Janeiro Dourado: A importância de buscar orientação médica antes de iniciar a prática esportiva

A campanha Janeiro Dourado foi criada em 2016 pela Sociedade Paulista de Medicina Desportiva (Spamde), com o objetivo de alertar a população com relação à necessidade da avaliação realizada por um médico do esporte antes de inserir o exercício físico em sua rotina diária.

De acordo com a Dra. Vera Lúcia dos Santos Alves, coordenadora do curso de pós-graduação em Fisiologia do Exercício Aplicada à Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, o exercício é muito importante e deve ser inserido na rotina de todos, porém o corpo humano possui diferentes sistemas que atuam de forma conjunta para a realização das atividades do dia a dia. A prática de atividade física representa sobrecarga aos estímulos habituais. “A consulta a um especialista determina como cada corpo está e prevê a resposta fisiológica ao exercício, sendo capaz de nortear as atividades que devem ser realizadas, tanto em relação à modalidade a ser adotada quanto à intensidade e volume”, ressalta a professora.

Como cada corpo possui sua própria fisiologia, alguns exercícios podem apresentar benefícios para alguns e riscos para outros. Por isso, todos devem buscar um especialista antes do início da prática de qualquer atividade física para individualizar o treino. Entretanto, segundo pesquisa do Ministério do Esporte, menos de 35% da população que pratica atividade física e esporte busca consultar um especialista.

Com relação aos esportistas de alto rendimento a superação dos limites do próprio corpo, pode resultar em diferentes malefícios. “Neste caso é preciso saber exatamente como o corpo reage aos constantes estímulos, para que os riscos à saúde sejam minimizados”, lembra a Dra. Vera. Para estes atletas profissionais, os especialistas realizam diferentes testes para compreender a fisiologia e nortear os objetivos dos treinos ao aumento de rendimento de forma mais segura.

Como proceder em caso de lesão?

Caso ocorra alguma lesão, haverá necessidade de afastamento temporário da atividade física, podendo variar de horas a meses. Também é necessário procurar imediatamente o profissional que já acompanha o indivíduo para uma avaliação. “Se necessário, realizar reabilitação. O objetivo será reestabelecer a biomecânica o mais rápido possível sendo consideradas etapas como o treino específico de gestos esportivos e simulação do ambiente de treino”, destaca a professora.

Já para prevenir lesões é importante adotar um ambiente de treino seguro, com a utilização de acessórios adequados, tais como: um tênis específico para corrida, ou equipamentos de segurança em jogos competitivos.

Segundo a Dra. Vera dos Santos Alves, a criação de uma data específica para conscientização é um marco que reflete a preocupação com a prática segura e realizada a partir de orientações e acompanhamento de especialistas, chamando a atenção da população, o que pode garantir que a prática resultará em uma vida saudável. “Como as modalidades se multiplicam e há inúmeras “promessas de milagres” ligados à prática de exercício, o Janeiro Dourado assume ser uma grande ação de conscientização social”.

Sobre a importância do curso de pós-graduação em Fisiologia do Exercício Aplicada à Clínica Médica, a Dra. Vera diz que a fisiologia humana é uma área em constante atualização. “Por isso, é importante que os profissionais que avaliam, prescrevem e acompanham atividades desportivas busquem a especialização e se mantenham engajados para o desenvolvimento seguro e saudável do exercício”, finaliza.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 122, em 12/1/2018. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Anúncios

Fisioterapia nas Afecções da Coluna Vertebral: curso de Pós-graduação tem inscrições abertas

Vera-Lucia-dos-Santos-AlvesCom o objetivo de oferecer instrumentalização por meio de conhecimentos para avaliação criteriosa e entendimento do processo patológico, o curso de Pós-graduação em Fisioterapia nas Afecções da Coluna Vertebral da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo está com inscrições abertas até o dia 11 de julho. O programa é desenvolvido e constantemente atualizado para o foco no diagnóstico, tratamento e prevenção das doenças da coluna vertebral.

De acordo com a Dra. Vera Lúcia dos Santos Alves, professora e coordenadora do programa da FCMSCSP, o curso faz com que o aluno encontre a vivência, conteúdo e discussão com profissionais específicos da área, o que possibilita o aprofundamento do conhecimento que foi iniciado na graduação: “A evolução do conhecimento permite que nossos alunos se adaptem às constantes mudanças nas intervenções da equipe multidisciplinar e tenham contato com as possibilidades de atendimento em um centro de referência para as afecções da coluna”, conta. Alem disso, segundo a professora, o programa oferece ferramentas para que os profissionais ampliem sua visão e transfiram isso à sua rotina, passando, assim, a ter um melhor nível na qualidade de atendimento em seus consultórios e fidelização dos pacientes que atendem por serem assertivos no tratamento.

O curso de Pós-graduação em Fisioterapia nas Afecções da Coluna Vertebral é um dos poucos programas com esse nível de especificidade e conta com professores e profissionais que estão na rotina de atendimento diária de pacientes com múltiplas doenças agudas e crônicas da coluna, como afirma a Dra. Vera: “Esse aspecto exige múltiplas abordagens de tratamento cirúrgico e conservador baseado em pesquisa e desenvolvimento, considerando as técnicas com maior grau de evidência científica. A junção desse atendimento personalizado e pesquisa garante ao nosso aluno a exposição a um ambiente dinâmico que proporciona o diferencial em suas carreiras.”

Serviço
Pós-graduação em Fisioterapia nas Afecções da Coluna Vertebral
Inscrições até 11/7/2016 pelo Portal FCMSCSP: www.fcmsantacasasp.edu.br
Início das aulas: 20 de agosto de 2016.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 90, em 14/6/2016. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.