Pós em Gerenciamento em Enfermagem Hospitalar: muito mais que um ‘up’ na carreira

Começar 2016 com um bom encaminhamento para o desenvolvimento na carreira é o desejo de todo profissional. O novo curso de Pós-graduação em Gerenciamento em Enfermagem Hospitalar da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo é um programa de especialização lato sensu que tem como objetivo capacitar enfermeiros para atuação na área de gerenciamento do serviço e da assistência de enfermagem em unidades de internação hospitalar.

Nesta entrevista ao Blog FCMSCSP, conversamos com as professoras Dra. Maria Lucia Alves de Sousa Costa e Mestra Luciana Cardoso, coordenadoras desta especialização na FCMSCSP. Confira:

O profissional de Enfermagem normalmente tem à disposição muitas opções para se especializar, após a graduação. Para este novo curso, é recomendável que o enfermeiro já possua algum nível de experiência em gestão?

Luciana Cardoso

Luciana Cardoso

Luciana: No caso desta especialização, não é preciso. Ocorre que, frequentemente, pensamos na especialização em Gerenciamento em Enfermagem como um segundo passo na carreira de enfermeiros que já possuem experiência ou especialização em determinada área e almejam cargos administrativos. Esses, com toda a certeza, serão muito beneficiados com a realização deste curso. O programa de pós-graduação em Gerenciamento em Enfermagem Hospitalar, entretanto, é altamente recomendado também àqueles que acabaram de se formar, já que atualmente os hospitais esperam do enfermeiro habilidades gerenciais mesmo no início da carreira.

De forma geral, o que o aluno encontrará nas aulas que o ajudará em seu dia a dia, seja ele um profissional com pouca experiência ou mesmo já com uma significativa vivência no mercado?

Maria Lucia Alves

Maria Lucia Alves

Maria Lucia: As aulas serão ministradas por enfermeiros, docentes ou profissionais, com sólida experiência no mercado de trabalho, possibilitando discussões realísticas, situações-problema, estudos de caso e outras metodologias ativas, sempre em busca da aproximação do ensino acadêmico para a prática hospitalar. Vale lembrar que aqui, na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, observamos, em outros cursos, turmas bastante heterogêneas quanto à experiência profissional e isso tem tornado as discussões bem mais ricas e o aprendizado, mais sólido.

Qual o diferencial deste curso e como são desenvolvidas as aulas práticas do programa? 

Luciana: As aulas práticas são o grande diferencial dos cursos da FCMSCSP e, em especial, do curso de especialização em Gerenciamento em Enfermagem Hospitalar. Estamos, ainda, em uma instituição que conta com o acesso às unidades de internação do Hospital Central da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo para apoio ao ensino que oferecemos. O aluno desta pós-graduação lato sensu terá a oportunidade de vivenciar e estabelecer relações entre o que foi discutido nas aulas teóricas com a prática hospitalar. Além do período de estágio, a Maria Lucia e eu estamos programando visitas técnicas em outras instituições que ampliem a visão do aluno a respeito do que está sendo feito nos hospitais de São Paulo.

Por falar nesses hospitais, sabemos que muitos já possuem certificações de qualidade e outros ainda buscam por esse reconhecimento. Este curso de especialização contribui para a formação de um profissional que seja desejado por essas instituições?

Maria Lucia: Certamente que sim. Atualmente, os hospitais buscam certificações de qualidade que demonstrem a excelência no atendimento aos pacientes. Nesse sentido, o curso foi cuidadosamente pensado a partir da observação desta tendência do mercado e da necessidade de qualificação dos enfermeiros para atender a essa demanda. Por isso, o enfermeiro que se especializar neste curso será um profissional preparado e desejado por essas instituições.

Como o profissional graduado em Enfermagem poderá se organizar ao longo dos 18 meses de duração do programa? 

Luciana: Teremos dois encontros por semana: às terças e quintas-feiras, no período da tarde, das 14h às 18h00. Já no período das aulas práticas, que corresponde ao estágio no hospital, o aluno terá duas opções: às segundas e terças-feiras ou, se for melhor para conciliar a agenda profissional, às quartas e quintas-feiras, porém sempre no mesmo horário das 14h às 18h00.

Maria Lucia: A carga horária, distribuída no período de 18 meses, com aulas apenas duas vezes por semana, promove melhores condições para estudos e desenvolvimento de atividades acadêmicas que complementarão os conteúdos ministrados possibilitando conciliar o curso com o horário de trabalho do enfermeiro. É, sem dúvida, uma especialização bastante alinhada à missão da FCMSCSP na busca da excelência no ensino.

Conheça mais detalhes sobre o curso de Especialização em Gerenciamento em Enfermagem Hospitalar

Radiologia: formação com qualidade para o mercado de trabalho

Roberta Franco Silvério da Silva

Roberta Franco Silvério da Silva, aluna do curso de Graduação Tecnológica em Radiologia da FCMSCSP

A Radiologia tem demonstrado ser um campo cada vez mais atrativo para a atuação do profissional formado na área. A fim de esclarecer possíveis dúvidas de quem pretende ingressar no curso de Graduação Tecnológica em Radiologia oferecido pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, entrevistamos Roberta Franco Silvério da Silva, aluna que acaba de concluir o segundo semestre do programa. Técnica em Prótese Dentária e graduada em Ciências Biológicas, Roberta sempre atuou na área de prótese e aparelhos ortodônticos e agora nos conta sobre a decisão pelo curso da FCMSCSP. Acompanhe.

Conectar: Embora você já tenha uma formação técnica e uma graduação, o que a fez buscar novos conhecimentos no campo da Radiologia?
Roberta: Atuando profissionalmente dentro da área de Odontologia, tive contato com as radiografias que auxiliam no planejamento do tratamento de pacientes. Essa prática despertou meu interesse na Radiologia, pois se trata de um campo com crescente demanda por profissionais.


Conectar: Como foi a decisão de cursar Graduação Tecnológica em Radiologia na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e quais critérios lhe ajudaram na escolha?

Roberta: Havia participado de palestras sobre Radiologia em algumas universidades, inclusive na Faculdade de Ciências Médicas da Santa da Casa de São Paulo, onde me identifiquei com a proposta do curso e com a grade disciplinar. Além disso, considerei a tradição e a história da Instituição.

Conectar: Quais foram suas descobertas em relação a essa área?
Roberta: Fiz inicialmente uma breve pesquisa sobre os campos de atuação da Radiologia. É uma área da medicina de diagnóstico por imagem relativamente nova e que está em constante crescimento devido às inovações tecnológicas e que possui um vasto campo de trabalho, ainda pouco explorado.

Conectar: O curso tem superado suas expectativas? De que maneira?
Roberta: Sim, isso acontece na diversidade das disciplinas, já que são ministrados conceitos de física, anatomia, enfermagem, informática, português e inglês, com o objetivo de tornar alunos em profissionais ainda mais completos e preparados para o mercado competitivo que vivemos.

Conectar: Existe algum diferencial do curso, na estrutura da FCMSCSP ou no corpo docente que você identifique e que possa ser destacado?
Roberta: Acredito que um dos diferenciais do programa está nos laboratórios, principalmente na disciplina de anatomia, pois acredito que poucas instituições possam oferecer tal estrutura. Outro ponto positivo é o corpo docente atuante na área, trazendo exemplos práticos e experiências profissionais para os alunos, agregando ainda mais no conhecimento e na qualificação.

Conectar: Sentiu alguma dificuldade nas disciplinas do curso até o momento? Caso positivo, como conseguiu melhorar o desempenho?
Roberta: Tive algumas dificuldades nas matérias de exatas, mas foram superadas em conjunto com os professores que sempre estiveram disponíveis para esclarecimentos e dúvidas.

Conectar: Para quem está na dúvida ou quer saber mais sobre Radiologia, que observações você faria?
Roberta: A Radiologia é uma área em constante crescimento e que acompanha a evolução da tecnologia, sendo que, a cada ano, surgem novos equipamentos melhorando ainda mais o diagnóstico por imagem e aumentando a demanda por novos profissionais. Há também a radiologia industrial, agregando muitos desafios. Para os que optarem pela radiologia médica, é importante ter ciência que, além dos equipamentos, o profissional irá trabalhar com pessoas, o que exige responsabilidade social, ética e sensibilidade com o público.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 81, em 26/1/2016. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

PECA: um programa vencedor da FCMSCSP

Com finalização nesta quarta-feira, dia 27/1, a 12ª edição do Programa Expedições Científicas e Assistenciais (PECA) da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo vem realizando atendimentos em saúde em Palmital (SP) e promoveu um mutirão de cirurgias no final de semana.

“A todos os profissionais do PECA 2016 que tão bem atenderam nossa população nossa eterna gratidão. Estaremos sempre de portas abertas para recebê-los… Parabéns pelo trabalho e que Deus os abençoe sempre!”, agradeceu esta tarde Ismênia Mendes Moraes, prefeita do município de Palmital, na gestão 2013-2016, homenageando a todos os participantes com um vídeo em sua rede social

O Jornal da Comarca, publicação local, também destaca o PECA em sua primeira página na edição que circulará nesta quarta-feira.

PECA_Faculdade_Santa_Casa_de_SP_2016_Palmital

Atendimentos em saúde do PECA 2016 vão até o dia 27/1

Alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo iniciaram no dia 21/1 o atendimento gratuito em saúde na cidade de Palmital (SP). A iniciativa é proporcionada pelo Programa Expedições Científicas e Assistenciais (PECA 2016).

Confira a reportagem da TV Tem, afiliada da Rede Globo, sobre a participação dos estudantes nesta importante ação para aquela cidade. Clique na imagem abaixo para conferir o vídeo no site da emissora.

PECA_2016_Palmital_SP_FCMSCSP

 

Programa Expedições Científicas e Assistenciais: alunos da FCMSCSP estão a caminho de Palmital (SP)

Estudantes dos cursos de Graduação em Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, acompanhados de professores e profissionais de saúde, já estão a caminho da cidade de Palmital (SP) para a 12ª edição do Programa Expedições Científicas e Assistenciais (PECA).
peca 2016

O Programa é realizado desde 2004 e tem como objetivo promover atendimentos gratuitos na área de saúde em várias cidades de São Paulo, envolvendo professores, estudantes e profissionais de diversas especialidades, além de proporcionar o aprendizado na prática, para os alunos da Instituição. A cada edição, cerca de 250 estudantes e 150 profissionais participam do evento.

A primeira fase na cidade de Palmital ocorreu em 2015 e, neste ano de 2016, profissionais e acadêmicos retornam à cidade para reavaliação de pacientes. Os serviços vão desde consultas médicas e exames até pequenos procedimentos e cirurgias. Em parceria com a prefeitura de Palmital, na atual expedição, o PECA atende, em média, 500 pessoas a cada edição, com estrutura para pequenas cirurgias, atendimentos em clínica médica, geriatria, ortopedia, otorrinolaringologia, odontologia, fisiatria, ginecologia, pediatria, entre outras especialidades.

O Programa também oferece palestras e ações preventivas com o objetivo de difundir informações sobre saúde para moradores da cidade. A edição 2016 do PECA tem por patrocinadores o Hospital Samaritano, a Associação Paulista de Medicina, o Instituto Pensi e a Wickbold e recebe o apoio da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, da Prefeitura e da Secretaria de Saúde de Palmital. A expedição será finalizada no dia 27 de janeiro.

FCMSCSP recebe transferências de alunos de Radiologia

Processo_Seletivo_Transferência_RadiologiaVocê que iniciou o curso superior em Radiologia em outra instituição e quer dar continuidade aos seus estudos na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo tem até o dia 22/1 para se inscrever no Processo Seletivo de Transferência para o 2º ou 3º semestre do curso de Graduação Tecnológica em Radiologia da FCMSCSP.

A seleção inclui a análise do currículo e o conteúdo programático da instituição de origem, tendo em vista verificar a compatibilidade com o currículo da Faculdade Santa Casa de São Paulo. Não há taxa de inscrição. O curso para formação de tecnólogos em Radiologia é oferecido no período noturno.

Para se inscrever, basta acessar o Portal FCMSCSP: www.fcmsantacasasp.edu.br. Consulte, antes, o Edital do Processo Seletivo de Transferência para mais informações.