações, acesse o Portal FCMSCSP.

  • Fisioterapia Cardiorrespiratória e Metabólica

Com duração de 13 meses, o curso de Pós-Graduação em Fisioterapia tem como objetivo capacitar o profissional na especialidade em todas as dimensões: prevenção, tratamento e reabilitação. Inscrições abertas até dia 17 de julho. Para mais informações, acesse o Portal FCMSCSP.

  • Fisioterapia Hospitalar

Novo curso de especialização da FCMSCSP, a Pós-graduação em Fisioterapia Hospitalar conta com carga horária de 1652 horas e tem duração de 13 meses, incluindo a entrega da monografia. O objetivo do programa é capacitar o profissional a desenvolver a prática clínica com conhecimento científico, promover conhecimento teórico para uma abordagem fisioterápica prática e concisa, evidenciando a necessidade da atuação fisioterápica preventiva nos programas de reabilitação cardiorrespiratória e metabólica, visando o retorno dos pacientes ao convívio sociocultural a que pertencem. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de julho, pelo Portal FCMSCSP.

  • Fisioterapia nas Afecções da Coluna Vertebral

Com duração de 13 meses e aulas aos sábados, das 8h às 16h40, o curso de Pós-Graduação em Fisioterapia nas Afecções da Coluna Vertebral tem como objetivo oferecer instrumentalização a seus alunos por meio de conhecimentos para avaliação criteriosa e entendimento do processo patológico, a fim de que possa propor a forma mais eficaz de intervenção fisioterapêutica. Este programa de especialização lato sensu também proporciona aos seus alunos a perspectiva de ensino e de pesquisa na área. As inscrições vão até 17/7 e podem ser feitas diretamente, no Portal FCMSCSP.

  • Fisioterapia na Saúde da Mulher e do Homem

O curso de Pós-graduação em Fisioterapia na Saúde da Mulher e do Homem tem como foco promover o bem-estar, prevenção, tratamento e reabilitação do paciente, a fisioterapia possui campo de atuação amplo e concorrido, embora as áreas mais conhecidas da carreira ainda sejam as traumato-ortopédica, neurológica, esportiva e, atualmente, a área de estética. Sempre atenta à evolução da área da saúde, em que cada vez mais os fisioterapeutas são requisitados para atuar nas áreas de ginecologia, obstetrícia e urologia. Inscrições podem ser feitas até o dia 17/7, no Portal FCMSCSP.

Contato com animais pode ser benéfico no tratamento de diversas doenças

A relação com os animais pode ir muito além da afetividade e do carinho. O simples contato com os bichos pode melhorar a vida de pessoas com doenças como depressão, paralisia cerebral, câncer, autismo, Alzheimer, síndrome do pânico e Parkinson.

Cães, gatos, aves e cavalos podem ser aliados nos trabalhos de psicólogos, enfermeiros, fisioterapeutas e médicos. A iniciativa, quando realizada regularmente, é chamada de TAA (Terapia Assistida por Animal). Quando é esporádica recebe o nome de AAA (Atividade Assistida por Animais).

Dr. Rogério Pecchini, chefe do departamento de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São PauloDe acordo com o Dr. Rogério Pecchini, professor de Pediatria e Puericultura da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e diretor do Departamento de Pediatria da Santa Casa de São Paulo, os animais são eficazes para aumentar a autoestima e a sociabilidade de indivíduos com distúrbios de comportamento, por exemplo, visto que trabalha o contato pessoal e a afetividade.

“Comprovações científicas mostram que a terapia com bichos pode ser positiva em alguns tipos de doenças. A melhora do paciente com a presença deles está relacionada a uma série de fatores como: alteração de ambiente, desenvolvimento do carinho e mudança nas relações interpessoais”, explica.

Dr. Pecchini afirma que a reabilitação não se restringe apenas ao contato com os cachorros. “Por exemplo, a equoterapia, em que são utilizados cavalos, melhora a parte motora e a sociabilidade de crianças com Síndrome de Down”, declara.

Para o professor, crianças que estão passando por algum tipo de doença e têm contato com cachorros, apresentam resultados no humor e no bem-estar. “Isso também ajuda a aumentar a recepção ao tratamento, algo que pode ser visto claramente. Quando os animais chegam ao ambiente em que os pacientes estão, há uma alegria enorme por parte dos pequenos que estão hospitalizados”, diz.

Somado a isso, o Dr. Pecchini explica que o animal tem um importante papel na vida da garotada: “Aquelas que são criadas com animais apresentam maior relação afetiva com as outras pessoas. Já as crianças um pouco mais velhas podem criar também um senso de responsabilidade. Não há nada comprovado sobre isso, mas observamos muitos casos”, finaliza. O professor indica cachorros de raças dóceis e ressalta a importância da higienização, alimentação e imunização do animal.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 43, em 18/6/2014. Assine nossa newsletter:
http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Anatomia do Joelho: novo curso na Faculdade Santa Casa de São Paulo

Nos dias 19, 20 e 21 de outubro, sexta, sábado e domingo, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realizará o curso “Anatomia do Joelho – Dissecção de Peças Anatômicas Humanas“, com duração de 16 horas. O programa  tem a coordenação do Prof. Dr. Antonio Cardoso Pinto e da Profª Dra. Mirna Duarte Barros, chefe do Departamento de Morfologia.

PÚBLICO-ALVO: Graduandos em Medicina (do 3º ao 6º ano), residentes em ortopedia, médicos e fisioterapeutas. Vagas limitadas a 20 participantes.

INVESTIMENTO TOTAL: R$ 700,00 (setecentos reais).

PARA INSCRIÇÕES ATÉ 17/10/2012 (data-limite), DESCONTO DE 20%. TOTAL DO INVESTIMENTO: R$ 560,00 (quinhentos e sessenta reais).

Programação:
19/10
, sexta-feira (das 18h às 22h00)
– 18h: Apresentação do Curso – Profª Dra. Mirna Duarte Barros
– 18h30: Articulações – Prof. Dr. Antonio Cardoso Pinto
– 20h:  intervalo
– 20h30: Joelho: a articulação e ações musculares – Profª Dra. Mirna Duarte Barros
– 22h: encerramento do 1º dia

20/10, sábado (das 8h às 12h e das 13 às 17h00)
– 8h: orientação sobre dissecção, orientação e apresentação de peças já dissecadas
– 8h30: início da dissecção
– 12h às 13h: intervalo
– 17h00: encerramento do 2º dia

21/10, domingo (8h às 12h)
– 8h: dissecção
– 11h30: – finalização da atividade prática
– 12h: encerramento do curso

Este programa tem como objetivo a anatomia da articulação do joelho e será adotada uma peça para cada dois alunos.

Para mais informações e inscrições, clique aqui.