FCMSCSP promove seminário sobre isquemia e reperfusão hepática

Marcia_NagaokaNa próxima terça-feira, dia 3/10, das 12h às 13h30, o Departamento de Ciências Fisiológicas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realizará a palestra “Isquemia e reperfusão hepática: modulação dos sistemas cinina e renina-angiotensina e possíveis intervenções”, ministrada pela Dra. Márcia Regina Nagaoka, professora associada da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

O encontro será realizado na Sala 13 do Auditório 2 da Enfermaria de Apoio e é coordenado pela Dra. Fabiana Henriques Machado de Melo, professora do Departamento de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP.

Anúncios

FCMSCSP promove 2ª edição do Portas Abertas 2017

banner home_Setembro

No dia 29/9, sexta-feira, das 13h às 18h35, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo promoverá a 2ª edição do ano de 2017 do Portas Abertas para os interessados em conhecer o tradicional curso de Graduação em Medicina da Instituição. Na ocasião, professores da FCMSCSP irão apresentar palestras sobre o curso e os visitantes poderão conhecer o complexo hospitalar e as instalações da Faculdade.

Haverá também apresentação das organizações acadêmicas, com a participação de alunos e ex-alunos. A realização deste evento é do Departamento Científico Manoel de Abreu (DCMA) e da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. O investimento é de 30 reais por participante.

Vagas limitadas.

INSCREVA-SE AQUI!

Departamento de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP promove seminário

Juliana-Cortines

Prof.ª Dra. Juliana Cortines

Em mais uma edição dos seminários promovidos pelo Departamento de Ciências Fisiológicas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, na segunda-feira, dia 25/9, das 12h às 13h30, será apresentada a palestra “Utilização de gaiolas proteicas derivadas do bacteriófagos P22 para o tratamento de doenças do sistema nervoso central”. 

O convidado desta edição é o Dra. Juliana Cortines, professora adjunta do Departamento de Virologia do Instituto de Microbiologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O encontro será realizado na Sala 1 do Auditório Prof. Dr. Emilio Athié, rua Dr. Cesário Motta Jr. 112, Vila Buarque – São Paulo (SP) e é coordenado pela Prof.ª Dra. Fabiana Henriques Machado de Melo, professora do Departamento de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP.

Inscrições no local.

FCMSCSP é eleita a melhor faculdade de medicina particular do Brasil, segundo RUF 2017

FCMSCSP-mantém-1º-lugar-no-ranking-de-instituição-privada-em-medicina_FACEBOOKMantendo a tradição de mais de 50 anos, a Faculdade de Ciências Médicas de São Paulo foi eleita a melhor faculdade de medicina particular do País, segundo o Ranking Universitário Folha 2017 (RUF). Na classificação geral do curso, a Faculdade conquistou o nono lugar.

A FCMSCSP também foi reconhecida como a faculdade com melhor custo benefício na área da medicina, com mensalidade abaixo da média do mercado. “O curso de Medicina da FCMSCSP aposta na renovação dos conteúdos e em uma formação mais humanizada. Além disso, conta com o suporte dos hospitais da Santa Casa de São Paulo para atividades práticas dos estudantes”, afirma o professor doutor Paulo Carrara de Castro, diretor da FCMSCSP.

O cálculo das notas do ranking é feito a partir de avaliadores do Ministério da Educação (MEC), nota no Enade, número de professores mestres ou doutores, além de levar em consideração a opinião de profissionais de Recursos Humanos.

A FCMSCSP está com as inscrições abertas para o novo vestibular até o dia 16 de outubro para os cursos de Graduação em Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia, pela Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br).

FCMSCSP abre inscrições do Vestibular 2018

vestibular-faculdade-santa-casa-vunesp

A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) comunica a abertura das inscrições para seleção de alunos das turmas 2018 dos cursos de Graduação em Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia, pela Fundação Vunesp.

Os candidatos podem se inscrever entre os dias 4 de setembro e 16 de outubro no site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). A taxa de inscrição é de R$ 60,00 para os cursos de Graduação em Fonoaudiologia e em Enfermagem e de R$ 250,00 para o curso de Graduação em Medicina.

O Vestibular 2018 para Medicina da FCMSCSP, pela Vunesp, será realizado nos dias 2 e 3 de novembro, às 14h. Já as provas para Fonoaudiologia e Enfermagem, pela mesma organizadora, ocorrem em 2 de novembro, também às 14h00.

A FCMSCSP oferece 120 vagas para Medicina, em período integral; 40 para Enfermagem, em período matutino; e 50 para Fonoaudiologia, também no matutino.

Reconhecimento nacional e mundial

“A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo tem compromisso com a sociedade, sua saúde e bem-estar, e seus cursos propiciam formação humanística e excelência profissional”, afirma o Prof. Dr. Paulo Carrara, diretor da FCMSCSP.

“Além disso, é presença constante em rankings internacionais e nacionais, que atestam a excelência do ensino e dos trabalhos de alto impacto científico”, complementa Shenjiro Kinukawa, superintendente da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, entidade mantenedora da Faculdade.

A FCMSCSP figura na 639ª posição entre 5.117 instituições do mundo, de acordo com a SCMAGO Institutions Rankings 2016 (em 2009, era 848ª). Nacionalmente, a Graduação em Medicina da FCMSCSP, em específico, é a 9ª colocada no Ranking Universitário da Folha (RUF) 2016, sendo a Faculdade a primeira entre as instituições privadas brasileiras neste curso.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 118, em 12/9/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

Setembro Amarelo: Brasil é o 8º país com mais registro de mortes por suicídio

IMG_8549_04_alta

Dra. Wilze Laura Bruscato, psicóloga e professora da FCMSCSP

A campanha Setembro Amarelo foi criada em 2014 para a promoção de conscientização para a prevenção do suicídio. O movimento acontece durante o mês de setembro, em todo o mundo. Segundo Mapa da Violência de 2014, a taxa de suicídios perde apenas para a de homicídios e acidentes de trânsito entre as mortes por fatores externos.

Segundo a pesquisa, houve uma alta de 15,3% entre mortes de jovens e adolescentes no Brasil, entre 2002 e 2012. Além disso, o suicídio é predominante no sexo masculino, com exceção da Índia e China.

No Brasil, o aumento das taxas tem sido registrado em todas as faixas etárias, sendo a de idosos com o maior número: 8 mortes para cada 100 mil habitantes. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o país é o 8º com mais mortes por suicídio. Em 2012, foram registradas 11.821 mortes, sendo 9.198 homens e 2.623 mulheres.

Segundo a Dra. Wilze Laura Bruscato, psicóloga e professora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, o suicídio é muito complexo e multifatorial, ou seja, não é possível ter uma resposta universal para os motivos que levam alguém a cometer suicídio.

“Isso pode ter ligação com um transtorno mental como depressão ou esquizofrenia. Em geral, descartadas as questões ligadas aos transtornos mentais maiores, podemos falar em fragilidade emocional, dificuldades extremas para lidar com sofrimentos intensos, personalidade vulnerável, desejo de eliminar a dor psíquica, ou desafio aos limites. De qualquer forma, embora com muitos elementos em comum, cada caso é único, cada história é singular”, afirma.

Para a Dra. Wilze, o papel do psicólogo, em casos como esses, é “resignificar” os valores de vida, potencializar os aspectos saudáveis e valorizar cada ação construtiva executada, sem desconsiderar a dor psíquica que é real. “Tem que haver um ‘reconhecimento’ do sofrimento. Há necessidade de validar a dor, não a ignorar. E, então, ir transformando os sentidos, os significados, ir fortalecendo as interpretações positivas da luta pela vida. Um trabalho árduo, intenso e prolongado”, explica.

Os principais sinais e sintomas de alerta de que algo não vai bem, são principalmente: tristeza muito prolongada, choro constante, depressão, isolamento, desempenho acadêmico ou profissional extremamente prejudicado, ausência de produtividade em qualquer das áreas da vida, agressividade ou apatia, ganho ou perda de peso por dificuldade de alimentação, referência a sofrimento insuportável, ideação suicida.

A psicóloga reforça ainda a importância do apoio de amigos e familiares, mas, mais do que isso, saber a hora de procurar a ajuda de um profissional: “Eles não podem querer dar conta sozinhos de uma questão que envolve procedimentos profissionais. Muitas vezes eles são dedicados, mas, de fato, não conseguem alcançar e manejar a gravidade da situação. O que recomendamos é sempre buscar ajuda profissional. O quanto antes.”

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 118, em 12/9/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br. 

FCMSCSP recruta voluntários para pesquisa sobre problemas com uso de maconha

guilherme-messas-fcmscsp

Dr. Guilherme Messas, professor de Pós-graduação da FCMSCSP

A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo está recrutando pacientes para o Programa de Duplo Diagnóstico em Saúde Mental (Produd), realizado no Centro de Atenção Integrado à Saúde Mental (Caism Santa Casa).

Os voluntários devem apresentar ou ter apresentado problemas com uso de maconha, tais como: ideias ou sentimentos estranhos; perda de controle do pensamento; crises de pânico; tristeza muito intensa; pensamentos ou tentativa de suicídio; perda de motivação; problemas na escola ou no trabalho.

O Programa de Duplo Diagnóstico em Saúde Mental tem como objetivo desenvolver as melhores práticas no tratamento e pesquisas relacionadas ao uso de drogas. “O tema tem ganhado cada vez mais relevância e os últimos estudos mostram o potencial de danos que a maconha pode causar. No entanto, os tratamentos na área ainda não estão tão avançados. Queremos trazer as melhores soluções para os usuários que sofrem com os efeitos do uso da substância”, afirma o Dr. Guilherme Messas, professor de Pós-graduação da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e coordenador do projeto.

Os interessados em participar dos testes podem entrar em contato pelo e-mail produd.fcmscsp@gmail.com. O programa é gratuito.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 118, em 12/9/2017. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.