Pesquisadores do Futuro: oportunidade de mergulhar em uma nova cultura

Rodrigo-Salmeron-de-Toledo-Aguiar

Rodrigo Salmeron de Toledo Aguiar

Não há melhor definição para um programa de intercâmbio, como o Pesquisadores do Futuro, do que a palavra de quem já vivenciou a experiência na prática: “A iniciativa foca em levar alunos para ter contato com importantes pesquisadores no exterior. Esse contato desenvolve o pensamento crítico do aluno, como também o ensina melhor as etapas de uma pesquisa e como realizá-la. O estudante consegue destinar 100% do seu tempo à pesquisa no programa, o que, com certeza, aumenta a produtividade e o aprendizado”, define Rodrigo Salmeron de Toledo Aguiar, aluno do 4º ano de Graduação em Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

O futuro médico teve a oportunidade de conhecer e estudar no St. Michael’s Hospital, University of Toronto, a maior universidade do Canadá. “A experiência foi muito além das minhas expectativas. Consegui vivenciar outro sistema de saúde, avançar nos meus conhecimentos na área científica, conhecer médicos e pesquisadores de outro país, mas de uma forma mais intensa do que eu poderia imaginar. Acrescentou-me, principalmente, na melhora do vocabulário médico em inglês, além do avanço no conhecimento de realizar uma pesquisa e provável publicação”, comenta o aluno sobre a vivência.

Para Rodrigo, nos meses em que ficou no programa, um dos muitos desafios enfrentados foi o de administrar o seu tempo para a organização de todas as leituras necessárias – tanto a de artigos científicos quanto a de livros em temas diversos – que a experiência internacional lhe proporcionava para, em uma etapa seguinte, escrever um artigo científico.

Edição 2015/2016
Administrado pelo Núcleo de Relações Internacionais (NRI), o Programa Pesquisadores do Futuro já selecionou os novos participantes para o ano 2015/2016. Para os colegas que estarão embarcando na experiência, Rodrigo recomenda: “Não se inibam quando tiverem dúvidas; o programa serve para aprender. Também falem ao máximo o inglês para treiná-lo. Corram atrás dos orientadores para usufruírem 100% do tempo no exterior produzindo”. Confira no Portal da FCMSCSP a relação dos alunos participantes nesse novo período.

 

No próximo boletim

Jorge Michel Antonopoulos, aluno do 3º ano de Graduação em Medicina, comenta a sua experiência no International Agency for Research on Câncer (IARC), Lyon, França.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 75, em 6/10/2015. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Anúncios

Sobre Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo
A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) é uma instituição de ensino superior com mais de 50 anos de atividades. Tem como mantenedora a Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, que também incentiva a realização ou a participação em pesquisas nos âmbitos científico e técnico e estimula, pela promoção ou participação, estudos nas áreas médica, sanitária e social. Oferece cursos de graduação em Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia; graduação tecnológica em Radiologia e em Sistemas Biomédicos, além de diversos cursos de pós-graduação (especialização lato sensu, mestrado ou doutorado) e pós-doutorado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: