Homens ganham espaço nas diversas áreas da Enfermagem

Dra. Maria do Carmo Querido AvelarMuito se fala das profissões nas quais a mulher passou a ocupar o mesmo espaço que o homem, já na Enfermagem o processo é o contrário. Nos últimos anos, os profissionais do sexo masculino vêm conquistando cada vez mais espaço no setor, fato que pode se justificar pelas altas chances de empregabilidade. É o que explica a Dra. Maria do Carmo Querido Avelar, diretora do curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Confira mais detalhes nesta reportagem publicada no Portal Segs: clique aqui.

Persistência, dedicação e respeito pela equipe multidisciplinar são pilares que sustentam o sucesso profissional

Aline Reche Franco - Faculdade Santa Casa de SPGraduada em Enfermagem pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa da São Paulo, Aline Reche Franco é chefe de Enfermagem da UTI do Hospital Santa Isabel (Veridiana). A ex-Santa é pós-graduada em Terapia Intensiva e atualmente está concluindo MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas. Na entrevista abaixo, ela conta como chegou ao seu atual cargo e revela os motivos pelos quais recomendaria a FCMSCSP aos futuros enfermeiros.

Conectar – Como foi o processo para alcançar o seu cargo atual?
Aline – Durante a graduação, eu já atuava como instrumentadora cirúrgica em outra instituição de saúde. Assim, logo depois de formada, ingressei no departamento de UTI Adulto da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, onde atuei como enfermeira assistencial. Após um período, me tornei enfermeira de Educação Continuada da UTI. Depois comecei a atuar como chefe de Enfermagem das UTIs da Santa Casa e do Hospital Santa Isabel. Atualmente estou somente no Santa Isabel.

Conectar – Quais desafios você enfrenta em seu atual cargo?
Aline – O maior desafio é a gestão de pessoas, desde a capacitação até a manutenção da qualidade da assistência. É necessário manter os colaboradores engajados no processo do cuidado com o paciente, envolvendo-os como seres ativos e não passivos.

Conectar – O que você pode destacar da sua formação na FCMSCSP?
Aline – Eu posso dizer que o grande diferencial da FCMSCSP é o lado assistencial. Muitas faculdades não se importam com isso e apresentam um campo de estágio restrito. Nós atuamos na Santa Casa desde o segundo semestre, aplicando essa assistência ao paciente. Isso trouxe muita qualidade ao meu atendimento. Além disso, há a postura e a tradição da Faculdade, cultura que também é cobrada dos alunos, como o respeito pelo ser humano. Eu utilizo esses fatores no meu cotidiano com os pacientes e os colaboradores.

Conectar – Além da graduação, você desenvolvia alguma outra atividade na FCMSCSP?
Aline – Somada à graduação, a partir do segundo ano, eu realizava trabalhos multidisciplinares, em que havia contato com alunos de outros cursos. Nesse período, eu e mais quatro alunos da Medicina fundamos o “Santa Maluquice”, projeto que tem como objetivo promover ações que tornem mais humanizado o período em que as crianças permanecem internadas no complexo hospitalar da Santa Casa.

Conectar – Por que você recomendaria a FCMSCSP para pessoas que desejam cursar Enfermagem?
Aline – Pela qualidade do ensino e pelo corpo docente conceituado no mercado. A Instituição conta com excelentes professores. Além disso, existe o hospital-escola que traz essa proximidade com os pacientes e desenvolve no aluno maturidade no processo de aprendizagem.

Conectar – Quais dicas você pode dar para aqueles alunos que almejam uma colocação como a sua no mercado de trabalho?
Aline – Persistência, dedicação e respeito pela equipe multidisciplinar são pilares que sustentam o sucesso profissional. Além disso, são poucos os enfermeiros que possuem formação em gestão de pessoas. É importante que os novos profissionais se interessem por esta formação, sejam gestores de verdade e tenham uma equipe de qualidade.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 41, em 20/5/2014. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Disciplina de Enfermagem discute as interferências da sociedade na saúde

Com o objetivo de introduzir os alunos aos conhecimentos sobre a compreensão do adoecimento da população, formas de percepção desses processos, sistemas de cura e intervenções terapêuticas desenvolvidas pelas culturas humanas, o curso de Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo apresenta, no primeiro semestre, a disciplina de Ciências Sociais Aplicada à Saúde.

“A proposta é aprofundar o entendimento entre as ciências sociais e a saúde, englobando as contribuições dessa área para a Medicina. Com isso, é possível compreender a situação atual da sociedade brasileira, inclusive no âmbito familiar, associando-a aos cuidados necessários com a saúde”, conforme afirma o Dr. José Carlos Bittencourt, professor dos cursos de Enfermagem e de Medicina da Faculdade Santa Casa de São Paulo.

O especialista explica que a disciplina também aborda os desdobramentos e contribuições da área social à saúde coletiva. “Trata-se de um foco de estudo importante, visto que está presente nos cursos de Enfermagem, Fonoaudiologia e Medicina. O profissional precisa ter o conhecimento geral do ser humano, das múltiplas interações e da multiplicidade de fatores intersetoriais, respeitando as diversidades sociais e étnicas”, afirma.

De acordo com o professor, o enfermeiro irá utilizar o conteúdo obtido em sua rotina de trabalho, principalmente, no relacionamento com o paciente e com a família dele. Estes conhecimentos aprimoram a prática da atenção básica a saúde, aperfeiçoando as ações de promoção a saúde, a prevenção de doenças, o tratamento imediato participativo e responsável, além de maior adesão aos processos de recuperação e reabilitação do doente. “A situação do indivíduo adoentado não está ligada somente ao serviço de saúde, mas também à comunidade. É preciso observar como a família, o trabalho e a sociedade influenciam a pessoa. Afinal, todos estes aspectos interferem na recuperação do paciente”, finaliza.

Portas Abertas: para conhecer melhor a carreira de Enfermagem

Professores, alunos e ex-alunos do curso de Enfermagem se reuniram na quinta-feira, dia 23/5, para receber estudantes interessados no programa de graduação oferecido pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. O Portas Abertas, encontro destinado a esclarecer dúvidas e apresentar as instalações da Faculdade para futuros candidatos nos processos seletivos da FCMSCSP, contou ainda com a presença da diretora do curso, Dra. Maria do Carmo Querido Avelar. O processo seletivo para a Graduação em Enfermagem estará com inscrições abertas até o próximo dia 27/6, no site www.fcmsantacasasp.edu.br.

Portas Abertas - Enfermagem