Evento da FCMSCSP aborda violência no espaço acadêmico

Dr. Renato Zan, professor do Departamento de Saúde Coletiva da FCMSCSP e presidente do AVISA

Núcleo de Acidentes e Violências da Santa Casa de São Paulo (AVISA) realiza há 13 anos, desde a sua formação, eventos que visam congregar os profissionais e serviços de saúde da Santa Casa de São Paulo e Instituições afins, com a finalidade de promover e manter a disseminação de ações de prevenção, de diagnósticos, de terapêutica, de reabilitação e de reinserção social das vítimas de acidentes e violências.

Neste ano, no dia 1º de dezembro, das 8h às 16h, o Núcleo promove o evento “A Juventude e As Violências”, que irá contar com uma programação científica que abordará o envolvimento dos jovens que protagonizam as diversas formas de violência, considerando a sua vulnerabilidade, os fatores e comportamentos envolvidos no atual contexto social.

De acordo com o Dr. Renato Pescarolo Zan, professor do Departamento de Saúde Coletiva da FCMSCSP e presidente do AVISA, é de fundamental importância abordar sobre a saúde do adolescente, principalmente na questão da violência. “Esse tópico deve ser debatido enfaticamente, em todos seus aspectos, nos ambientes universitários. Dados estarrecedores revelam a alta taxa de morbimortalidade por causas externas nesta faixa etária”, afirma o professor.

O evento irá contar com a participação dos alunos dos cursos de Graduação em Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia, que irão relatar suas visões sobre as violências no espaço acadêmico, além da presença do grupo lúdico de jovens ligados à atividade de promoção de saúde que atuam em UBSs e Escolas da região de Perus-São Paulo.

“Nossa expectativa é capacitar os atuais e futuros profissionais de saúde sobre os limites e amplitudes do tema violência, adequando-os, com atitudes e procedimentos ativos para reverter as altas taxas de da morbimortalidade por causas externas em nosso meio”, finaliza.

SERVIÇO
Evento: A Juventude e As Violências
Realização: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo
Data: 1º/12, sexta-feira, das 8h às 16h00
Local: Auditório Dr. Christiano Altenfelder
Endereço: Rua Dr. Cesário Motta Júnior, 112 – Vila Buarque – São Paulo (SP)
Inscriçõeshttps://goo.gl/o5cn1q

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 120, em 10/11/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Anúncios

Dia de Atenção ao Trauma chega à sua 10ª edição

No dia 6 de novembro aconteceu a 10ª edição do Dia de Atenção ao Trauma – Dia T, evento realizado anualmente pelo Avisa (Núcleo de Acidentes e Violência da Santa Casa de São Paulo). O evento contou com a presença de profissionais da área da saúde, alunos da FCMSCSP e de outras Instituições. Foram 18 cursos, com 3 convidados internacionais, 90 convidados nacionais e mais de 1600 participantes. O encontro fez parte da Semana do Trauma, iniciativa inédita com objetivo de englobar todos os aspectos relacionados à temática do evento, apresentando perspectivas das diferentes profissões e especialidades que atendem as vítimas de trauma.

De acordo com Renato Pescarolo Zan, professor do departamento de Medicina Social da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e presidente do Avisa, o Dia de Atenção ao Trauma pautou a implantação do Sistema de Trauma, o atendimento à Catástrofes e Múltiplas Vítimas, o Ensino ao traumatizado no país, as formas de atuação, além de abordar o problema no contexto mundial.

“Essa temática é de interesse para todos os profissionais que, de alguma forma, atuam na emergência e no pronto atendimento. Em 2010, aconteceram, no Brasil, 145 mil mortes decorrentes de trauma. Foram 390 ocorrências por dia e 16 por hora. Para cada morte, há 4 sequelados e dezenas de internações. No evento, focamos a qualidade do atendimento, reforçando que o melhor tratamento é a prevenção”, diz.

Segundo o professor, as apresentações contaram com profissionais de áreas como: cirurgia, ortopedia, terapia intensiva, neurocirurgia, pediatria, geriatria, e de especialistas em acidentes do trabalho e traumas da face. São consideradas traumas lesões internas decorrentes da troca de energia entre o meio externo e o corpo. As causas mais frequentes são os acidentes de tráfego, quedas e a violência interpessoal, apresentando características próprias, acometendo vários órgãos, o trauma está presente em todas as idades e diferentes níveis de gravidade.

Em 2013, ao lado da data memorável dos 50 anos da fundação da FCMSCSP, acrescenta-se mais uma década de atividades do Avisa. O núcleo conta com o apoio da FCMSCSP e da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e realiza reuniões, publicações, congressos e parcerias com instituições privadas e públicas.

“A nossa missão está embasada em congregar os profissionais e serviços de saúde da Santa Casa de São Paulo e instituições afins, promover e manter a disseminação de ações de prevenção, diagnósticos, terapêutica, reabilitação e de reinserção social das vítimas. Além disso, queremos desenvolver a adoção de comportamentos e de ambientes seguros e saudáveis com mobilização da sociedade e da mídia, monitorar a ocorrência de acidentes e violências e apoiar as atividades científicas”, finaliza.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 30, em 13/11/2013. Assine nossa newsletter http://www.fcmsantacasasp.edu.br.