FCMSCSP promove a 4ª Jornada de Intercâmbios

jornada-intercambios-fcmscspCom o objetivo de esclarecer aos estudantes da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) as diversas modalidades de intercâmbio hoje oferecidas pela Instituição durante a graduação, inclusive sobre os métodos de seleção e as experiências proporcionadas no exterior, o Núcleo de Relações Internacionais da Faculdade, o Departamento Científico Manoel de Abreu e o Centro Acadêmico Manoel de Abreu organizaram a 4ª Jornada de Intercâmbios da FCMSCSP. Haverá ainda o encerramento do Projeto Pesquisadores do Futuro – Edição 2015/16. Nesta ocasião, os alunos beneficiados pelo projeto contarão suas experiências.

O evento, que será realizado no dia 6 de julho de 2016, quarta-feira, das 17h às 19h00, nos Auditórios Emílio Athié e Paulo Augusto Ayrosa Galvão, contará com a presença de alunos dos três cursos de graduação da Faculdade Santa Casa de São Paulo (Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia), assim como a dos professores pertencentes ao Núcleo de Relações Internacionais da FCMSCSP e de representantes da Diretoria da Faculdade.

A programação do evento pode ser conferida no Portal FCMSCSP: www.fcmsantacasasp.edu.br.

Anúncios

Ambulatório Social: alunos da FCMSCSP prestam atendimento gratuito à população

Ambulatório Social - FCMSCSPNo dia 30/5, sábado, das 10h às 15h, os alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realizarão o Ambulatório Social na E. E. Professora Marina Cintra, na rua da Consolação, 1.289, Higienópolis, em São Paulo (SP). A iniciativa para atendimento à população é idealizada pelo Projeto de Integração dos Primeiro-Anistas (PIPA), que integra as atividades de recepção aos calouros à Faculdade e conta com a organização do Centro Acadêmico Manuel de Abreu (CAMA).

De acordo com Kelvin Kamiya, integrante do CAMA e aluno do 3º ano de Graduação em Medicina da FCMSCSP,  a supervisão da ação será feita  pelo ex-aluno Diego Fontana Siqueira Cunha. “Além de ser egresso da Faculdade Santa Casa de São Paulo e já ter feito parte do Centro Acadêmico, o Diego tem uma proximidade com os alunos e é residente do Hospital das Clínicas”, explica Kamiya quanto à escolha da coordenação. Durante a iniciativa o grupo de participantes, sob acompanhamento de médico responsável, atuará em rodízio, tendo como responsabilidades a realização de inscrição de todos os pacientes e a execução de exames de:

  • dextro – teste de Glicemia;
  • medição de altura e de peso dos pacientes (cálculo do IMC);
  • aferição de pressão arterial;
  • orientações ginecológicas para as mulheres;
  • análise de sinais vitais e dos dados adquiridos;
  • análise feita pelo médico responsável.

“Essa é a oportunidade de viabilizar o primeiro contato dos primeiro-anistas com os pacientes, como se fossem profissionais atendendo de forma autônoma, porém com total supervisão. Nosso objetivo é promover o que aprendemos aqui na Faculdade que é a humanização da Medicina, ou seja, deixar o mais próximo possível esse contato entre médico e paciente”, completa Kamiya. Quanto ao benefício para os cidadãos, o aluno acrescenta: “Dependendo do caso, se a pessoa estiver com a pressão muito alterada ou com hiperglicemia, por exemplo, nós encaminhamos para o médico especialista, pois não podemos dar diagnóstico nenhum, mas orientá-la sobre os procedimentos a serem adotados para tratamento”.

Outubro Rosa: centro acadêmico debate a temática da mulher na área da saúde e na sociedade

Palestras na FCMSCSP - Outubro rosa

Nos dias 21, 22 e 24/10, segunda, terça e quinta-feira, das 17h às 20h, o Centro Acadêmico Manoel de Abreu (CAMA) realizará debates sobre importantes aspectos com a temática da mulher, na área da saúde e na sociedade. Essa é a proposta do encontro “Outubro Rosa”, em alusão ao conhecido movimento celebrado em todo o mundo.

Entre os temas apresentados, estão “Relações entre homens e mulheres: construídas ou naturais?” e “Trajetória das mulheres na Santa Casa e reflexões sobre a atuação dos homens e mulheres na Medicina”. Também estão programadas duas mesas para discussão sobre direito reprodutivo e estatuto do nascituro e violência contra a mulher, com especialistas nas áreas de Direito e Psicologia. Para conferir a programação completa, clique aqui.

O apoio é da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Irmandade da Santa Casa de Misericórdia da Santa Casa de São Paulo, Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho e do Centro de Estudos Augusto Leopoldo Ayrosa Galvão (Cealag).

Local: Anfiteatro Paulo A. Ayrosa Galvão: Rua Dr. Cesário Motta Jr., 112, Vila Buarque, São Paulo (SP).

De Piracicaba para São Paulo: confira a trajetória do Dr. Fernando Sacomano

Dr. Fernando Luiz SacomanoA grande carga de estudos, os amigos, as festas realizadas pelo CAMA (Centro Acadêmico Manoel de Abreu), da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, e os jogos de futebol realizados pela Intermed, uma das mais tradicionais competições esportivas entre as faculdades paulistas de Medicina, são algumas das boas recordações da época de graduação do Dr. Fernando Luiz Sacomano, ex-Santa que se formou na turma XV de Medicina, em 1985.

O médico, especializado em radiologia, também relembra a paixão precoce pela Medicina, e a saída de Piracicaba (SP), município em que viveu até a chegada à capital paulista para realizar seu sonho profissional.

Atualmente, o Dr. Sacomano está à frente de sua clínica de Diagnóstico por Imagem e também atua no Hospital da Unimed, em Piracicaba. Confira a seguir o bate-papo com o especialista que relembra com carinho sua passagem pela FCMSCSP:

Conectar: Quais são os principais momentos vivenciados pelo senhor durante sua graduação na Faculdade Santa Casa de São Paulo?
Dr. Sacomano: A nossa preocupação era estudar para absorver o máximo de conhecimento. Contudo, mesmo com essa correria, eu participava das festas realizadas pelo CAMA, além de jogar futebol. Integrava a equipe de futebol da Faculdade e dos jogos da Intermed. A nossa competição possui a primeira e a segunda divisão, como no Campeonato Brasileiro. As principais disputas aconteciam entre a FCMSCSP, a Medicina Pinheiros, e a Escola Paulista de Medicina. Nós sempre estávamos na série A1 – o grupo especial – e entre os quatro primeiros colocados.
Era divertido e éramos muito unidos. As competições, geralmente, ocorriam em alguma cidade do interior. E, apesar das viagens, levávamos a sério tanto os estudos quanto a parte esportiva.

Conectar: Como era a rotina da graduação?
Dr. Sacomano: Eu morava perto da Faculdade, então era mais fácil para estudar. Do primeiro ao quarto ano, o curso era teórico. Já o internato ocorria no quinto e sexto ano, exigindo ainda mais dedicação dos alunos, por ser em período integral. Assim, não tinha como trabalhar fora e as atividades extracurriculares eram poucas. Mas, sempre que dava tempo, eu gostava de dar aulas particulares. Até álgebra já ensinei. Os pais dos alunos questionavam: como este cara que estuda Medicina dá aula de matemática? O fato é que, para entrar em Medicina, as médias das notas das disciplinas tinham que ficar entre 8,5 e 9 pontos.

Conectar: O que o motivou a escolher a Medicina?
Dr. Sacomano: Eu escolhi muito cedo, no segundo ano do primário. Eu tenho um irmão que fazia Medicina nesta época. Ele ia para casa esporadicamente porque fazia o curso no Rio de Janeiro, já que, naquele período, era difícil se deslocar até Piracicaba. Assim, quando ele nos visitava, eu pegava os livros dele, deitava embaixo da cama e os folheava. Até que um dia, ele descobriu e me falou para vê-los em cima da escrivaninha. Foi aí que surgiu meu interesse pela Medicina, com 8 ou 9 anos.

Conectar: E o interesse pela especialidade?
Dr. Sacomano: Isso foi muito interessante porque queria fazer toda especialidade que via no curso de Medicina. Eu estava na última instância para fazer pediatria e um colega, o Dr. Carlos Alberto Michalani – que fez otorrinolaringologia – me falou: “Descobri sua especialidade, será a radiologia. Você não vai fazer pediatria porque é muito estressado”. Por fim, sou muito grato a ele por esse comentário.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 25, em 4/9/2013. Assine nossa newsletter http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Especialidades Médicas: workshop marca encerramento de encontro

Jornada de Especialidades Médicas da FCMSCSPA 2ª Jornada de Especialidades Médicas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo teve seu encerramento nesta sexta-feira, dia 14/6. Para fechar a programação, foi realizado o “Workshop do Departamento Científico Manoel de Abreu: Gestão de Carreira”, com a participação dos ex-alunos:

  • Dr. Paulo Antônio Chiavone, da Santa Casa de São Paulo e professor da FCMSCSP ;
  • Dr. Paulo Sérgio Zoppi, proprietário do SalomãoZoppi Diagnósticos; e
  • Dr. Henrique Carlos Gonçalves, coordenador do Departamento Jurídico do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp)

O encontro, iniciado no dia 10, foi uma realização do Centro Acadêmico Manoel de Abreu, com a participação do Departamento Científico Manoel de Abreu  e o apoio da FCMSCSP, Pediatria – Centro de Estudos e Pesquisas Prof. Paulo de Barros França e Psiquiatria – Centro de Estudos e Pesquisas do Departamento de Saúde Mental da Santa Casa de São Paulo.

 

Ambulatório Social: iniciativa de alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

Neste sábado, dia 23 de março, alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realizarão o Ambulatório Social. O objetivo é atender a população de baixa renda. A iniciativa ocorre a partir das 9h, na Paróquia Santa Cecília (Largo Santa Cecília, 202), em São Paulo (SP). A ação é idealizada pelo Projeto dos Primeiro-Anistas (PIPA) e integra as atividades de recepção dos calouros à Instituição.

Ambulatório Social - FCMSCSPCom a supervisão de médicos e residentes do Hospital de Ensino da Santa Casa de São Paulo, os estudantes da Faculdade irão proporcionar à comunidade um panorama sobre a sua condição de saúde, além de fornecer informações e orientações. “É um evento muito importante, pois as pessoas terão acesso a exames básicos. Somado a isso, os primeiro-anistas terão a oportunidade de exercer na prática ações que são fundamentais ao aprendizado do profissional da área médica”, diz João Pedro de Souza Cabral Simões, aluno do 3º ano do curso de Medicina e integrante da coordenadoria cultural do Centro Acadêmico Manuel de Abreu (CAMA).

Durante a iniciativa, os pacientes preencherão uma ficha de inscrição e serão direcionados a seis estações, que prestarão atendimentos diferentes:
– Identificação do paciente;
– Teste de glicemia;
– Medida de altura e de peso dos pacientes (cálculo do IMC);
– Aferição de pressão arterial;
– Orientações ginecológicas para as mulheres;
– Orientações gerais, em que o paciente terá uma visão sobre seu estado de saúde.

Alunos da Faculdade Santa Casa de SP participam do projeto Calouro Cidadão

No sábado, 23/2/2013, estudantes da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo visitaram o bairro da Brasilândia, na zona norte de São Paulo, em apoio ao projeto Calouro Cidadão (Rede Globo). A ação integrou as atividades desenvolvidas pelo Centro Acadêmico Manuel de Abreu (CAMA) como forma de recepção aos calouros da Instituição. Confira um resumo desta participação em reportagem exibida pelo SPTV 2ª Edição: