Dermatologista dá dicas para manter a pele saudável neste verão

Alguns cuidados são necessários para manter a saúde durante o verão, principalmente, em relação à pele para aqueles que pretendem aproveitar a estação para se bronzear. Ressecamento, manchas, envelhecimento e até mesmo câncer são algumas das consequências da exposição ao sol sem Dra. Ida Duarte, professora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Pauloproteção e em excesso. De acordo com a Dra. Ida Duarte, dermatologista e professora adjunta da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, a orientação quanto ao horário ideal para tomar sol é muito importante. Indica-se até às 10h30 e, à tarde, a partir das 16h, pois estes horários apresentam menor quantidade de emissão de raios ultravioleta B, os quais resultam em queimaduras e podem levar à formação do câncer de pele.

O uso do protetor solar também é primordial para a prevenção, mas é necessário adequar este tipo de proteção à localização na pele. Por exemplo, o protetor para o rosto deve indicar menor oleosidade para que se possa evitar a obstrução dos poros da pele, já o de uso corporal deve ser de acordo com o tipo de pele (mista, seca ou oleosa). Homens com muito pelo no corpo podem utilizar protetores líquidos ou em gel.

A escolha do tipo de roupas e acessórios também é fundamental, bem como o uso de óculos e chapéus, principalmente nas praias. Existem tecidos que proporcionam maior proteção ao sol, como algodão e poliéster, entre outros, que impedem a penetração de raios ultravioleta. “Evite ainda tomar diversos banhos ao dia. Use pouco sabonete e se banhe em água morna para não ressecar a pele. Valem ainda as recomendações de beber muita água, o que irá contribuir para a saúde no geral, e analisar as condições de balneabilidade da praia que irá frequentar, pois o risco de infecções e bactérias aumenta muito no verão”, fala a Dra. Ida. A especialista ressalta também que, além de queimadura, a exposição excessiva ao sol pode causar manchas escuras e bolhas na pele. Caso ocorra algum problema epidérmico, a pessoa deve procurar imediatamente um médico para fazer o diagnóstico e indicar o tratamento adequado.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 8, em 12/12/2012. Assine nossa newsletter: http://www.fcmsantacasasp.edu.br.

Anúncios

Sobre Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo
A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) é uma instituição de ensino superior com mais de 50 anos de atividades. Tem como mantenedora a Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, que também incentiva a realização ou a participação em pesquisas nos âmbitos científico e técnico e estimula, pela promoção ou participação, estudos nas áreas médica, sanitária e social. Oferece cursos de graduação em Medicina, Enfermagem e Fonoaudiologia; graduação tecnológica em Radiologia e em Sistemas Biomédicos, além de diversos cursos de pós-graduação (especialização lato sensu, mestrado ou doutorado) e pós-doutorado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: