12ª Edição do Programa Expedições Científicas e Assistenciais da FCMSCSP (PECA) acontece em Palmital

Dr.-Paulo-Carrara-de-Castro

Dr. Paulo Carrara de Castro

Em 20 de janeiro de 2016, alunos e professores da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo embarcarão para o Programa Expedições Científicas e Assistenciais da FCMSCSP. O PECA é um programa de extensão universitária, criado em 2004, no qual, durante uma semana, a população de uma cidade do estado de São Paulo recebe atendimentos na área da saúde.  “O PECA 2016 acontecerá em Palmital, entre os dias 20 e 27 de janeiro, já estivemos lá, no início de 2015. Iremos à cidade novamente porque é importante realizar uma análise do ano anterior, se o que fizemos lá foi positivo, se repercutiu na vida das pessoas, se houve mudança no quadro ou situação em que viviam”, explica o Dr. Paulo Carrara de Castro, coordenador do programa e chefe do Departamento de Saúde Coletiva da FCMSCSP.

As populações de Santo Anastácio, Narandiba, Ituverava, Itapeva, Votuporanga e São Sebastião são algumas das comunidades que já receberam o PECA. “Alguns dos critérios para a escolha da cidade são: comportar o número de pessoas participantes, em geral 250, sendo 150 alunos e o restante composto por professores, residentes e médicos. Também buscamos contemplar várias regiões do estado de São Paulo, costumávamos estudar quais precisam mais, mas todas precisam”, esclarece o Dr. Paulo Carrara.

Mantido por meio de patrocínios de hospitais, laboratórios, associações, com o apoio da FCMSCSP e de sua mantenedora, a Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, o Programa tem como objetivo, de acordo com o Dr. Carrara, auxiliar as prefeituras e a população, no que for possível, do ponto de vista da saúde.  “Há duas frentes no programa: o atendimento clínico, realizado em uma escola da cidade escolhida, na qual montamos uma estrutura de atendimento; e mutirões de cirurgias no hospital local, que, em geral, é uma Santa Casa. Fazemos cirurgias de hérnia, vesícula, ginecológica, oftalmológica e otorrinolaringológica. Há casos mais complexos em que não realizamos e há outros que transferimos para a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo”, detalha o Dr. Carrara.

Ainda, de acordo com o coordenador do PECA, alunos, médicos e profissionais de outras instituições costumam participar da iniciativa. “Isso é combinado entre os alunos da FCMSCSP, pois eles organizam tudo. Nós, professores, apoiamos, intermediamos com as prefeituras, mas eles que fazem tudo. Acredito que isso faz com que o programa tenha o pique e motivação que ele tem. Os alunos dão valor, é um Programa reconhecido pela Faculdade e conta pontos para o desenvolvimento acadêmico.”

Para a fila de atendimento, os participantes do PECA utilizam como base a estrutura local do Sistema Único de Saúde da cidade. No início de 2015, logo no primeiro dia de atendimento, houve uma demanda de atendimento muito maior do que a esperada, sendo necessário realizar o agendamento para os outros dias. Na edição 2016, está previsto um agendamento prévio, pois o PECA busca somar o atendimento com o aprendizado aos alunos e precisa ser medido e organizado.  “O sentido fundamental do PECA é que, por meio de um programa de extensão, os alunos tenham contato com realidades diferentes daquela que eles vivenciam na FCMSCSP, localizada no centro de São Paulo. Essa é uma iniciativa oposta do que os alunos costumam vivenciar, pois deixam a realidade do centro para vivenciar o interior, aprender a se comunicar e a se relacionar com outras culturas. Isso é muito importante na área da saúde, precisa haver esse tipo de abertura de horizonte da vida, para não ficar limitado”, finaliza o Dr. Paulo Carrara.

 

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 78, em 24/11/2015. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Saúde Coletiva: FCMSCSP oferece programas de mestrado profissional e acadêmico

Mestrado_Saude_Coletiva_FCMSCSPAs inscrições para o Mestrado Profissional em Saúde Coletiva e Mestrado Acadêmico em Saúde Coletiva da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo estarão abertas em breve.

Coordenados pela Prof.ª Dra. Maria Amélia Veras, os programas têm como objetivo preparar os profissionais de saúde pública para a utilização da investigação científica como ferramenta para o aprimoramento do trabalho, buscando desenvolver a capacidade de análise dos alunos para a condução de pesquisas no campo da Saúde Coletiva.

Saiba mais sobre os programas de Pós-graduação Stricto Sensu e registre seu interesse:

Acontece na FCMSCSP a 1ª Semana de Radiologia

Começou, na quinta-feira, 12 de novembro, a 1ª Semana de Radiologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Sob o tema, “Trinta anos de regulamentação das técnicas radiológicas no Brasil: O futuro das aplicações das radiações ionizantes e segurança”, o evento, que segue até o dia 14, sábado, reuniu, em sua abertura, cerca de 180 interessados que contaram com uma mesa de abertura com Dr. Homero Melo, diretor dos cursos de Tecnologia da FCMSCSP; Prof. Bergman Nelson Sanchez Muñoz (FCMSCSP), representando a supervisão de estágios; Prof. Décio Batista Rocha (Escola de Enfermagem da Santa Casa), representando a UEP; Prof. Felipe Favaro Capeleti (FCMSCSP), representando os professores; Roberta Franco Silvero da Silva, aluna de Radiologia da FCMSCSP e representante dos alunos. Seguida de palestras e apresentação de trabalhos dos alunos de Pós-graduação da FCMSCSP e UEP.  Além disso, a 1ª Semana de Radiologia da FCMSCSP, realizada no Anfiteatro Prof. Dr. Emilio Athié e Prof. Dr. Paulo Augusto A. Galvão,  contou com o Prof. Rafael Eidi Goto, vice-diretor dos da cursos de Tecnologia FCMSCSP, como mestre de cerimônia.

Foto-Editada

Abertura da 1ª Semana de Radiologia da FCMSCSP

FCMSCSP abre inscrições para o Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana

saude_da_comunicacao_humana

Até o dia 22 de fevereiro de 2016, estão abertas as inscrições para o programa Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.
Com taxa de inscrição no valor de 75 reais, o Mestrado Profissional da FCMSCSP – pioneiro no estado de São Paulo –, é destinado aos fonoaudiólogos, pedagogos, psicólogos, entre outros interessados nos processos e distúrbios da linguagem, e visa capacitar, aprimorar e desenvolver a criação de produtos que possam melhorar a qualidade das assistências profissionais, além de torná-los aptos a utilizar evidências e metodologias investigativas científicas.

Saiba mais e inscreva-se no Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana

Participe do 8º Encontro de Enfermagem em Reabilitação Física da FCMSCSP

reabilitacao_fisica_peca_facebookCom o objetivo de informar, atualizar e fomentar a discussão – com enfermeiros, graduandos e profissionais da área de saúde –, quanto à atenção à pessoa com Encefalopatia Crônica Não-Evolutiva, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo recebe o 8º Encontro de Enfermagem em Reabilitação Física – “Aspectos físicos e psicológicos da Encefalopatia Crônica Não Evolutiva / Paralisia Cerebral (ECNE / PC)”.
Com inscrições gratuitas, o evento que ocorre no dia 25 de novembro, quarta-feira, das 14h às 17h, na sala 28 da FCMSCSP, localizada à rua Doutor Cesário Mota Júnior, 61, 8º andar, Vila Buarque, São Paulo (SP).

 Inscreva-se e veja a programação do 8º Encontro de Enfermagem em Reabilitação Física

Últimos dias: participe da 1ª Semana de Radiologia da FCMSCSP

Entre os dias 12 e 14 de novembro, a Diretoria dos Cursos de Graduação em Tecnologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo com o apoio da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e da Unidade de Ensino Profissionalizante da Santa Casa (UEP) realizará entre a 1ª Semana de Radiologia – “Trinta anos de regulamentação das técnicas radiológicas no Brasil: O futuro das aplicações das radiações ionizantes e segurança”.
Destinado aos tecnólogos em Radiologia e demais profissionais da área da saúde, o evento está com inscrições abertas até o dia 12 de novembro, quinta-feira.

Serviço:
Data e horário:
Dia 12/11, quinta-feira, das 19h às 22h40; dia 13/11, sexta-feira, das 19h às 22h40; e 14/11, sábado, das 8h às 12h30.

Local:
Anfiteatro Prof. Dr. Emilio Athié e Prof. Dr. Paulo Augusto A. Galvão.

Inscrições:

  • Alunos de Graduação  da FCMSCSP- 30 reais;
  • Alunos de Graduação  Tecnológica em Radiologia e em Sistemas Biomédicos da FCMSCSP – gratuitas;
  • Alunos de Graduação Tecnológica da FCMSCSP – isentos;
  • Alunos de Pós-Graduação da FCMSCSP – 50 reais;
  • Ex-alunos da FCMSCSP – 50 reais;
  • Alunos da UEP (Técnicos)  – 30 reais;
  • Alunos de outras instituições – 50 reais;
  • Associados ao Conter  – 75 reais;
  • Demais participantes  – 100 reais.

Clique para conhecer a programação e se inscrever na Semana de Radiologia 2015 da FCMSCSP

Pesquisadores do Futuro: apoio fundamental para a pesquisa na área da saúde

Tamara-dos-Santos-Domingues

Tamara dos Santos Domingues

Nem sempre considerada uma condição nata para o indivíduo, o interesse pela pesquisa pode ser despertado a qualquer instante e, geralmente, surge durante a vida acadêmica. “Fui me interessando pela área de pesquisa, então identifiquei no programa Pesquisadores do Futuro uma oportunidade de conhecer um pouco mais sobre essa área”, revela Tamara dos Santos Domingues, aluna do 4º ano do curso de Graduação em Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Tamara, por meio do programa Pesquisadores do Futuro, ficou por dois meses estudando na University of Minnesota, EUA “Tive a chance de entrar em contato com o funcionamento de pesquisa dentro de uma grande universidade em um país onde essa área é reconhecidamente valorizada. Trabalhei com coleta de dados de epidemiologia em câncer infantil e, para isso, tive de estudar sobre o assunto para entender melhor sobre a oncologia pediátrica. Portanto, com certeza me acrescentou conhecimento acadêmico e, além disso, foi uma verdadeira experiência de vida para amadurecimento e crescimento pessoal”, completa a aluna.

Para ela, o maior desafio foi, com certeza, o de ficar sozinha. “Sempre fui uma pessoa muito apegada a amigos e família, então ir para outro país sem ter ninguém que eu conhecesse foi um pouco assustador no começo”, lembra Tamara. Para lidar com o receio, a estudante conta que buscou enxergar as vantagens da oportunidade, como o aprimoramento do idioma inglês, o crescimento pessoal e o amadurecimento.

Aos colegas que vierem a passar pela experiência, a futura médica aconselha que aproveitem ao máximo todos os momentos e oportunidades que surgirem nos dois meses do Programa. “O sucesso desse intercâmbio depende muito da iniciativa de cada aluno que participa, então faça valer a pena, porque a saudade que vem depois é grande. Lembre-se que o programa Pesquisadores do Futuro é uma oportunidade de ter uma visão diferente sobre pesquisa e sobre Medicina em geral, além de toda a experiência pessoal de se passar um tempo em um lugar completamente diferente daquele a que estamos acostumados”, conclui.

No próximo boletim

Mirna Mansour Abou Rafée, aluna do 4º ano do curso de Graduação em  Fonoaudiologia irá relembrar os dias em que estudou na Yale University, em New Haven, Connecticut, Estados Unidos.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 77, em 4/11/2015. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.