FCMSCSP promove a 4ª Jornada de Intercâmbios

jornada-intercambios-fcmscspCom o objetivo de esclarecer aos estudantes da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) as diversas modalidades de intercâmbio hoje oferecidas pela Instituição durante a graduação, inclusive sobre os métodos de seleção e as experiências proporcionadas no exterior, o Núcleo de Relações Internacionais da Faculdade, o Departamento Científico Manoel de Abreu e o Centro Acadêmico Manoel de Abreu organizaram a 4ª Jornada de Intercâmbios da FCMSCSP. Haverá ainda o encerramento do Projeto Pesquisadores do Futuro – Edição 2015/16. Nesta ocasião, os alunos beneficiados pelo projeto contarão suas experiências.

O evento, que será realizado no dia 6 de julho de 2016, quarta-feira, das 17h às 19h00, nos Auditórios Emílio Athié e Paulo Augusto Ayrosa Galvão, contará com a presença de alunos dos três cursos de graduação da Faculdade Santa Casa de São Paulo (Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia), assim como a dos professores pertencentes ao Núcleo de Relações Internacionais da FCMSCSP e de representantes da Diretoria da Faculdade.

A programação do evento pode ser conferida no Portal FCMSCSP: www.fcmsantacasasp.edu.br.

Saiba como evitar erros com a pele no inverno

Marcus-Maia-fcmscsp

Dr. Marcus Maia, professor de Dermatologia da FCMSCSP

Diferente do que se pensa, os cuidados com a pele no inverno são tão importantes como no verão. Isso porque, nesta época do ano, a transpiração do corpo – que produz hidratação natural – é menor e pode causar ressecamento da pele. No inverno, por exemplo, um dos erros mais comuns e que prejudicam a pele são os banhos quentes e prolongados.

De acordo com o Dr. Marcus Maia, professor de Dermatologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, a combinação de banhos escaldantes e uso exagerado de sabonete pode desidratar completamente a pele. “O mais indicado é tomar um banho morno, rápido e usar pouco sabonete. Fazer isso é muito difícil, mas é preciso quebrar um hábito de tomar banhos muito quentes”, conta. Para aqueles que possuem a pele mais seca, o dermatologista recomenda ainda usar hidratantes após o banho.

Outro erro recorrente é não usar protetor solar, uma vez que a radiação do sol (infravermelha) é menos intensa nessa época, mas a radiação ultravioleta, que causa danos à pele, contínua. No entanto, Dr. Marcus afirma que essa deve ser uma preocupação especial das pessoas que possuem pele e olhos claros e quem trabalha em ambientes onde a exposição ao sol é mais forte: “Esses fatores dependem do seu tipo de pele, depende do lugar em que você está. Se for para a praia, por exemplo, e tiver uma pele mais sensível, é essencial se proteger.”

Os lábios também são grandes prejudicados durante o frio. O contato com o vento e o tempo seco os ressacam e, na tentativa de hidratá-los, outro erro é cometido: o de passar a língua para “umedecer” os lábios. “A saliva funciona como um ‘detergente’. Evite passar a língua nos lábios, isso agrava a situação e os deixa ainda mais ressecados. Nesse caso, utilize hidratantes labiais”, recomenda o médico.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 91, em 28/6/2016. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Aluno de Doutorado da FCMSCSP participa de programa de intercâmbio na Austrália

Alisson-Paulino Trevizol-fcmscsp

Alisson Paulino Trevizol

Alisson Paulino Trevizol, aluno de Doutorado em Ciências da Saúde da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, foi um dos seis brasileiros selecionados para participar do programa “Australia–Brazil PhD Exchange”. O programa visa proporcionar aos alunos brasileiros que estejam no segundo ou terceiro ano de doutorado uma experiência, em primeira mão, de pesquisa na Austrália, orientação à cultura australiana e uma introdução à infra-estrutura de ciência e pesquisa naquele país.

Com a oportunidade, Alisson pôde aprofundar os estudos em sua linha de pesquisa do Doutorado, na área de Psiquiatria, chamada “Estimulação Transcutânea do Nervo Vago”, orientado pelo Dr. Quirino Cordeiro Jr., que tem como objetivo entender como funciona a estimulação cerebral. Na ocasião, o estudante teve contato com importantes pesquisadores das universidades de Melbourne e Adelaide e da Academia Australiana de Ciências. “Nós tivemos um resultado bastante positivo nos pacientes que foram estimulados. Foi uma troca de informações. Nós levamos o nosso conhecimento em estimulação de nervos cranianos para a Austrália e trouxemos de volta novas técnicas como o iTBS, feito com uma máquina de estimulação magnética que não tínhamos aqui”, conta Alisson.

Em junho de 2017, o aluno retorna à Austrália a fim de dar início ao seu pós-doutorado que estuda a psiconeuroimunologia, para avaliar quais os efeitos das técnicas de estimulação cerebral no sistema imune do paciente.

Nova pós na FCMSCSP promove prática de gestão de pessoas por meio da neurociência

Carla-Tieppo-fcmscsp

Dra. Carla Andréa Tieppo, professora da FCMSCSP

O crescimento da neurociência nos últimos anos determinou a ampliação dos objetos de aplicação deste conhecimento em diversas áreas, uma vez que o estudo sobre os mecanismos de processamento neural da informação trouxe novos subsídios para o entendimento do ser humano e seu comportamento. Entendendo essa realidade, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo criou o curso de Pós-graduação em Neurociência e o Futuro Sustentado de Pessoas e Organizações, que tem inscrições abertas até o dia 25 de julho de 2016.

Destinado a graduados que atuem como profissionais de recursos humanos, consultores, coaches, líderes e gestores em geral, além de profissionais de outros campos de atuação que tenham interesse nessa temática, o curso de especialização tem como principal objetivo promover a aquisição de conhecimentos neurocientíficos aplicados à gestão para fornecer ao mercado mão de obra capacitada a aplicar esses conhecimentos no desenvolvimento sustentável de pessoas e organizações.

Além disso, de acordo com a Dra. Carla Andréa Tieppo, professora da FCMSCSP e coordenadora do programa, o curso de pós-graduação tem o potencial de revolucionar a gestão de pessoas e o trabalho no desenvolvimento de potencial humano nas corporações: “Trabalho há oito anos com cursos de extensão em neurociência para diferentes públicos e o público-alvo desse curso tem enorme carência de formações de qualidade que incorporem os conhecimentos originados na ciência do cérebro no trabalho dentro das corporações. As pessoas são o sustentáculo maior das empresas e não estamos empregando tudo o que sabemos sobre comportamento e saúde mental nas práticas de gerenciamento de pessoas. Essa especialização vem para preencher essa lacuna”, conta.

A professora afirma também que, quando o assunto é comportamento humano, são muitos os desafios enfrentados no dia a dia das corporações. Isso porque as principais razões para que um indivíduo tecnicamente capaz não seja mantido ou promovido dentro de uma organização estão diretamente relacionadas às suas deficiências comportamentais: “Isso se agrava ainda mais quando focamos no desenvolvimento de lideranças e de times de alta performance em que as características técnicas são o balizamento para a escolha dos indivíduos, mas são as características comportamentais que impedem a evolução de um sistema.” A aplicação da neurociência nesse contexto, acrescenta a coordenadora, amplia as ferramentas disponíveis para a correção desses desvios e torna a avaliação e desenvolvimento dessas habilidades algo mais tangível, mensurável e direcionado: “A formação em neurociência habilita-nos a investigar a caixa-preta que representa a mente humana de uma forma absolutamente inovadora.”

O curso de Pós-graduação em Neurociência e o Futuro Sustentado de Pessoas e Organizações, que é único no Brasil, tem duração de 21 meses e carga horária de 440 horas. O programa também conta com um time de docentes composto por acadêmicos e profissionais do mercado aliando a precisão científica com a prática profissional. “Trata-se de um programa inovador e ousado, para o mercado encarar os desafios do século 21”, finaliza a Dra. Carla Tieppo.

Serviço
Inscreva-se  aqui: Neurociência e o Futuro Sustentado de Pessoas e Organizações 

Coordenação: Carla Andréa Tieppo
Vagas: 40
Prazo para inscrições: até 25 de julho de 2016
Carga horária total: 440 horas
Duração do curso: 21 meses
Horário do Curso: das 19h às 22h00
Investimento total: 21 parcelas mensais de R$ 1.380,00

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 91, em 28/6/2016. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Publicação de artigos científicos: recomendações práticas para jovens pesquisadores

erica-de-cassia-ferraz

Érica de Cássia Ferraz

Já está disponível, em versão online, o livro “Publicação de artigos científicos: recomendações práticas para jovens pesquisadores”. A obra é resultado da dissertação de Mestrado de Érica de Cássia Ferraz, orientada pela Profa. Dra. Ana Luiza Navas, no programa de Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, entre os anos de 2013 e 2015.

O livro tem como objetivo auxiliar pesquisadores iniciantes no planejamento de seus artigos para submissão, orientá-los em relação aos trâmites do processo de avaliação e publicação do material (como responder aos avaliadores e editores), além de recomendar materiais de consulta na área da Saúde da Comunicação Humana. A publicação contou com o importante apoio da Associação Brasileira de Editores Científicos (Abec). Para acessar, clique aqui.

HEARLab em foco

hearlab_fonoaudiologia_fcmscsp

Professoras Margarita Bernal Wieselberg, Kátia de Almeida e Alessandra Spada.

O curso de Graduação em Fonoaudiologia foi destaque na revista Audiology Infos, uma publicação especializada no setor audiológico do país. A matéria intitulada “Tecnologia abre horizontes para uso clínico dos PEAC” apresenta entrevista com as professoras Margarita Bernal Wieselberg, Kátia de Almeida e Alessandra Spada Durante. Na reportagem, as docentes contam sobre as aplicações do HEARLab, equipamento que detecta, analisa e registra automaticamente as respostas corticais, com o objetivo de verificar as aplicações clínicas destacadas pelo equipamento, adquirido em 2011 pela Dra. Alessandra, com o auxílio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Para conferir a matéria completa, clique aqui.

 

Transferência 2º Semestre de 2016: Enfermagem, Tecnologia em Radiologia e Tecnologia em Sistemas Biomédicos

peca-facebookEstão abertas até o dia 22/7/2016, sexta-feira, as inscrições para o Processo Seletivo de Transferência para os cursos de Graduação em Enfermagem e Graduação em Tecnologia em Radiologia e em Tecnologia em Sistemas Biomédicos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Poderão se inscrever alunos regularmente matriculados em instituições de Ensino Superior brasileiras, para o respectivo curso oferecido pela FCMSCSP. Para se inscrever, clique aqui. Não há cobrança de inscrição para participar deste Processo Seletivo.

Para verificar os critérios de seleção e demais condições, consulte o Edital: