FCMSCSP está com inscrições abertas para especializações na área de Fisioterapia

Para você, fisioterapeuta, que está à procura de uma especialização como forma de aprimoramento profissional, esta é a sua oportunidade. Na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo você pode dar continuidade aos seus estudos com os cursos de Pós-graduação na área de Fisioterapia. Todas as especializações contam com docentes que possuem ampla experiência e com o trabalho de coordenadores preparados que asseguram a atualização constante dos cursos.  Conheça, na relação a seguir, quatro cursos que já estão recebendo inscrições no Portal FCMSCSP.

  • Fisioterapia Cardiorrespiratória e Metabólica

Com duração de 13 meses, o curso de Pós-Graduação em Fisioterapia tem como objetivo capacitar o profissional na especialidade em todas as dimensões: prevenção, tratamento e reabilitação. Inscrições abertas até dia 23 de julho. Para mais informações, acesse o Portal FCMSCSP.

  • Fisioterapia Hospitalar

A Pós-graduação em Fisioterapia Hospitalar conta com carga horária de 1652 horas e tem duração de 13 meses, incluindo a entrega da monografia. O objetivo do programa é capacitar o profissional a desenvolver a prática clínica com conhecimento científico, promover conhecimento teórico para uma abordagem fisioterápica prática e concisa, evidenciando a necessidade da atuação fisioterápica preventiva nos programas de reabilitação cardiorrespiratória e metabólica, visando o retorno dos pacientes ao convívio sociocultural a que pertencem. As inscrições podem ser feitas até o dia 23 de julho, pelo Portal FCMSCSP.

  • Fisioterapia nas Afecções da Coluna Vertebral

Com duração de 13 meses e aulas aos sábados, das 8h às 16h40, o curso de Pós-Graduação em Fisioterapia nas Afecções da Coluna Vertebral tem como objetivo oferecer instrumentalização a seus alunos por meio de conhecimentos para avaliação criteriosa e entendimento do processo patológico, a fim de que possa propor a forma mais eficaz de intervenção fisioterapêutica. Este programa de especialização lato sensu também proporciona aos seus alunos a perspectiva de ensino e de pesquisa na área. As inscrições vão até 23/7 e podem ser feitas diretamente, no Portal FCMSCSP.

  • Fisioterapia na Saúde da Mulher e do Homem

O curso de Pós-graduação em Fisioterapia na Saúde da Mulher e do Homem tem como foco promover o bem-estar, prevenção, tratamento e reabilitação do paciente, a fisioterapia possui campo de atuação amplo e concorrido, embora as áreas mais conhecidas da carreira ainda sejam as traumato-ortopédica, neurológica, esportiva e, atualmente, a área de estética. Sempre atenta à evolução da área da saúde, em que cada vez mais os fisioterapeutas são requisitados para atuar nas áreas de ginecologia, obstetrícia e urologia. Inscrições podem ser feitas até o dia 23/7, no Portal FCMSCSP.

Anúncios

FCMSCSP tem inscrições abertas para novo curso de Pós-graduação em Psicossomática

Até o dia 4 de abril de 2018, estão abertas as inscrições para o novo curso de Pós-graduação em Psicossomática da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Com taxa de inscrição no valor de 90 reais, o programa da FCMSCSP é voltado para médicos, psicólogos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, educadores físicos, psicopedagogos, nutricionistas e dentistas formados com registros ativos em seus respectivos conselhos de classe.

Segundo o Dr. Artur Zular, supervisor técnico do curso de pós-graduação em Psicossomática, neste curso os alunos irão aprender a relação profissional-paciente com foco na pessoa e não nas doenças. “Hoje, esgotados os inequívocos avanços que a tecnologia nos trouxe, o principal diferencial do profissional para melhor conduzir o diagnóstico e a terapêutica eficiente é saber lidar com pessoas, entender que o corpo não é um aglomerado de órgãos mas, sim, um complexo sistema modulado por eixos psicobioneuroimunológicos, onde as emoções têm papel preponderante na eclosão dos processos adaptativos, eustress/distress e no desencadeamento de disfunções e inúmeras doença”.

Para o Dr. Artur, neste campo, a graduação não é suficiente para habilitar os profissionais em todas as suas necessidades, o volume de informação é muito grande e a prática profissional após a formatura é solitária e angustiante, muitas vezes gerando doença em quem cuida. Estas questões são alvo de atenção no curso, que gera vínculos atemporais entre os alunos e, também, com os professores, experts em ensinar e especialistas em acolher, com holding e handling winicotianos.

O curso é resultado de 52 anos de prática didática da psicossomática brasileira, através da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática – Regional São Paulo, sendo supervisionado pelo próprio Dr. Artur Zular, reconhecido como um dos mais respeitados nomes da Psicossomática no país, presidente da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática – SP e diretor científico do comitê multidisciplinar de medicina psicossomática da Associação Paulista de Medicina.

“Além do que, este é o primeiro curso no país e, talvez, no mundo, a ter aulas teóricas e práticas juntando alunos de todas as áreas da saúde, atendendo em conjunto os pacientes em um ambulatório didático, sob a supervisão de profissionais altamente capacitados. Haverá discussão de casos nas unidades de terapia intensiva, maternidade, pronto socorro, trauma e cirurgia, pediatria, etc. A monografia terá uma atenção especial por parte dos professores orientadores e, para os que tiverem interesse, grupos de pesquisa e clínica serão formados para darem continuidade a seus projetos”, ressalta o professor.

Serviço
Inscreva-se aquiPós-graduação em Psicossomática
Coordenação: Prof. Dr. Ricardo Riyoiti Uchida
Supervisão Técnica: Dr. Artur Zular
Vagas: 65
Prazo para inscrições: até 4 de abril de 2018
Carga horária total: 480 horas
Duração do curso: 28 meses (incluindo a entrega da monografia)

Horário do Curso:
Um final de semana por mês, sendo:
– Sábado: conteúdo teórico, das 9h às 18h00
– Domingo: prática ambulatorial, das 8h às 17h00
– As aulas práticas serão realizadas no CAISM – Rua Major Maragliano, 241, Vila Mariana (SP)

Investimento total:
Matrícula: R$ 500,00
28 parcelas de R$ 1.200,00

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 122, em 12/1/2018. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Janeiro Dourado: A importância de buscar orientação médica antes de iniciar a prática esportiva

A campanha Janeiro Dourado foi criada em 2016 pela Sociedade Paulista de Medicina Desportiva (Spamde), com o objetivo de alertar a população com relação à necessidade da avaliação realizada por um médico do esporte antes de inserir o exercício físico em sua rotina diária.

De acordo com a Dra. Vera Lúcia dos Santos Alves, coordenadora do curso de pós-graduação em Fisiologia do Exercício Aplicada à Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, o exercício é muito importante e deve ser inserido na rotina de todos, porém o corpo humano possui diferentes sistemas que atuam de forma conjunta para a realização das atividades do dia a dia. A prática de atividade física representa sobrecarga aos estímulos habituais. “A consulta a um especialista determina como cada corpo está e prevê a resposta fisiológica ao exercício, sendo capaz de nortear as atividades que devem ser realizadas, tanto em relação à modalidade a ser adotada quanto à intensidade e volume”, ressalta a professora.

Como cada corpo possui sua própria fisiologia, alguns exercícios podem apresentar benefícios para alguns e riscos para outros. Por isso, todos devem buscar um especialista antes do início da prática de qualquer atividade física para individualizar o treino. Entretanto, segundo pesquisa do Ministério do Esporte, menos de 35% da população que pratica atividade física e esporte busca consultar um especialista.

Com relação aos esportistas de alto rendimento a superação dos limites do próprio corpo, pode resultar em diferentes malefícios. “Neste caso é preciso saber exatamente como o corpo reage aos constantes estímulos, para que os riscos à saúde sejam minimizados”, lembra a Dra. Vera. Para estes atletas profissionais, os especialistas realizam diferentes testes para compreender a fisiologia e nortear os objetivos dos treinos ao aumento de rendimento de forma mais segura.

Como proceder em caso de lesão?

Caso ocorra alguma lesão, haverá necessidade de afastamento temporário da atividade física, podendo variar de horas a meses. Também é necessário procurar imediatamente o profissional que já acompanha o indivíduo para uma avaliação. “Se necessário, realizar reabilitação. O objetivo será reestabelecer a biomecânica o mais rápido possível sendo consideradas etapas como o treino específico de gestos esportivos e simulação do ambiente de treino”, destaca a professora.

Já para prevenir lesões é importante adotar um ambiente de treino seguro, com a utilização de acessórios adequados, tais como: um tênis específico para corrida, ou equipamentos de segurança em jogos competitivos.

Segundo a Dra. Vera dos Santos Alves, a criação de uma data específica para conscientização é um marco que reflete a preocupação com a prática segura e realizada a partir de orientações e acompanhamento de especialistas, chamando a atenção da população, o que pode garantir que a prática resultará em uma vida saudável. “Como as modalidades se multiplicam e há inúmeras “promessas de milagres” ligados à prática de exercício, o Janeiro Dourado assume ser uma grande ação de conscientização social”.

Sobre a importância do curso de pós-graduação em Fisiologia do Exercício Aplicada à Clínica Médica, a Dra. Vera diz que a fisiologia humana é uma área em constante atualização. “Por isso, é importante que os profissionais que avaliam, prescrevem e acompanham atividades desportivas busquem a especialização e se mantenham engajados para o desenvolvimento seguro e saudável do exercício”, finaliza.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 122, em 12/1/2018. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Inscrições abertas para cursos de Pós-graduação em Fonoaudiologia

Até o dia 12 de dezembro de 2017, estão abertas as inscrições para 3 diferentes cursos de pós-graduação na área de Fonoaudiologia. Todas as especializações contam com docentes que possuem ampla experiência e com o trabalho de experientes coordenadores que asseguram a atualização constante dos cursos. Conheça um pouco mais sobre essas especializações.

Audiologia Clínica
O curso de pós-graduação em Audiologia Clínica busca o desenvolvimento profissional e o aprofundamento teórico-prático na área de avaliação audiológica, possibilitando atendimento supervisionado, vivência em equipe multiprofissional e vivência hospitalar. Inscreva-se pelo Portal FCMSCSP.

Audiologia Educacional
O curso de pós-graduação em Audiologia Educacional visa o desenvolvimento profissional e o aprofundamento teórico-prático na área de audição, tornando-os qualificados para procedimentos de maior complexidade, podendo acompanhar exames complementares e auxiliar na prática clínica. Inscreva-se pelo Portal FCMSCSP.

Fonoaudiologia em Voz
O curso de pós-graduação em Fonoaudiologia em Voz tem como objetivo oferecer aprofundamento teórico-prático para fonoaudiólogos em terapia fonoaudiológica na área de voz e na área de reabilitação de pacientes oncológicos de cabeça e pescoço, além de desenvolver pesquisa científica. Inscreva-se pelo Portal FCMSCSP.

Estes programas têm como principal diferencial sua carga horária extensa, totalizando 668 horas, além da possibilidade de acompanhamento de exames complementares e participação na prática clínica. Por estar inserida no Complexo Hospitalar da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, referência em saúde na área central do município, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São possibilita que o aluno tenha vivência no diagnóstico e tratamento de casos de todas as regiões do Brasil, sendo muitas vezes casos raros e de difícil abordagem.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 121, em 8/12/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Pós-graduação em Tecnologia em Diagnóstico por Imagem da FCMSCSP proporciona atuação em campos de estágios

homero-melo-fcmscsp

Prof. Dr. Homero José Farias e Melo, coordenador da Pós-graduação em Tecnologia em Diagnóstico por Imagem: TC e RM

De acordo com estudo do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), a radiologia e o diagnóstico por imagem estão entre as dez primeiras especialidades na área médica no estado de São Paulo. Aos que buscam pós-graduação dentro desses campos de atuação e que tenham formação em outras áreas, além da Medicina, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo está com inscrições abertas, até 31 de agosto, para o curso de Pós-graduação em Tecnologia em Diagnóstico por Imagem: TC e RM .

Destinado aos tecnólogos em Radiologia, biomédicos, médicos veterinários e demais profissionais graduados com interesse na área, o curso, que tem duração de 15 meses, proporciona a formação do especialista em Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética mediante o desenvolvimento de competências anatômicas, físicas, operacionais, patológicas e tecnológicas específicas.

Além disso, os profissionais que optarem por cursar a especialização da FCMSCSP têm a oportunidade de atuar em diversos campos de estágio, dentre eles: Cura – Imagem e Diagnóstico, Centro de Diagnósticos Brasil (CDB), Femme – Laboratório da Mulher, Hospital Presidente, Instituto do Câncer de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (ICESP), Nasa Lab – Diagnóstico e Saúde, Hospital e Maternidade Sepaco e na Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

“O aluno pode fazer esta carga horária em nossos campos de estágio conveniados ou ainda usar o vínculo conosco para conseguir um estágio curricular da Pós-graduação em sua cidade e realizar uma carga horária ainda maior”, conta Prof. Dr. Homero José Farias e Melo, diretor dos cursos de Tecnologia da FCMSCSP e coordenador do programa de Pós-graduação.

Serviço
Inscreva-se aqui: Pós-graduação em Tecnologia em Diagnóstico por Imagem: TC e RM
Coordenação: Prof. Dr. Homero José de Farias e Melo
Vagas: 40
Prazo para inscrições: até 31 de agosto de 2017
Carga horária total: 560 horas

  • Aulas Teórico-Práticas: 360 horas
  • Estágio Prático Supervisionado: 100 horas
  • Monografia: 100 horas

Duração: 15 meses
Horário: Terça e quinta-feira, das 19h às 23h00

  • O Estágio Prático Supervisionado (100h) e a Monografia (100h) deverão acontecer fora do ambiente de sala de aula

Investimento total: 15 parcelas mensais de R$ 702,00.
Para Ex-alunos da FCMSCSP e Funcionários da ISCMSP: 15 parcelas mensais de R$ 562,00.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 117, em 22/8/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Enfermagem em Saúde Coletiva: nova especialização da FCMSCSP

livia-keismanas-fcmscsp

Prof.ª Dra. Lívia Keismanas de Ávila, coordenadora do programa de Pós-graduação em Enfermagem em Saúde Coletiva da FCMSCSP

Estão abertas até o dia 21/8, segunda-feira, as inscrições para o curso de Pós-graduação em Enfermagem em Saúde Coletiva. A nova especialização da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo tem como objetivo permitir o desenvolvimento de competências técnicas, políticas e administrativas de enfermeiros para o trabalho na Atenção Primária à Saúde, no Sistema Único de Saúde, contribuindo para o desenvolvimento das práticas de enfermagem em Saúde Coletiva e da saúde como um direito humano no país.

De acordo com a Prof.ª Dra. Lívia Keismanas de Ávila, coordenadora do programa, na saúde coletiva o profissional enfermeiro possui papel específico e, para tanto, necessita continuamente de instrumentos para praticar a interdisciplinaridade na saúde, a fim de assumir os desafios de transformação e consolidação da saúde como um direito universal.

“O curso de Pós-graduação em Enfermagem em Saúde Coletiva oferecido pela FCMSCSP se destaca no mercado de formação lato sensu, pois foi concebido para a formação de enfermeiros no âmbito do gerenciamento do serviço e na assistência de enfermagem em saúde coletiva, ampliando a formação do profissional para todas as configurações de modelos tecno-assistenciais em saúde vigentes”, afirma.

Ainda segundo a professora, o curso possibilitará ao enfermeiro que atua ou pretende atuar em atenção primária à saúde, o aprimoramento de competências e habilidades na gestão de serviços de saúde na atenção básica: “Além disso, o curso também promoverá a capacitação na assistência, considerando o reconhecimento dos problemas e necessidades de saúde da população, dos processos de produção e reprodução social, o processo de trabalho da enfermeira e sua articulação com as práticas sociais.”

Serviço
Inscreva-se aqui: Enfermagem em Saúde Coletiva
Coordenação: Prof.ª Dra. Lívia Keismanas de Ávila
Supervisão Técnica: Prof.ª Dra. Maria Fernanda Terra
Vagas: 40
Prazo para inscrições: até 21 de agosto de 2017
Carga horária total: 420 horas
Duração: 18 meses
Horário: 2 vezes por semana – às segundas e quartas-feiras, das 19h às 22h00
Investimento total: 18 parcelas de R$ 480,00
Para Ex-alunos da FCMSCSP e Funcionários da ISCMSP (10% de desconto): 18 parcelas de R$ 432,00.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 116, em 1º/8/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.  

Pós-graduação em Medicina Hiperbárica tem inscrições abertas até 12 de setembro

Especializacao-Medicina-Hiperbarica-Faculdade-Santa-CasaA Medicina Hiperbárica está regulamentada pelo Conselho Federal de Medicina desde 1995 e dedica-se ao estudo dos efeitos do aumento da pressão barométrica (hiperbarismo) sobre o ser humano, incluindo os efeitos terapêuticos do oxigênio hiperbárico e os problemas relacionados ao mergulho e ao trabalho em ambiente pressurizado. Estes últimos tem normatização do Ministério do Trabalho, a qual exige que a avaliação médica de trabalhadores e de candidatos a trabalho em ambiente hiperbárico e de mergulhadores profissionais deve ter formação específica, não bastando o título de médico do trabalho.

De acordo com a coordenação do curso de Pós-graduação em Medicina Hiperbárica da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, o curso tem como objetivos a capacitação do aluno para realizar a avaliação de trabalhadores e de candidatos a trabalho em ambiente pressurizado, realizar os exames médicos direcionados aos mergulhadores, reconhecer e tratar os problemas do mergulho e indicar e orientar o uso do oxigênio hiperbárico.

Além disso, no programa serão abordados pontos importantes do uso seguro de equipamentos hiperbáricos e de mergulho, propiciando uma ferramenta indispensável ao profissional médico que atende candidatos a mergulhador ou mergulhadores profissionais e recreativos, e trabalhadores que exercem atividades em ambiente pressurizado, bem como aos médicos que trabalham ou pretendem trabalhar em serviços médicos hiperbáricos. “Deste modo, além de abordar os aspectos fisiológicos e clínicos do oxigênio hiperbárico, este curso fornecerá ao aluno a formação fundamental para atuar com segurança na avaliação e apoio a mergulhadores e trabalhadores submetidos ao hiperbarismo”, afirma a coordenação.

Serviço
Inscreva-se aqui: Medicina Hiperbárica
Coordenação Técnica: Prof. Eduardo Vinhaes
Vagas: 30
Prazo para inscrições: até 12 de setembro de 2017
Carga horária total: 400 horas
Duração: 12 meses
Horário: Quinzenalmente às sextas-feiras e aos sábados (aulas teóricas e práticas): Sextas-feiras: das 19h às 23h00 Sábados: das 8h às 12h e das 13h às 17h00
Investimento total: 12 parcelas mensais de R$ 1.500,00

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 115, em 18/7/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.