21/8 – Seminários do Departamento de Ciências Fisiológicas: Controle Pós-traducional de Função de Proteínas

Ivarne_Tersariol.png

Prof. Dr. Ivarne Tersariol

Em mais uma edição dos seminários promovidos pelo Departamento de Ciências Fisiológicas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, na segunda-feira, dia 21/8, das 12h às 13h30, será apresentada a palestra “Controle Pós-traducional de Função de Proteínas: Interação Molecular de Proteoglicanos de Heparam Sulfato com Proteínas”. 

O convidado desta edição é o Prof. Dr. Ivarne Tersariol, Professor Associado e Vice-Chefe do Departamento de Bioquímica da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

O encontro será realizado na Sala 2 do Auditório Prof. Dr. Paulo Augusto Ayrosa Galvão, rua Dr. Cesário Motta Jr. 112, Vila Buarque – São Paulo (SP) e é coordenado pela Prof.ª Dra. Fabiana Henriques Machado de Melo, professora do Departamento de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP.

Inscrições no local.

Anúncios

Workshop da FCMSCSP conta com participações internacionais

Tatiana-Rosado-Rosenstock-faculdade-santa-casa

Dra. Tatiana Rosado Rosenstock, professora do Departamento de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP

Nos dias 12, 13 e 14 de junho de 2017 será realizado o workshop internacional “Implicação de modificações metabólicas e epigenéticas para a neuroproteção: relevância para a pesquisa translacional” na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, coordenado pela Dra. Tatiana Rosado Rosenstock, professora adjunto do Departamento de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP. O evento contará com a presença de professores da University of Boon (Alemanha), da University of Birmingham (Reino Unido) e da Università degli Studi di Roma “Tor Vergata” (Itália), além de renomados pesquisadores brasileiros.

O encontro irá abordar os principais mecanismos que podem interferir com o funcionamento neural e, por consequência, levar à morte celular e irá também destacar modificações metabólicas e epigenéticas, em que a mitocôndria possui um papel chave. Durante o workshop, serão destacadas diversas doenças neurodegenerativas e neuropsiquiátricas como Doença de Huntington, Doença de Alzheimer, Esclerose Lateral Amiotrófica, Esquizofrenia e Transtorno do humor, uma vez que estão relacionadas com a desregulação e/ou morte celular.

De acordo com a professora, a grande relevância do workshop é mostrar a importância da ciência básica na pesquisa translacional e a sua contextualização no mundo atual: “O evento contribuirá para a troca de informação entre alunos e professores, colaborando para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de teses de Mestrado e Doutorado, e também para a implantação de novas colaborações e o fortalecimento das já existentes, impactando diretamente sobre a internacionalização dos grupos de pesquisa e sobre o impacto científico dos estudos realizados no Estado de São Paulo”, afirma a Dra. Tatiana.

Serão oferecidas 60 vagas gratuitas para alunos regularmente matriculados em um curso de pós-graduação stricto sensu do país (Mestrado, Doutorado, Doutorado Direto ou Pós-Doutoramento). Não haverá restrição quanto à área de atuação dos alunos, mas elas deverão estar preferencialmente correlacionadas à Bioquímica, Farmacologia, Neurociências, Psicobiologia e Pesquisa clínica translacional e aplicada.

Para concorrer a uma vaga, o requerente deverá se inscrever pelo site oficial do “2º Workshop Implicação de modificações metabólicas e epigenéticas para a neuroproteção: relevância para a pesquisa translacional”.

SERVIÇO
Evento: 2º Workshop Implicação de modificações metabólicas e epigenéticas para a neuroproteção: relevância para a pesquisa translacional
Coordenação: Prof.ª Dra. Tatiana Rosado Rosenstock
Data: 12, 13 e 14/6/2017, segunda, terça e quarta-feira, das 8h às 18h00
Local: Auditório Dr. Christiano Altenfelder – Novo Prédio da FCMSCSP, 4º andar
Endereço: Rua Dr. Cesário Motta Júnior, 112, Vila Buarque, São Paulo (SP)

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 110, em 9/5/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.  

 

FCMSCSP no Pint of Science 2017

O Dr. Hudson Buck, a Dra. Tatiana Rosado e o Dr. Wagner Montor, professores do Departamento de Ciências Fisiológicas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, participam nos dias 15 e 17 de maio, segunda e quarta-feira, do Pint of Science 2017.

O evento tem como objetivo proporcionar debates relevantes, com bastante descontração, sobre as pesquisas científicas mais recentes em formato acessível para o público em ambientes informais como cafés, restaurantes e bares.

A participação do Dr. Hudson Buck acontece no dia 15 de maio, segunda-feira, das 19h30 às 21h, já as participações do Dr. Wagner Montor a da Dra. Tatiana Rosado acontecem no dia 17 de maio, também das 19h30 às 21h. As três apresentações acontecem no Tubaína Bar, localizado na rua Haddock Lobo, 74 – Cerqueira César, São Paulo (SP). 

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Seminário – Biologia redox do remodelamento vascular: mecanismos e implicações terapêuticas

Francisco-Rafael-Martins-Laurindo

Prof. Dr. Francisco Laurindo

Sob a coordenação da Dra. Fabiana Henriques Machado de Melo, professora adjunta de Bioquímica, o Departamento de Ciências Fisiológicas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realiza na próxima terça-feira, 9/5, das 12h às 13h30, o seminário “Biologia redox do remodelamento vascular: mecanismos e implicações terapêuticas”. A apresentação será conduzida pelo Dr. Francisco Laurindo, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).  O evento acontecerá no Auditório Prof. Dr. Paulo Augusto Ayrosa Galvão (Sala 2), na Rua Dr. Cesário Motta Jr., 112, Vila Buarque, São Paulo (SP). Não é necessário realizar inscrição prévia.

Departamento de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP realiza 2º workshop internacional

workshop-neuroprotecao-noticiaNos dias 12, 13 e 14 de junho de 2017 será realizado o workshop internacional “Implicação de modificações metabólicas e epigenéticas para a neuroproteção: relevância para a pesquisa translacional” na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, coordenado pela Dra. Tatiana Rosado Rosenstock, professora do Departamento de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP. O evento contará com a presença de professores da University of Boon (Alemanha), da University of Birmingham (Reino Unido) e da Università degli Studi di Roma “Tor Vergata” (Itália), além de renomados pesquisadores brasileiros.

O evento irá abordar os principais mecanismos que podem interferir com o funcionamento neural e, por consequência, levar a morte celular e destacar modificações metabólicas e epigenéticas, onde a mitocôndria possui um papel chave. Durante o workshop, serão destacadas também diversas doenças neurodegenerativas e neuropsiquiátricas como Doença de Huntington, Doença de Alzheimer, Esclerose Lateral Amiotrófica, Esquizofrenia e Autismo, uma vez que são consideradas como as implicações finais da desregulação e/ou morte celular.

Serão oferecidas 60 vagas gratuitas para alunos regularmente matriculados em um curso de pós-graduação stricto sensu do país (Mestrado, Doutorado, Doutorado Direto ou Pós-Doutoramento). Não haverá restrição quanto à área de atuação dos alunos, mas elas deverão estar preferencialmente correlacionadas à Bioquímica, Farmacologia, Neurociências, Psicobiologia e Pesquisa clínica translacional e aplicada.

Para concorrer a uma vaga, o requerente deverá se inscrever pelo site do “2º Workshop Implicação de modificações metabólicas e epigenéticas para a neuroproteção: relevância para a pesquisa translacional”.

Pesquisa conduzida pela FCMSCSP pode tornar possível o diagnóstico precoce do Alzheimer

luciana-malavolta-fcmscsp

Prof.ª Dra. Luciana Malavolta, professora do Departamento de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP

A doença de Alzheimer poderá ser diagnosticada de forma precoce, como mostra uma pesquisa conduzida pela Dra. Luciana Malavolta, professora do Departamento de Ciências Fisiológicas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Atualmente, o diagnóstico é feito apenas quando já há sinais da doença, como perda de memória e demência (excluindo outras condições).

“Estima-se que quando os pacientes começam a manifestar sintomas de comprometimento cognitivo cerca de 50% dos neurônios já morreram. E, a essa altura, não há muito mais o que fazer. Porém, se conseguirmos detectar o processo degenerativo ainda no início, as chances de estabilizar sua progressão com as drogas hoje disponíveis são muito maiores”, afirmou a Prof.ª Dra. Luciana Malavolta Quaglio, em entrevista à agência Fapesp.

A docente explicou ainda que, para a realização da pesquisa, foram sintetizados pequenos fragmentos peptídicos capazes de serem atraídos por um peptídeo maior, conhecido como beta-amiloide, que desempenha papel crucial no desenvolvimento da doença de Alzheimer. Segundo a pesquisadora, a intenção do estudo é desenvolver biomarcadores capazes de sinalizar em exames clínicos a presença das placas beta-amiloidais no cérebro. “Estamos testando quatro diferentes fragmentos peptídicos – todos com poucos aminoácidos. Enquanto o peptídeo beta-amiloide tem cerca de 42 resíduos de aminoácidos, os nossos têm entre quatro e seis, pois, se forem grandes, não conseguem atravessar a barreira hematoencefálica (um conjunto de células extremamente unidas que protegem o sistema nervoso central de substâncias potencialmente tóxicas presentes no sangue) e chegar ao cérebro”, explica.

Para conferir a entrevista completa da Prof.ª Dra. Luciana Malavolta Quaglio à Agência Fapesp, clique aqui ou acesse uma reportagem sobre essa pesquisa na RIT TV, na fan page da Faculdade.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 96, em 6/9/2016. Assine nossa newsletter:http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Concurso para Professor de Farmacologia na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

Pós 2015 FCMSCSPEstão abertas até 1º de julho de 2016 as inscrições para o concurso que busca preencher uma vaga de Professor Assistente (referência I) para a Disciplina de Farmacologia e Uso Racional de Medicamentos do Departamento de Ciências Fisiológicas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

O professor atuará na área de Farmacologia, em regime CLT, com carga horária de 40 horas semanais, com remuneração mensal de R$ 5.989,68. Ele deverá participar de atividades de graduação, pós-graduação, pesquisa e extensão da Faculdade.

O concurso envolve a realização de prova didática, prova prática e arguição de memorial. Todas as etapas terão caráter eliminatório. A prova didática será constituída de uma aula teórica em nível de graduação, com duração de no máximo 40 minutos e analisará, entre outros critérios, a elaboração do plano de aula, domínio do conteúdo, objetividade e clareza, capacidade de comunicação e uso de recursos didáticos.

Para mais informações, clique aqui.