Profissionais da saúde e a responsabilidade com os direitos humanos

imagem_carta_conviteAs professoras Dra. Cell Regina da Silva Noca e a Dra. Maria Fernanda Terra, do curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, realizam neste sábado, 7/10, o evento “Relação Interpessoal na Perspectiva dos Direitos Humanos”. O objetivo principal do encontro é promover a reflexão de aspectos da relação interpessoal de modo a garantir o respeito à dignidade humana.

De acordo com as organizadoras, em um momento marcado por uma crise de confiança nas relações de cuidado entre profissional de saúde com usuários do sistema, torna-se necessário que futuros enfermeiros dialoguem a cerca do tema de direitos humanos e de suas responsabilidades em garantir esses direitos.

“Acreditamos que esse evento pode contribuir para que possamos refletir sobre como construímos as nossas práticas e relações interpessoais cotidianas no espaço da faculdade para então melhorá-las e promover um espaço respeitoso e diverso”, afirmam as professoras.

A expectativa é que o evento proporcione uma reflexão que amplie a compreensão da responsabilidade cotidiana dos profissionais da saúde em promover e garantir o respeito a diversidade sob à perspectiva dos direitos humanos, seja no ambiente acadêmico ou assistencial. “Além disso, buscaremos lembrar que, ao estudarmos para nos tornarmos profissionais de saúde, já assumimos a responsabilidade em garantir direitos, principalmente pelo fato da saúde ser compreendida como um direito fundamental em nossa Constituição de 1988”, finalizam.

Serviço 
Evento: Relação Interpessoal na Perspectiva dos Direitos Humanos
Realização: Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo
Local: Auditório Prof. Dr. Orlando J. Aidar (sala 14)
Endereço: Rua Dr. Cesário Motta Júnior, 112, Vila Buarque, São Paulo (SP)

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 119, em 6/10/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Anúncios

Seminário aborda direitos humanos de travestis e transexuais

Dra. Maria Amelia Veras, professora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, coordenadora do encontro e do Projeto Muriel

Dra. Maria Amelia Veras, professora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, coordenadora do encontro e do Projeto Muriel

Idealizado a partir do Projeto Muriel, pesquisa financiada pela Fapesp, que irá estudar as vulnerabilidades e o acesso a serviços e direitos da população de travestis e transexuais em São Paulo, o Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo promoverá o “I Seminário de Direitos Humanos e Saúde: um olhar sobre a população de travestis e transexuais”, no dia 12 de setembro, sexta-feira, às 13h, no Anfiteatro Prof. Dr. Emilio Athié, em São Paulo. O evento propõe a análise e discussão da situação atual no Brasil e no mundo da saúde de travestis e transexuais, sob a ótica dos direitos humanos.

Segundo a Dra. Maria Amélia Veras, professora Faculdade Santa Casa SP e coordenadora do encontro e do Projeto Muriel, esse grupo de pessoas tem dificuldade de obter serviços básicos e comuns aos cidadãos. “Podemos dizer que este público é estigmatizado em serviços de saúde, instituições educacionais, na comunidade onde vivem, o que pode resultar em uma evasão escolar precoce, impedir a qualificação, dificultando o ingresso no mercado de trabalho e, quando conseguem o emprego, podem enfrentar novas barreiras. As dificuldades no acesso a serviços de saúde, onde com frequência podem ser vítimas de preconceitos, tornam essas pessoas mais vulneráveis a doenças, por exemplo, as sexualmente transmissíveis”, explica a professora.

O Seminário gratuito é dirigido a alunos de pós-graduação, pesquisadores e profissionais que lidam com a população de travestis e transexuais – especialmente das áreas de saúde e direito – a membros de órgãos de Direitos Humanos, do sistema judiciário, e da própria comunidade de travestis e transexuais. A programação do encontro contará com a realização de uma mesa-redonda, em que participam a professora Sofia Gruskin, da University of Southern California (EUA), o cartunista Laerte Coutinho, e a professora Larissa Pelúcio, da Unesp Bauru. A esta mesa segue-se a apresentação dos projetos Muriel, por uma das suas pesquisadoras, Marcia Giovanetti, do CRT-DST/AIDS, e PopTrans, desenvolvido em Salvador, sob coordenação da professora Inês Dourado, da Universidade Federal da Bahia.

Serviço

I Seminário de Direitos Humanos e Saúde: um olhar sobre a população de travestis e transexuais
Data: 12/9/2014, sexta-feira
Horário: 13h00
Local: Anfiteatro Prof. Dr. Emilio Athié – Rua Dr. Cesário Motta Júnior, 112 – Vila Buarque, São Paulo (SP)

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 49, em 9/9/2014. Assine nossa newsletter:
http://www.fcmsantacasasp.edu.br.