Ética em Enfermagem: desafios e pesquisa

V Encontro Éica em Enfermagem Faculdade da Santa Casa de SPNo próximo dia 29 de agosto, quinta-feira, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo realiza a 5ª edição do Encontro de Ética em Enfermagem. O evento, direcionado a estudantes e profissionais da área de saúde, tem a organização do Grupo de Pesquisa “Ética e Humanização na Saúde”.

As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas no local, a partir das 13h30. Na programação, serão proferidas duas palestras:
– “Desafios éticos para a formação do Enfermeiro”, das 14h às 15h00
– “A pesquisa e os dilemas éticos do trabalho de Enfermagem”, das 15h30 às 16h00

Para encerrar o encontro, haverá um debate entre 16h e 16h30. O 5º Encontro de Ética em Enfermagem será sediado no Anfiteatro Prof. Dr. Emilio Athié: Rua Dr. Cesário Motta Jr., 112, Vila Buarque, São Paulo (SP).

Anúncios

Imunologia e Bioinformática: cursos de curta duração

Cursos de Atualização - Imunologia e Marcadores Tumorais e Introdução a Aplicativos de BioinformáticaSob a coordenação da Dra. Luisa Lina Villa, professora adjunta da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e coordenadora do Instituto do HPV, serão lançados na próxima semana dois novos cursos de atualização: “Imunologia e Marcadores Tumorais” e “Introdução a Aplicativos de Bioinformática”. A realização é da Santa Casa de São Paulo, FCMSCSP e Instituto do HPV.

O curso de Imunologia e Marcadores Tumorais, voltado a biomédicos, biólogos, médicos, farmacêuticos e enfermeiros, entre outros profissionais, será ministrado pela Dra. Lara Termini, professora assistente da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e pesquisadora do INCT-HPV – Instituto de Pesquisa da Santa Casa de São Paulo, e também pela Dra. Patrícia Sávio de Araújo Souza, professora do Departamento de Imunobiologia da Universidade Federal Fluminense (UFF) e pesquisadora da Divisão de Biologia Celular do Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Já o curso Introdução a Aplicativos de Bioinformática, dirigido a médicos, biólogos e biomédicos, será ministrado pelo Dr. Fabio Passetti, pesquisador responsável pelo Laboratório de Bioinformática e Biologia Computacional – coordenação de Pesquisa Clínica e Incorporação Tecnológica do Instituto Nacional de Câncer (INCA).

As inscrições estarão abertas a partir de segunda-feira, dia 26, mediante efetivação de depósito bancário, cujos dados estão descritos abaixo. Confira as datas e o local onde serão realizados os cursos:

Imunologia e Marcadores Tumorais
Data: 21 e 22 de setembro de 2013, sábado e domingo
Horário: das 9h às 18h00
Investimento: R$ 260,00
Local do curso: Auditório do Instituto de Pesquisa da Santa Casa de SP – Rua Marquês de Itu, 381

Introdução a Aplicativos de Bioinformática
Data: 5 e 6 de outubro de 2013, sábado e domingo
Horário: 9h30 às 17h00
Investimento: R$ 610,00
Local do curso: Auditório do Instituto de Pesquisa da Santa Casa de SP – Rua Marquês de Itu, 381

COMO SE INSCREVER
Realize o pagamento de acordo com o valor correspondente do curso que deseja realizar. Estes são os dados bancários:

Banco Bradesco
Favorecido: Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho – CNPJ: 62.327.663/0001-72
Agência: 0093-0
Conta corrente: 113.694-1

Observação: envie cópia do seu comprovante de pagamento, juntamente com seu nome completo, e-mail e telefones de contato, para: rhessel@incthpv.org.br. Somente dessa forma é que será possível considerá-lo inscrito no curso. A Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho é a mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

VAGAS LIMITADAS

Importante: as instituições realizadoras reservam-se ao direito de cancelamento das turmas caso o número mínimo de participantes não seja atingido, com a devolução do valor pago aos inscritos.

Novo Prédio da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de SP

Para quem ainda não teve a oportunidade de conhecer o projeto do Novo Prédio da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo,  basta conferir, na ilustração abaixo, como ficará a fachada da construção.

Fachada do Projeto do Novo Prédio da Faculdade Santa Casa de SP

Será um grande presente para todos, já que o novo espaço, iniciativa do Planejamento Estratégico da Instituição, representa o compromisso da FCMSCSP com o futuro. As obras estão em andamento, conforme registros, a seguir, feitos neste dia 21/8/2013, quarta-feira.

Obras em andamento - Novo Prédio da Faculdade Santa Casa de SP

Oitenta por cento dos brasileiros vão apresentar dor lombar durante suas vidas

Prof.ª Dra. Vera Lúcia dos Santos AlvesPelo menos 80% dos brasileiros apresentarão, em algum momento de suas vidas, um quadro de dor lombar, é o que afirma a Prof.ª Dra. Vera Lúcia dos Santos Alves, coordenadora do curso de pós-graduação em Fisioterapia nas Afecções da Coluna Vertebral da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Porém, de acordo com a especialista, apenas 15% das lombalgias (dor na parte baixa da coluna) e lombociatalgias (dor que se inicia na região da coluna e desce posteriormente pelas pernas) possuem uma causa específica.

“Inúmeras circunstâncias contribuem para o desencadeamento e cronificação das dores lombares, como: aspectos psicossociais, insatisfação profissional, obesidade, tabagismo, grau de escolaridade, realização de trabalhos pesados, sedentarismo, síndromes depressivas, fatores genéticos, hábitos posturais e até alterações climáticas”, afirma a fisioterapeuta.

Segundo a Dra. Vera, a dor nas costas associada a dores nas pernas pode ser sinal de hérnia de disco que, em casos mais graves, resulta em perdas significativas na força e sensibilidade do membro afetado.

Caso a dor lombar não seja proveniente de uma grave complicação, a recuperação é rápida, mesmo em casos de hérnia de disco. A especialista explica que manter-se ativo é uma das melhores ações para o tratamento.

“Estudos têm demonstrado que pessoas com dores lombares recuperam-se mais rapidamente quando permanecem ativas. Por orientação médica, as atividades fisioterápicas, acupuntura e medicações analgésicas são indicadas”, diz a professora.

Para prevenir o problema, a Dra. Vera recomenda realizar atividades físicas regularmente, pois melhoram o condicionamento cardiovascular e fortalecem os músculos do quadril e tronco.

“Os músculos abdominais são importantes no apoio à região lombar. Pesquisas apontam que o abdômen tem a capacidade de se contrair antes que qualquer outro músculo do corpo se contraia durante a execução de movimentos, como abrir o braço e levantar a perna. Isso é resultado da necessidade corporal em manter a coluna estável com suas vértebras devidamente encaixadas”, explica.

A especialista ressalta também que é importante evitar atividades que envolvam flexão ou torção repetitiva e de alto impacto, pois aumentam o estresse sobre a coluna. “Ao determinar o tratamento fisioterápico, diversos fatores devem ser considerados visto que são várias as causas responsáveis pelo surgimento da dor e, para cada caso, há um tipo de conduta a ser adotada”, finaliza.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 24, em 20/8/2013. Assine nossa newsletter http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Jornada do Departamento de Medicina da Santa Casa de São Paulo

22ª Jornada de Medicina da Santa Casa de SP - ProgramaçãoTerá início nesta quarta-feira, 21/8, a 22ª Jornada do Departamento de Medicina da Santa Casa de São Paulo. Nesta edição, a principal novidade será a interação entre as especialidades médicas. A Jornada consiste em reuniões científicas que congregam professores, alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, pós-graduados e também ex-alunos para discutirem assuntos de grande importância para a área da saúde.

Para o Dr. Carlos Alberto Lima, chefe do Departamento de Clínica Médica da FCMSCSP e diretor do Departamento de Medicina da Santa Casa de São Paulo, é extremamente importante para a Jornada que todas as áreas possam atuar em conjunto, desde a prevenção até ao tratamento de qualquer doença: “Podemos usar como exemplo o caso de uma pessoa com AVC. Para que o sujeito possa ter um derrame, provavelmente ele tem antes disso uma hipertensão arterial que pode ser tratado ou por um clínico geral, ou uma arritmia, que pode ser tratada por um cardiologista. Então, esse vai ser o objetivo da Jornada, criar uma inter-relação entre as áreas médicas”.

A 22ª Jornada do Departamento de Medicina da Santa Casa de São Paulo integra a programação comemorativa dos 50 anos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e será realizada nos auditórios Emilio Athié e Paulo Augusto Ayrosa Galvão, nos dias 21, 22 e 23/8, das 8h às 11h, na Rua Dr. Cesário Motta Junior, 112, São Paulo (SP). Informações: Centro de Estudos do Departamento de Medicina – tel. (11) 2176-7296, 2176-7000 r. 5226

Clique na imagem acima para conferir a programação.

Mensagem aos Ex-Alunos

Compartilhamos com todos a carta do diretor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Dr. Valdir Golin,  dirigida aos ex-alunos desta Instituição por ocasião da retomada de contatos para mantê-los informados a respeito do progresso da FCMSCSP. Se, eventualmente, você é um ex-aluno que ainda não recebe nossos comunicados, mas tem visitado este blog com frequência, aproveite para se cadastrar no site da Faculdade, na área “Receba nossa newsletter”: www.fcmsantacasasp.edu.br. O convite para cadastramento é aberto a todos, alunos ou não.

Carta do Dr. Valdir Golin a ex-alunos

Parkinson e síndrome das pernas inquietas são alguns dos principais distúrbios dos movimentos

Dr. Rubens GagliardiRelacionadas às diversas condições neurológicas, as doenças caracterizadas por distúrbios dos movimentos podem influenciar vários itens que os compõem como o tono muscular, a velocidade, amplitude, força, entre outros, e até a capacidade de realizá-los. De acordo com o Dr. Rubens Gagliardi, professor titular de Neurologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, entre as principais doenças do movimento estão o Parkinson, síndrome das pernas inquietas, coréia e Doença de Huntington.

O Parkinson é uma das doenças neurológicas mais comuns e sua incidência aumenta com a idade do indivíduo. De acordo com o Dr. Gagliardi, os principais sintomas são tremor, lentidão no início dos movimentos e rigidez muscular.

“Existe uma área do cérebro chamada substância nigra, em que se formam os elementos que são os neurotransmissores responsáveis pelo equilíbrio motor. O movimento tem que ter harmonia na amplitude, tono e força, nem em excesso, que é o tremor, ou em falta, caracterizada pela rigidez. Essa harmonia é mediada por substâncias químicas. No Parkinson existe um desequilíbrio em alguns destes neurotransmissores”, diz.

Segundo o professor, os principais tratamentos para a doença de Parkinson são realizados com medicamentos à base de dopamina e/ou agonistas dessa substância. Dependendo do tipo da doença, com o tratamento, o paciente pode levar uma normal.

Outro problema comum são as pernas inquietas, um distúrbio apresentado pelo paciente de modo involuntário, em geral, durante o sono. “Os principais sintomas são movimentos intensos e bruscos com as pernas, eventualmente dor e formigamento”, afirma.

O Dr. Gagliardi explica que devido à má qualidade de sono provocada pelo distúrbio, no dia seguinte, a pessoa apresenta cansaço, sonolência e irritabilidade. “O tratamento é feito com medicamentos que aumentam a produção da dopamina”, fala.

Para o especialista, não existe uma forma específica de prevenir as doenças do movimento, visto que algumas delas são hereditárias, porém hábitos saudáveis reduzem as probabilidades de risco de desenvolvê-las. “Recomenda-se ter uma vida saudável, com alimentação correta, realizar exercícios físicos e, principalmente, evitar o cigarro”, orienta.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 23, em 6/8/2013. Assine nossa newsletter http://www.fcmsantacasasp.edu.br.