Aluno de Doutorado da FCMSCSP participa de programa de intercâmbio na Austrália

Alisson-Paulino Trevizol-fcmscsp

Alisson Paulino Trevizol

Alisson Paulino Trevizol, aluno de Doutorado em Ciências da Saúde da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, foi um dos seis brasileiros selecionados para participar do programa “Australia–Brazil PhD Exchange”. O programa visa proporcionar aos alunos brasileiros que estejam no segundo ou terceiro ano de doutorado uma experiência, em primeira mão, de pesquisa na Austrália, orientação à cultura australiana e uma introdução à infra-estrutura de ciência e pesquisa naquele país.

Com a oportunidade, Alisson pôde aprofundar os estudos em sua linha de pesquisa do Doutorado, na área de Psiquiatria, chamada “Estimulação Transcutânea do Nervo Vago”, orientado pelo Dr. Quirino Cordeiro Jr., que tem como objetivo entender como funciona a estimulação cerebral. Na ocasião, o estudante teve contato com importantes pesquisadores das universidades de Melbourne e Adelaide e da Academia Australiana de Ciências. “Nós tivemos um resultado bastante positivo nos pacientes que foram estimulados. Foi uma troca de informações. Nós levamos o nosso conhecimento em estimulação de nervos cranianos para a Austrália e trouxemos de volta novas técnicas como o iTBS, feito com uma máquina de estimulação magnética que não tínhamos aqui”, conta Alisson.

Em junho de 2017, o aluno retorna à Austrália a fim de dar início ao seu pós-doutorado que estuda a psiconeuroimunologia, para avaliar quais os efeitos das técnicas de estimulação cerebral no sistema imune do paciente.

Simpósio discute a problemática das drogas ilícitas

Drogas IlícitasNos dias 30 e 31 de maio acontecerá o Simpósio “As complexidades da questão das drogas ilícitas”. Organizado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e pela Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, o encontro será realizado nos anfiteatros Prof. Dr. Emilio Athié e Paulo Ayrosa A. Galvão, na Rua Dr. Cesário Motta Jr., 112, Vila Buarque, São Paulo (SP).

De acordo com o Dr. Guilherme Messas, professor da FCMSCSP e um dos organizadores do Simpósio, o objetivo do evento é dar ênfase aos três grandes temas relacionados às drogas ilícitas que exigem grandes discussões:

Maconha – “Vamos discutir opiniões sobre o tema, tais como o uso a partir do ponto de vista da Medicina e o da ética. Sendo, neste caso, a questão do livre arbítrio e a capacidade de decisão”, comenta.

Crack – “Vamos mostrar ao público quais são as políticas públicas diretamente aplicadas nesta questão”, afirma.

Perspectiva médica e psicológica – “Discutiremos quais são os problemas com a saúde mental e como a ciência está observando isso”, declara.

As expectativas do Dr. Messas são dar dimensões e trazer reflexões das variadas análises do problema. “É importante enfatizar que contaremos com a presença de personalidades da área acadêmica e da gestão pública”, finaliza.

As inscrições poderão ser feitas  pelo site da FCMSCSP: www.fcmsantacasasp.edu.br.

Programação*

30/5, sexta-feira

19h30 – 20h: Abertura
• Representantes da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e da ISCMSP
• Prof. Dr. Quirino Cordeiro Júnior e Prof. Dr. Guilherme Messas

Conferências de abertura

20h – 20h45 : Maconha e transtornos mentais – dois séculos de observações psiquiátricas (Valentim Gentil Filho – FMUSP)

20h45 – 21h30: Ponderações sobre os valores contidos na questão legal da Cannabis sativa (Mauro Aranha Lima – Conselho Regional de Medicina de São Paulo)

21h30 – 22h: Discussão e encerramento

31/5, sábado

Mesa-redonda: As políticas públicas do crack
Moderador: Guilherme Messas

9h30 – 10h15: As ações do Governo Federal no problema do crack (Leon de Souza Lobo Garcia – Secretaria Estadual de Saúde)

10h15 – 11h: As ações do Estado de São Paulo no problema do crack (Rosângela Elias – Secretaria Estadual de Saúde)

11h – 11h45: Reflexão sobre o cuidar na cracolândia. O programa “De Braços Abertos: limites e conquistas e desafios (Myres Cavalcanti – Prefeitura Municipal de São Paulo)

11h45 – 12h30: Discussão

Mesa-Redonda: As ciências e os cuidados relacionados ao uso de substâncias
Moderador: Quirino Cordeiro

14h – 14h45: A genética da dependência química (André Negrão – FMUSP)

14h45 – 15h30: A psicopatologia diferencial dos transtornos relacionados ao uso de drogas (Guilherme Messas – FCMSCSP)

15h30 – 16h15: O manejo de caso no tratamento de pacientes com dependência a drogas (Lílian Ratto – FCMSCSP)

16h15 – 17h: Discussão e encerramento

Investimento:
• – 80 reais (participantes Internos / FCMSCSP e ISCMSP)
• – 100 reais (participantes Rede Pública)
• – 120 reais (demais participantes)

Pagamento das inscrições via depósito ou transferência bancária:
• Favorecido: CEPESAM – Centro de Estudos e Pesquisa do Departamento de Saúde Mental da Santa Casa de São Paulo
• Banco Bradesco, agência 3450, C/C 2590-9

Envie seu comprovante de depósito para:
victorotani@icloud.com, informando seu nome, cargo/instituição, e-mail e telefone

Obs.: os certificados só serão disponibilizados para os participantes inscritos pelo site do evento (em breve). Seja informado da abertura de inscrições: envie uma mensagem para eventos@fcmsantacasasp.edu.br, identificando o campo assunto como “Drogas ilícitas”, mencionando seu nome, telefone e e-mail de contato.

*Sujeita a alterações, sem prévio aviso

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 39, em 23/4/2014. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

As complexidades da questão das drogas ilícitas

Será realizado nos dias 30 e 31/5/2014, sexta-feira e sábado, o Simpósio “As complexidades da questão das drogas ilícitas”. O evento conta com a organização da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (ISCMSP). Conheça, a seguir, a programação e confira também como se inscrever para este evento.

Local: Anfiteatros Prof. Dr. Emilio Athié e Paulo Ayrosa A. Galvão: Rua Dr. Cesário Motta Jr. 112, Vila Buarque, São Paulo (SP)

 

Programação*

30/5, sexta-feira

19h30 – 20h:  Abertura

  • Representantes da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e da ISCMSP
  • Dr. Quirino Cordeiro Júnior e Dr. Guilherme Messas

Conferências de abertura

20h – 20h45 : Maconha e transtornos mentais – 2 séculos de observações psiquiátricas (Dr. Valentim Gentil Filho)

20h45 – 21h30: Ponderações sobre os valores contidos na questão legal da Cannabis sativa (Dr. Mauro Aranha Lima)

21h30 – 22h: Discussão e encerramento


31/5, sábado

Mesa-redonda: As políticas públicas do crack

Moderador: Dr. Guilherme Messas

9h30 – 10h15: Representante da SENAD (Leon de Souza Lobo Garcia)

10h15 – 11h: Representante da Secretaria Estadual de Saúde (Rosângela Elias, coordenadora de Saúde Mental do Estado de São Paulo)

11h – 11h45: Representante da Prefeitura Municipal de São Paulo (Myres Cavalcanti, compreensão/reflexão sobre o cuidar na cracolândia. O programa “De Braços Abertos: limites e conquistas e desafios”)

11h45 – 12h30: Discussão

Mesa-Redonda: As ciências e os cuidados relacionados ao uso de substâncias

Moderador: Dr. Quirino Cordeiro

14h – 14h45: A genética da dependência química (André Negrão)

14h45 – 15h30: A psicopatologia diferencial dos transtornos relacionados ao uso de drogas (Dr. Guilherme Messas)

15h30 – 16h15: O manejo de caso no tratamento de pacientes com dependência a drogas (Dra. Lílian Ratto)

16h15 – 17h: Discussão e encerramento

 

Inscrições: em breve, pelo site www.fcmsantacasasp.edu.br

Investimento:

  • 80 reais (participantes Internos / FCMSCSP e ISCMSP)
  • 100 reais (participantes Rede Pública)
  • 120 reais (demais participantes)

 

Pagamento das inscrições via depósito ou transferência bancária:

  • Favorecido: CEPESAM – Centro de Estudos e Pesquisa do Departamento de Saúde Mental da Santa Casa de São Paulo
  • Banco Bradesco, agência 3450, C/C 2590-9

Envie seu comprovante de depósito para:


Obs.:
 os certificados só serão disponibilizados para os participantes inscritos pelo site do evento (em breve).
*Sujeito a alterações, sem prévio aviso.