Ex-aluna da FCMSCSP se torna chefe de Enfermagem

Tatiane Novais se formou em Enfermagem pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo em 2006. Atualmente, a ex-Santa é chefe de Enfermagem das Unidades de Internação e Infusão do Hospital Santa Isabel (Veridiana). Em entrevista ao Conectar*, ela fala sobre suas experiências durante a graduação na FCMSCSP e sobre a carreira na área.

Conectar – Como era sua rotina quando estudava na FCMSCSP?
Tatiane – Na época, eu apenas estudava. Durante esse período, tive a oportunidade de fazer parte do Centro Acadêmico de Enfermagem, do qual fui vice-coordenadora. Eu também participava das ligas e de ações voluntárias, como o projeto Colinho, junto com a Dra. Maria Teresa Gutierrez. Até hoje participo de palestras dessa iniciativa, o que me auxilia a manter uma relação próxima com a Instituição.

Conectar – Estudar em uma Faculdade vinculada a uma instituição de saúde ajudou na sua formação?
Tatiane – Ajudou muito, pois nós tínhamos o bloco teórico e, logo em seguida, o prático. Isso me auxiliou a sedimentar os conhecimentos obtidos, algo difícil de encontrar em outras instituições de ensino, afinal, a FCMSCSP foi importante para meu crescimento profissional. Quando a gente compara a Faculdade Santa Casa de São Paulo com outras do mercado há vários diferenciais, pois estudamos em um hospital do porte como a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Conectar – Qual foi o processo para você chegar ao cargo de chefia?
Tatiane – Eu ingressei como enfermeira assistencial da Unidade de Internação. Depois, fui promovida para enfermeira de Educação Continuada, cargo em que permaneci por quase três anos e, então, passei a ocupar meu atual cargo.

Conectar – Quais desafios você enfrenta atualmente nessa área?
Tatiane – O desafio é constante e todos os dias há algo novo. Dentro de um hospital particular, os pacientes prezam pela qualidade, atenção e habilidade técnica dos colaboradores. Dessa forma, precisamos constantemente capacitar e orientar nossa equipe para alcançar uma qualidade de atendimento que supere as expectativas dos pacientes.

Conectar – Por que você escolheu o curso de Enfermagem?
Tatiane – Desde pequena gostava da área da saúde. Quando cresci, me interessei por Enfermagem, pois eu queria ser aquela pessoa que fica um grande período no hospital com o paciente e faz a diferença no cuidado dele. Hoje, mesmo sendo chefe e cuidando da área administrativa, ainda estou muito perto dos pacientes, algo que eu sempre busquei.

Conectar – Quais dicas você poderia dar para aqueles que desejam ingressar no curso de Enfermagem?
Tatiane – É preciso gostar e entender que os pacientes estão em um momento de fragilidade emocional, além da física. É um conjunto de fatores em que o profissional tem que gostar e se identificar. Além disso, a carreira é muito promissora e com mais oportunidades. Hoje, eu acredito que quanto mais a gente consegue se desenvolver na área, mas ela exige dedicação e conhecimento. Isso tem aumentado nos últimos tempos.

*Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 34, em 12/2/2014. Assine nossa newsletter http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Disciplina de Enfermagem discute as interferências da sociedade na saúde

Com o objetivo de introduzir os alunos aos conhecimentos sobre a compreensão do adoecimento da população, formas de percepção desses processos, sistemas de cura e intervenções terapêuticas desenvolvidas pelas culturas humanas, o curso de Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo apresenta, no primeiro semestre, a disciplina de Ciências Sociais Aplicada à Saúde.

“A proposta é aprofundar o entendimento entre as ciências sociais e a saúde, englobando as contribuições dessa área para a Medicina. Com isso, é possível compreender a situação atual da sociedade brasileira, inclusive no âmbito familiar, associando-a aos cuidados necessários com a saúde”, conforme afirma o Dr. José Carlos Bittencourt, professor dos cursos de Enfermagem e de Medicina da Faculdade Santa Casa de São Paulo.

O especialista explica que a disciplina também aborda os desdobramentos e contribuições da área social à saúde coletiva. “Trata-se de um foco de estudo importante, visto que está presente nos cursos de Enfermagem, Fonoaudiologia e Medicina. O profissional precisa ter o conhecimento geral do ser humano, das múltiplas interações e da multiplicidade de fatores intersetoriais, respeitando as diversidades sociais e étnicas”, afirma.

De acordo com o professor, o enfermeiro irá utilizar o conteúdo obtido em sua rotina de trabalho, principalmente, no relacionamento com o paciente e com a família dele. Estes conhecimentos aprimoram a prática da atenção básica a saúde, aperfeiçoando as ações de promoção a saúde, a prevenção de doenças, o tratamento imediato participativo e responsável, além de maior adesão aos processos de recuperação e reabilitação do doente. “A situação do indivíduo adoentado não está ligada somente ao serviço de saúde, mas também à comunidade. É preciso observar como a família, o trabalho e a sociedade influenciam a pessoa. Afinal, todos estes aspectos interferem na recuperação do paciente”, finaliza.

Alunos apresentam trabalhos de conclusão do curso de Graduação em Enfermagem da FCMSCSP

XII Mostra de Trabalhos Científicos FCMSCSPO curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realiza nos dias 11 e 12 de dezembro, quarta e quinta-feira, das 7h às 15h, a 12ª Mostra de Trabalhos Científicos. O evento é voltado aos alunos e professores do curso e também a enfermeiros.

A coordenação é das professoras Dra. Marcia Regina Car e Mestra Dieime E. Pereira Faria Dias. Na programação, está prevista a exposição de pôsteres dos trabalhos dos alunos concluintes da 19ª turma de Enfermagem da FCMSCSP. As inscrições podem ser feitas diretamente no local do evento: Rua Dr. Cesário Motta Jr., 61, Vila Buarque, São Paulo (SP), Sala 26, 9º andar.

Disciplina do curso de Enfermagem prioriza a relação entre o enfermeiro e o paciente

O enfermeiro é indispensável em inúmeros campos e não se limita aos cuidados técnicos com os pacientes, mas também na promoção do relacionamento, sobretudo com pacientes no setor da saúde mental. De acordo com Zélia Nunes Hupsel, professora assistente do curso de Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, a ação de cuidar do paciente é um processo interacional dinâmico, em que cada um dos envolvidos se relaciona de determinada forma e atribui um significado às relações que estabelece. Assim, o enfermeiro deve entender e compartilhar essa experiência que envolve inúmeros fatores de interação nos níveis biológico, psicológico e sociológico.

“Em nossas atividades assistenciais é importante fomentar a saúde mental, o que significa qualidade de vida. É preciso entendê-la como um conceito aberto, no sentido de que os significados e práticas mostram grande variação, pois não é possível determinar um padrão unificado de normalidade no espectro da saúde mental, que significa buscar viver a vida na sua plenitude, respeitando códigos de ética, a legislação da sociedade e os direitos do outro”, afirma.

Como forma de capacitar os futuros enfermeiros para estabelecerem o relacionamento efetivo, fundamental na assistência dos pacientes, no segundo semestre do curso de graduação em Enfermagem da Faculdade Santa Casa de São Paulo, é oferecida a disciplina Ações Interpessoais Básicas em Saúde Mental.

“Trabalhamos temas como cidadania e construção de laços sociais sadios com o objetivo de estimular e capacitar o aluno a comunicar-se de forma efetiva com seus pacientes, estabelecer a relação de ajuda e refletir sobre os aspectos que podem facilitar ou dificultar os relacionamentos interpessoais”, explica.

Somado a isso, segundo a professora, o programa apresenta conteúdo sobre conceitos básicos de saúde mental, adaptação, relação de ajuda, dignidade humana, igualdade de direitos, reconhecimento e a valorização das diferenças e das diversidades. Além de temas como características biopsicossociais e culturais dos diferentes sujeitos e seus contextos, relação entre o meio natural, socioeconômico e o cultural, relacionamento interpessoal terapêutico, assertividade, comunicação terapêutica, medidas terapêuticas de enfermagem, situações de crise, relacionamento interpessoal em situações específicas e fundamentos de dinâmica grupal.

“É uma disciplina muito abrangente, utilizamos como método de ensino aulas expositivas, seminários, estudos dirigidos, exposição de filmes e discussão das vivências”, conclui.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 30, em 13/11/2013. Assine nossa newsletter http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Liderança em Enfermagem

“Liderança na formação do enfermeiro” é o tema da 1ª edição do Simpósio de Liderança em Enfermagem promovido pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. O encontro será realizado no dia 23 de novembro, sábado, das 8h às 12h, e é voltado a alunos de Enfermagem e aos profissionais da saúde.

Simpósio de Enfermagem em Liderança

Entre os palestrantes, estão José Domingues Silva, diretor em Estratégia de Desenvolvimento de Mercados da Hollister do Brasil, e Tamara Iwanow Cianciarullo, professora em Ciências e Tecnologia na Saúde e Políticas Públicas da Universidade Mogi das Cruzes. A organização do Simpósio de Liderança em Enfermagem é do curso de Graduação em Enfermagem da FCMSCSP, sob a coordenação da Professora Mestra Luzia Nahoyo Oka Horiuchi.

Para mais informações, clique aqui.

Aconselhamento em Amamentação

Aleitamento Materno - Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de SPNo próximo dia 23 de setembro, segunda-feira, a partir das 7h, será realizado o 7º Encontro de Aleitamento Materno da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. O evento é destinado aos alunos do Curso de Graduação em Enfermagem da FCMSCSP (5º e 6º semestres), a estudantes e profissionais da área da saúde.

As inscrições podem ser feitas no local do evento, na Rua Dr. Cesário Motta Jr., 61, 4º andar, Sala 32. A realização é da Diretoria do Curso de Enfermagem e do Departamento de Enfermagem na Saúde da Criança, Adolescente e Mulher.  Confira a programação: clique aqui.

Ética em Enfermagem: desafios e pesquisa

V Encontro Éica em Enfermagem Faculdade da Santa Casa de SPNo próximo dia 29 de agosto, quinta-feira, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realiza a 5ª edição do Encontro de Ética em Enfermagem. O evento, direcionado a estudantes e profissionais da área de saúde, tem a organização do Grupo de Pesquisa “Ética e Humanização na Saúde”.

As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas no local, a partir das 13h30. Na programação, serão proferidas duas palestras:
– “Desafios éticos para a formação do Enfermeiro”, das 14h às 15h00
– “A pesquisa e os dilemas éticos do trabalho de Enfermagem”, das 15h30 às 16h00

Para encerrar o encontro, haverá um debate entre 16h e 16h30. O 5º Encontro de Ética em Enfermagem será sediado no Anfiteatro Prof. Dr. Emilio Athié: Rua Dr. Cesário Motta Jr., 112, Vila Buarque, São Paulo (SP).