FCMSCSP é eleita a melhor faculdade de medicina particular do Brasil, segundo RUF 2017

FCMSCSP-mantém-1º-lugar-no-ranking-de-instituição-privada-em-medicina_FACEBOOKMantendo a tradição de mais de 50 anos, a Faculdade de Ciências Médicas de São Paulo foi eleita a melhor faculdade de medicina particular do País, segundo o Ranking Universitário Folha 2017 (RUF). Na classificação geral do curso, a Faculdade conquistou o nono lugar.

A FCMSCSP também foi reconhecida como a faculdade com melhor custo benefício na área da medicina, com mensalidade abaixo da média do mercado. “O curso de Medicina da FCMSCSP aposta na renovação dos conteúdos e em uma formação mais humanizada. Além disso, conta com o suporte dos hospitais da Santa Casa de São Paulo para atividades práticas dos estudantes”, afirma o professor doutor Paulo Carrara de Castro, diretor da FCMSCSP.

O cálculo das notas do ranking é feito a partir de avaliadores do Ministério da Educação (MEC), nota no Enade, número de professores mestres ou doutores, além de levar em consideração a opinião de profissionais de Recursos Humanos.

A FCMSCSP está com as inscrições abertas para o novo vestibular até o dia 16 de outubro para os cursos de Graduação em Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia, pela Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br).

Anúncios

FCMSCSP abre inscrições do Vestibular 2018

vestibular-faculdade-santa-casa-vunesp

A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) comunica a abertura das inscrições para seleção de alunos das turmas 2018 dos cursos de Graduação em Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia, pela Fundação Vunesp.

Os candidatos podem se inscrever entre os dias 4 de setembro e 16 de outubro no site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). A taxa de inscrição é de R$ 60,00 para os cursos de Graduação em Fonoaudiologia e em Enfermagem e de R$ 250,00 para o curso de Graduação em Medicina.

O Vestibular 2018 para Medicina da FCMSCSP, pela Vunesp, será realizado nos dias 2 e 3 de novembro, às 14h. Já as provas para Fonoaudiologia e Enfermagem, pela mesma organizadora, ocorrem em 2 de novembro, também às 14h00.

A FCMSCSP oferece 120 vagas para Medicina, em período integral; 40 para Enfermagem, em período matutino; e 50 para Fonoaudiologia, também no matutino.

Reconhecimento nacional e mundial

“A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo tem compromisso com a sociedade, sua saúde e bem-estar, e seus cursos propiciam formação humanística e excelência profissional”, afirma o Prof. Dr. Paulo Carrara, diretor da FCMSCSP.

“Além disso, é presença constante em rankings internacionais e nacionais, que atestam a excelência do ensino e dos trabalhos de alto impacto científico”, complementa Shenjiro Kinukawa, superintendente da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, entidade mantenedora da Faculdade.

A FCMSCSP figura na 639ª posição entre 5.117 instituições do mundo, de acordo com a SCMAGO Institutions Rankings 2016 (em 2009, era 848ª). Nacionalmente, a Graduação em Medicina da FCMSCSP, em específico, é a 9ª colocada no Ranking Universitário da Folha (RUF) 2016, sendo a Faculdade a primeira entre as instituições privadas brasileiras neste curso.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 118, em 12/9/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Princípios Metodológicos e Aplicabilidade Clínica do NGS

flavia-piazzonNo dia 1º de setembro, sexta-feira, das 9h às 10h30, será realizada a aula de encerramento da disciplina de Medicina Molecular, coordenada pelo Prof. Dr. Carlos Longui, do Departamento de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP. A aula que tem como tema “Princípios Metodológicos e Aplicabilidade Clínica do NGS”, contará com a presença da Dra. Flavia Piazzon, doutora pela Universidade de São Paulo (USP) e Geneticista da Mendelics Análise Genômica.

O encontro acontece nos auditórios Prof. Dr. Paulo Ayrosa e Prof. Dr. Emilio Athié, rua Dr. Cesário Motta Jr., 112, Vila Buarque, São Paulo (SP) e é destinado aos alunos e professores do curso de Graduação em Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Alunos e professores da FCMSCSP realizam mutirão diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista em Limeira (SP)

mutirao-autismo-faculdade-santa-casa

No dia 20 de maio, sábado, foi realizado um mutirão diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista (TEA) em Limeira, interior de São Paulo (SP). O projeto foi organizado pela Prof.ª Rosane Lowenthal, do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de Sâo Paulo e pela IFMSA – Santa Casa, em parceria com a Secretaria de Saúde de Limeira.

O mutirão envolveu membros da equipe multiprofissional da Unidade de Referência em Autismo da Irmandade de Misericórdia da Santa Casa de São Paulo, residentes em Psiquiatria, alunos dos cursos de Graduação em Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia da FCMSCSP, além das professoras Dra. Noemi Takiuchi e Dra. Byanka Cagnacci do curso de Graduação em Fonoaudiologia da FCMSCSP e da Prof.ª Dra. Rosane Lowenthal, coordenadora do evento.

Foram avaliadas 30 crianças, entre 3 e 7 anos, da lista de espera da cidade para investigação diagnóstica com suspeita de autismo. O processo de avaliação contou com anamnese, avaliação clínica multiprofissional, aplicação de escalas diagnósticas para autismo e triagem auditiva. Profissionais da Rede de Atenção Psicossocial de Limeira também participaram como observadores, para capacitação em avaliação e diagnóstico em TEA.

Ex-Santa: da Medicina à arte

Lívia-Burchianti-Medicina-Faculdade-Santa-Casa

Lívia Castellari Bruchianti, ex-aluna do curso de Graduação em Medicina da FCMSCSP 

Lívia Castellari Bruchianti nunca teve o sonho de ser médica. No curso pré-vestibular na área de Humanas, a estudante apaixonou-se pelas aulas de Biologia e Química e decidiu que a área de Biomedicina a interessava muito. Mudou, então, para as turmas de Biomédicas, em que as aulas eram recheadas de slides de vídeos de cirurgias e casos clínicos. Foi aí que Lívia descobriu, então, que a carreira de Medicina também lhe despertava interesse.

Quando chegou a época de prestar o vestibular, surgiu sua maior dúvida: Bioquímica ou Medicina? Às vésperas da decisão, foi convidada por um amigo, na ocasião residente na Universidade de São Paulo, para assistir a uma cirurgia: “Nesse dia, vestindo jaleco, touca e máscara, dentro da sala do centro cirúrgico da USP, não tive dúvida: era Medicina que eu queria”, conta.

A aprovação na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo veio de surpresa. Lívia já estava em mudança para o interior de São Paulo, a fim de estudar na Faculdade de Medicina de Marília. A matrícula encontrava-se quase fechada e o contrato de seu imóvel na região, prestes a ser assinado. Foi quando Lívia recebeu uma ligação da FCMSCSP: “A minha alegria e de minha mãe era inenarrável. Havia passado na tradicional Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, o que me permitiria permanecer em minha cidade. Fizemos as malas e voltamos para realizar a matrícula.”

Lívia ainda relembra do alívio que sentiu quando iniciou as aulas na FCMSCSP: “Na época do vestibular, fiz três anos de cursinho. Muitos dos meus amigos na Faculdade eram daquela turma. Assim, fiquei bem à vontade quando entrei na Faculdade e os vi. Senti-me em casa”.

Formada pela 48ª da turma do curso de Graduação em Medicina da FCMSCSP, Lívia está no segundo ano de residência em Otorrinolaringologia na Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. “Minha carreira profissional apenas começou. Aprendo a cada dia com os residentes, chefes, colegas, com as auxiliares e, principalmente, com os pacientes. Procuro seguir à risca a questão humanitária da FCMSCSP, que sempre nos mostrou que há uma diferença enorme entre ‘fazer Medicina’ e ‘ser médico’”.

Paixão pela arte e exposição na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo
Desde pequena, Lívia sempre gostou de desenhar e foi estimulada pelos pais, que disponibilizaram os mais diversos tipos de materiais artísticos. Na Faculdade, no entanto, o ritmo da pintura diminuiu consideravelmente: “A exigência do curso é enorme e pouco tempo restava para me dedicar à arte. Pintava mais durante as férias e feriados. A pintura, de certa forma, trouxe para mim um equilíbrio frente às grandes exigências do curso de Medicina.”

Com o intuito de mostrar ao público sua arte, a ex-aluna de Medicina da FCMSCSP irá expor suas pinturas a óleo, criadas nos últimos anos, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. A exposição intitulada “Lívia Bruchianti: uma década de arte”, acontece entre os dias 15 e 19 de maio, das 8h às 20h, e reúne as obras da artista desde os seus primeiros trabalhos, aos 15 anos, até suas obras mais recentes. “São ao todo 70 obras, entre telas e desenhos em pastel, desde 2005, quando atingi um estilo de pintura que posso chamar de ‘meu’, até 2017. Elas contam um pouco da minha história de vida e traduzem meu estado de espírito em determinados momentos. Deixei um pouco de mim em cada pincelada”, finaliza Lívia.

Serviço
Exposição “Lívia Bruchianti: uma década de arte”
Local: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – Entrada pelo Hall Monumental
Endereço: 165, Av. Srg. Mario Kozel Filho, 1 – Paraíso, São Paulo (SP)
Data e horário: de 15 a 19 de maio de 2017, das 8h às 20h00
Entrada franca

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 110, em 9/5/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Projeto Atualize de Educação Médica Continuada

A nona edição do Projeto Atualize de Educação Continuada, promovido pela Associação Paulista de Medicina (APM) em parceria com a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Associação Médica Jordanense (AMJ) / Regional APM , Faculdade de Medicina da Universidade de Taubaté e Sociedade Beneficente São Camilo, teve início recentemente.

No ano de 2017, serão realizadas oito jornadas científicas, quatro em cada semestre. As temáticas discutidas serão: psiquiatria, cardiogeriatria, ginecologia, dermatologia e medicina interna, pneumologia, metabolismo e endocrinologia, além de cirurgia.

Os encontros desta edição do projeto terminam no dia 18 de novembro e acontecem no auditório do Hospital São Camilo, em Campos do Jordão, das 9h às 12h00. A taxa de inscrição é de 40 reais. Associados da APM, da AMJ e contratados PSF de Campos do Jordão são isentos de pagamento.

Para mais informações, entre em contato pelo telefone (12) 3664-3705.

Confira a programação e participe!


Projeto Atualize 2017.png

Ambulatório Social: mais de 300 atendimentos à população

No sábado, dia 5/11, alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo foram às ruas para mais uma edição do Ambulatório Social, uma iniciativa idealizada pelo Projeto de Integração dos Primeiro-Anistas (PIPA) da FCMSCSP, com a organização do Centro Acadêmico Manoel de Abreu (CAMA). Na prática, o objetivo da ação é oferecer atendimento médico gratuito à população de São Paulo por meio de um mutirão da saúde. A iniciativa contou com a presença de cerca de 60 pessoas, entre professores e estudantes dos cursos de Graduação em Medicina e de Graduação em Fonoaudiologia da FCMSCSP, na Praça da República, em São Paulo (SP).

No total, foram registrados 320 atendimentos ambulatoriais e orientações de saúde e bem-estar. Com a supervisão de médicos, fonoaudiólogos e professores da Instituição, os alunos realizaram exames clínicos na população e prestaram informações sobre suas condições de saúde e orientações sobre doenças como HIV, diabetes e hipertensão.

Confira alguns registros deste encontro:

Este slideshow necessita de JavaScript.